Buerarema
Plansul
COLÉGIO JORGE AMADO
Pref ilheus junho
Ieprol
Navegação na tag

Eduardo Cunha

EDUARDO CUNHA VAI SE FILIAR AO PTB E DISPUTAR UMA VAGA NA CÂMARA

O ex-deputado federal e ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha anunciou que vai se filiar ao PTB. A informação foi publicada em suas redes sociais nesta quarta-feira, 30.

Ele afirma ainda que vai disputar uma vaga na Câmara Federal por São Paulo. Vale lembrar que Eduardo Cunha está inelegível até 2027 pela Lei da Ficha Limpa.

  Leia mais...

EDUARDO CUNHA É VETADO EM TORNEIO DE FUTEBOL EM BANGU

Começou na semana passada um campeonato de futebol na penitenciária de Bangu, onde parte da turma da Lava-Jato está presa. Os dois presos mais famosos, no entanto, não participam do torneio, de acordo com a Coluna do Jornalista Lauro Jardim em O Globo.

Segundo a publicação, Sérgio Cabral não foi escalado para jogar. Segue em isolamento até o final do mês por determinação da Secretaria de Administração Penitenciária.

Eduardo Cunha se apresentou para atuar como juiz. Mas foi vetado pelos times, sob o argumento de que não confiavam em sua lisura.

Leia mais...

STF NEGA PEDIDO DE HABEAS CORPUS DE EDUARDO CUNHA

Por unanimidade, a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) seguiu parecer da Procuradoria-Geral da República e negou, nesta terça-feira (9), habeas corpus em favor do ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha. O ex-parlamentar buscava a redução da pena imposta em sua condenação pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro, evasão de divisas e recebimento de vantagem indevida em contrato da Petrobras. Ao retomar o julgamento do HC 165.036, apresentado pelo ex-parlamentar contra decisão da Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que negou o recurso por não satisfazer os pressupostos para seu processamento, os ministros negaram a existência de consunção, que é a absorção de um crime pelo outro, como pretendia a defesa. Seguindo o voto do relator, ministro Edson Fachin, o colegiado considerou o crime de lavagem de dinheiro como crime autônomo e não mero exaurimento do crime de corrupção.

A Turma também negou o pedido da defesa de reconhecimento da existência de concurso formal entre os crimes. Segundo o relator, seguido pelos demais ministros, as instâncias inferiores reconheceram a pluralidade de condutas e a autonomia de cada um. Com a decisão, a pena de 14 anos e meio de reclusão aplicada a Cunha foi mantida. Na sessão anterior, em 2 de abril, a subprocuradora-geral da República Cláudia Sampaio Marques reiterou os argumentos apresentados em parecer enviado à Corte pela procuradora-geral da República, Raquel Dodge, em dezembro do ano passado. A subprocuradora-geral ressaltou que Cunha mantinha contas no exterior para recebimento de vantagens indevidas. Segundo ela, em todos os crimes nos quais foi recebido dinheiro sempre há um modo para isso, e que esse recebimento pode significar mero exaurimento do crime, dependendo do contexto, mas também pode representar lavagem.

(mais…) Leia mais...

EDUARDO CUNHA É CONDENADO A 24 ANOS DE PRISÃO

A Justiça Federal em Brasília condenou hoje (1º) o ex-deputado federal Eduardo Cunha a 24 anos e dez meses de prisão, em regime fechado, pelo crime de corrupção no processo que apurou pagamento de propina de empresas interessadas na liberação de verbas do Fundo de Investimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FI-FGTS). Na mesma sentença, o ex-deputado federal Henrique Eduardo Alves recebeu pena de oito anos e oito meses de prisão.

A investigação foi baseada nos depoimentos de delação premiada do ex-vice-presidente de Fundos de Governo e Loterias da Caixa, Fábio Cleto, e ddoleiro Lúcio Funaro, que também foram condenados. Em um dos depoimentos, Cleto acusou Cunha de receber 80% da propina arrecadada entre empresas interessadas na liberação de verbas do FI-FGTS. Com informações da Agência Brasil.

Leia mais...

RAQUEL DODGE QUER REJEITAR DELAÇÃO DE EDUARDO CUNHA

A Procuradora Geral da República, indicada pelo presidente Michel Temer (PMDB), Raquel Dodge está decidida a rejeitar a proposta de delação feita recentemente por Eduardo Cunha (PMDB), de acordo com a Coluna Radar Online. A PGR não acredita no que ele diz e não esquece os ataques feitos pelo ex-deputado contra o Ministério Público, como se nos demais delatores se pudesse acreditar.

O fracasso das tratativas atormenta a defesa de Cunha. Como os bens dele seguem bloqueados, seus advogados não estão recebendo. A esperança morreria com a negativa de Dodge.

Leia mais...

EX-ASSESSOR DE GEDDEL E EDUARDO CUNHA É COTADO PARA SECRETARIA DE GOVERNO

O nome do assessor Carlos Antonio Sobral está sendo cotado para substituir o ministro Antonio Imbassahy (PSDB) na Secretaria do Governo. De acordo com a jornalista Andréia Sadi, do G1, líderes no chamado centrão aprovam a indicação, que também é apoiada pelo deputado André Moura (PSC), articulador do presidente Michel Temer na Câmara.

Sobral foi assessor especial do deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB) no período em que ele presidiu a Câmara. No ano passado, ele foi convidado pelo ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB) para vaga na Secretaria do Governo. Após assumir a pasta, Imbassahy manteve o ex-assessor de Geddel por ele ter boa relação com deputados.

Ainda de acordo com Andréia, o presidente Michel Temer (PMDB) deve consultar o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM, antes de tomar decisão sobre a vaga de Imbassahy.

Leia mais...

TRF MARCA JULGAMENTO DE EDUARDO CUNHA PARA DIA 21

O Tribunal Regional Federal em Porto Alegre agendou para o próximo dia 21 o julgamento de recurso apresentado por Eduardo Cunha contra a sentença de 15 anos de prisão imposta pelo juiz Sérgio Moro, indica a Coluna Radar Online.

Se os desembargadores não acolherem o pleito da defesa, na prática, será praticamente impossível que Cunha consiga deixar a cadeia num futuro próximo. O STF já determinou que as penas devem ser executadas a partir da condenação em segunda instância.

A esperança de Cunha é que o Supremo julgue um habeas corpus impetrado por ele antes de o TRF bater o martelo. Mas o peemedebista pode tirar o cavalo da chuva. Edson Fachin não está nada disposto a analisar o HC até que haja o veredicto do TRF.

Leia mais...

FACHIN PEDE INFORMAÇÕES SOBRE PROCESSO DE EDUARDO CUNHA

O ministro Edson Fachin solicitou informações ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4ª) sobre o andamento de recurso apresentado pela defesa de Eduardo Cunha, em apelação criminal em curso naquela Corte. De acordo com Fachin, ele já havia liberado para julgamento pela 2ª Turma do Supremo dois processos de Cunha, mas decidiu pedir as informações ao TRF-4 após verificar que, após ter pautado os processos, houve a interposição do “agravo interno por parte da defesa” do ex-parlamentar.

No caso, foram liberados para julgamento, no dia 29/09/2017, o agravo regimental no Habeas Corpus e o Recurso Ordinário em Habeas Corpus, ambos contra decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) que manteve a prisão preventiva de Cunha, decretada pela 13ª Vara Federal de Curitiba (PR) no âmbito da Operação Lava-Jato. O recurso na apelação criminal em curso no TRF-4 foi interposto no dia 16.

Segundo Fachin, o “incidente pode repercutir no deslinde processual”. Assim, ele solicitou “informações, com urgência e pelo meio mais expedito (com utilização de e-mail ou fax, se necessário)”, para saber os termos do recurso interposto, inclusive com remessa de cópia das razões recursais, e a eventual previsão de julgamento do agravo.

Leia mais...

CUNHA E A DELAÇÃO “BISCOITO DE POVILHO”

As negociações da Procuradoria-Geral da República (PGR) para a delação premiada do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB), estão encerradas. Os procuradores envolvidos reclamam que o ex-deputado não é capaz de reconhecer sua participação em falcatruas na Petrobras, aponta a revista época.

Segundo os procuradores, Cunha também poupa políticos próximos a ele e não consegue provar as acusações que faz contra o presidente da República, Michel Temer. O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, já havia classificado a proposta de delação de Cunha como “biscoito de polvilho” porque só fazia barulho.

Leia mais...