Plansul
FICC
CVR
Buerarema
COLÉGIO JORGE AMADO
Pref ilheus junho
Ieprol
Navegação na tag

Eleições 2022

PODCAST “SEM FILTRO” AVALIA SALDO DAS ELEIÇÕES DE 2022 PARA ITABUNA E REGIÃO

Nesta quarta-feira, dia 9, vai ao ar mais uma edição do podcast “Sem Filtro”, produzido e exibido pelo canal iPodCasTV no Youtube. O programa, que tem o selo de qualidade do grupo iPolítica, será exibido à partir das 19h30 e vai abordar os principais temas ocorridos durante a semana.

A edição desta semana vai analisar os resultados das Eleições 2022 no âmbito estadual, nacional e qual saldo desse resultado para Itabuna. Além de falar sobre os bastidores da política itabunense, sessão da câmara de vereadores do dia de hoje e denúncias feitas pela população. O Sem Filtro, apresentado por Larissa Borges, Larissa Moitinho e Charliane Sousa, analisa as principais notícias e informações com autenticidade e irreverência.

  Assista acessando o link abaixo.   Leia mais...

O MINISTRO ALEXANDRE DE MORAES DETERMINA INTIMAÇÃO DO DIRETOR-GERAL DA PRF

O min. Alexandre de Moraes determinou a intimação do diretor-geral da Polícia Rodoviária Federal para que apresente, no prazo de 48h, relatório das multas aplicadas em cumprimento à decisão do STF na ADPF 519.

Em decisão de 31/10, referendada pelo Plenário, o ministro determinou a desobstrução de rodovias e vias públicas ilicitamente interditadas e fixou multa de R$ 100 mil por hora para donos de caminhões usados nos bloqueios

No relatório detalhado a ser apresentado à Corte, o ministro Alexandre explicou que deve constar a identificação dos veículos e das pessoas autuadas.

Leia mais...

MANIFESTAÇÃO ANTICONSTITUCIONAL BLOQUEAR A VIA COM VEICULO; MULTA DE TRÂNSITO DE ATÉ R$17.608,20

O bloqueio da via publica seja ela rodovia estadual ou federal, ou ainda avenidas urbanas, sempre foi e continua sendo a forma preferida de protestos e manifestações populares. As pautas sempre foram diversas desde as questões ideológicas e partidárias ate os conflitos sociais.

Essas manifestações são a materialização do direito fundamental que todo cidadão pode exercer – o de reunião, que por sua vez, é definido pelo Exmº Senhor Ministro do STF Alexandre de Moraes como: O direito de reunião é uma manifestação coletiva da liberdade de expressão, exercitada por meio de uma associação transitória de pessoas e tendo por finalidade o intercâmbio de ideias, a defesa de interesses, a publicidade de problemas e de determinadas reivindicações […] (MORAES, 2007, p. 168) Porém, quando esse direito de manifestar-se ocorre sem a devida obediência as “quatro linhas da constituição”, certamente causara sérios prejuízos à sociedade em geral, restringindo a liberdade de locomoção, causando distúrbios no trânsito, prejuízos no comércio, na produção das indústrias, às relações de trabalho, ao acesso das pessoas aos hospitais, escolas, aeroportos etc.

Destaco mais uma vez os ensinamentos do Exmº senhor Ministro do STF Alexandre de Moraes: Nesse sentido, os movimentos reivindicatórios dos trabalhadores – seja por meio de greves, seja por meio de reuniões e passeatas –, não podem obstar o exercício, por parte do restante da Sociedade, dos demais direitos fundamentais, configurando-se, claramente abusivo, o exercício desses direitos que impeçam o livre acesso das demais pessoas a aeroportos, rodovias e hospitais, por exemplo, em flagrante desrespeito à liberdade constitucional de locomoção (ir e vir), colocando em risco a harmonia, a segurança e a Saúde Pública (MORAES, 2002)

Para coibir abusos nessas manifestações e protestos populares com a utilização de veículos. Mas especificamente o bloqueio das estradas feitas por caminheiros no ano de 2015, tendo como pano de fundo o preço do combustível diesel que naquela época era em media R$ 2,50 (dois reais e cinquenta centavos). Foi editada a Medida Provisória 699/15 que depois de referendada pelo Congresso Nacional, foi substituída pela Lei n. 13.281/16, alterando o Código de Trânsito Brasileiro, criando o Art. 235-A que diz: Art. 253-A. Usar qualquer veículo para, deliberadamente, interromper, restringir ou perturbar a circulação na via sem autorização do órgão ou entidade de trânsito com circunscrição sobre ela.

Infração gravíssima com Penalidade – multa agravada pelo fator multiplicador (vinte vezes), ou seja, R$5.869,40 e também suspensão do direito de dirigir por 12 (doze) meses; Medida administrativa – remoção do veículo. No Parágrafo 1º diz: Aplica-se a multa agravada pelo fator multiplicador em 60 (sessenta) vezes aos organizadores da conduta prevista, com valor de R$17.608,20. E ainda aplica-se em dobro a multa em caso de reincidência no período de 12 (doze) meses.

Lembrando que em 2015 a Presidenta Dilma Rousseff autora da Medida Provisória, depois de feito um acordo com as lideranças do movimento, anistiou os caminheiros que foram alcançados pela nova legislação e novos valores de multas e suspensão do direito de dirigir em razão da infração de trânsito. Já na manifestação dos últimos dias a Policia Rodoviária Federal divulgou boletim ontem anunciando que mais de 18 milhões de reais em multas foram aplicados aos manifestantes que atrapalharam o Direito Constitucional de ir e vir do povo brasileiro para pedir as forças armadas uma intervenção militar. Ou seja, cometeram infrações de trânsito para pedir cometimento de um crime constitucional. Desta vez não deverá caber anistia por parte do Presidente da Republica por falta de objeto legal no direito de manifestação.

Gilson Nascimento – Coordenador Regional do Detran-Ba, Policial Militar da Reserva, Bacharel em Administração, Bacharelando em Direito, Especialista em Mobilidade Urbana e Trânsito Pós-graduando em Direito e em Administração Publica e Perito em Acidentes de Trânsito.

Leia mais...

PRF ELIMINOU 192 PONTOS DE BLOQUEIOS EM RODOVIAS, DIZ MINISTRO DA JUSTIÇA

O ministro da Justiça, Anderson Torres, afirmou na manhã desta terça-feira (1º) que a Polícia Rodoviária Federal (PRF) eliminou 192 pontos de bloqueios realizados por manifestantes que protestavam contra a vitória do candidato do PT, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), na eleição presidencial.

Segundo Torres, a PRF segue atuando “ininterruptamente no desbloqueio das estradas”.

Ao menos 22 estados brasileiros e o Distrito Federal possuem manifestações ativas em rodovias na manhã desta terça, segundo levantamento da CNN. O total de ocorrências chega a 273.

Os bloqueios foram confirmados no Acre, Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Maranhão, Minas Gerais, Pará, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins. Com informações CNN Brasil.

Leia mais...

MAIS DE 32 MILHÕES DE ELEITORES SE ABSTEVE DE VOTAR NO SEGUNDO TURNO

Luís Inácio Lula da Silva foi eleito, pela terceira vez, presidente da República nas eleições deste segundo turno realizada neste domingo (30). O petista obtve 50,90% (60.345.999 votos) contra 49,10% (58.206.354 votos) de Jair Bolsonaro (PL). A diferença entre os candidatos foi de 2.139.645 milhões de votos.

Por outro lado, 32.200.558 (20,59%) de eleitores não compareceram as urnas. Já os que compareceram, 1.769.678 (1,43%) votaram em branco e 3.930.765 (3,16%) votaram em nulo. No geral, 124.252.796 de brasileiros saíram de casa para exercer o papel democrático.

Leia mais...

E-TÍTULO PODE SER BAIXADO OU ATUALIZADO ATÉ SÁBADO

Termina neste sábado (29), véspera do pleito do dia 30, o prazo para que os eleitores baixem ou atualizem o e-Título, versão digital que substitui o título de eleitor em papel nas eleições de 2022.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) orienta o eleitorado a seguir regras de utilização e baixar ou atualizar o e-Título o quanto antes, “para evitar dificuldades que possam surgir ao deixar a emissão para a última hora”.

Implementado em 2018, o e-Título pode ser baixado nos celulares para serem apresentados no momento da votação, caso esteja atualizado e com foto. Ele pode ser utilizado também para consultas sobre local de votação, bem como para justificar ausência às urnas, emitir certidão de quitação eleitoral e nada consta criminal, entre outros serviços.

Segundo o TSE, até as vésperas do primeiro turno cerca de 30 milhões de eleitores ativaram o aplicativo no Brasil e no exterior. Desse total, 13 milhões de ativações foram feitas em 2022.

Passo a passo

O download do e-Título é gratuito e pode ser feito em celulares e tablets, para os sistemas Android e iOS, via App Store e Google Play.

“É preciso que você já tenha um registro na Justiça Eleitoral para liberar o título digital, que pode ser acessado a qualquer momento. Após baixá-lo, basta inserir os dados pessoais solicitados e responder a algumas perguntas. Para validar o acesso, as informações são cruzadas com as que constam no sistema da Justiça Eleitoral”, explica o TSE.

Segundo o tribunal, eleitores que já têm o e-Título devem verificar se está tudo certo, mantendo o app atualizado. Dificuldades costumam ser resolvidas com a reinstalação do aplicativo. “Porém, a orientação é que eleitores não deixem para a última hora, pois no dia da eleição não será possível resolver eventuais problemas com o uso do app”.

Leia mais...

MAIS DE 137 MIL MESÁRIOS CONTRIBUIRÃO COM A JUSTIÇA ELEITORAL NO SEGUNDO TURNO NA BAHIA

Durante o 2º turno das Eleições Gerais, marcado para o próximo dia 30 de outubro, o Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) deverá contar com a colaboração de mais de 137 mil mesários. Aqueles que atuaram no 1º turno deverão retornar às respectivas seções eleitorais. Na Bahia, são cerca de 34 mil seções, distribuídas nos mais de 9 mil locais de votação do estado.

Desde 2008, o TRE baiano promove o projeto Mesário Voluntário, para aproximar a sociedade das atividades eleitorais e da função institucional da Justiça Eleitoral. A proposta é facilitar a convocação dos cidadãos e cidadãs para participam das eleições. Este ano, dos 137.801 cidadãos chamados para o trabalho, 37.162 (27%) pertencem ao cadastro de voluntários.

Além de contribuir com o processo democrático brasileiro, os mesários fazem jus alguns benefícios, a exemplo de: 02 (dois) dias de folga por cada dia trabalhado, 01 (um) dia de folga para o dia do treinamento, ambos sem desconto no salário; auxílio-alimentação; critério de desempate em concursos públicos (caso esteja previsto no edital); além de 30 horas de crédito na grade extracurricular nas instituições de ensino superior conveniadas à Justiça Eleitoral.

Ausências

Conforme a página de estatística do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), do total de 137.801 mesários convocados pelo Regional baiano no 1º turno do pleito, 3.040 (2,21%) faltaram aos trabalhos eleitorais no dia 2 de outubro. Esses deverão justificar ausência até o dia 1º de dezembro, quando finda o prazo de 30 dias previsto no artigo 124 do Código Eleitoral. Os que não compareceram ao 1º turno poderão ainda participar do segundo turno das eleições.

A falta não justificada do mesário caracteriza uma infração administrativa, que pode ensejar o pagamento de uma multa que pode variar entre 50% a 100% do valor do salário mínimo vigente – R$ 1.212. O valor exato será estabelecido por um juiz eleitoral. Se o mesário não justificar a ausência nos dois turnos das eleições, a multa será aplicada em dobro.

Aperfeiçoamento

Para melhorar o atendimento dos mesários no segundo turno, a Justiça Eleitoral baiana promoveu um novo ciclo de treinamento dos convocados que atuaram como presidentes de mesa no primeiro turno das eleições deste ano. A capacitação segue até a segunda-feira (24/10), na sede do TRE baiano.

Leia mais...

TSE NEGA PEDIDOS DE RESPOSTA DE LULA CONTRA PROPAGANDA DE BOLSONARO

Nesta quinta-feira (20), o Plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negou dois pedidos de direito de resposta da coligação pela coligação Brasil da Esperança contra a coligação Pelo Bem do Brasil e o candidato à reeleição Jair Bolsonaro. As duas propagandas questionadas associam o candidato Luiz Inácio Lula da Silva aos altos índices de analfabetismo e pobreza da região Nordeste do Brasil. A campanha de Lula pedia a suspensão por meio de uma decisão liminar, que tem caráter de urgência.

O relator do processo, ministro Paulo de Tarso Sanseverino, afirmou que não há elementos indispensáveis à concessão de medida de urgência. Para ele, não se justifica a intervenção da Justiça Eleitoral para suspender a veiculação da propaganda impugnada.

Sanseverino disse, ainda, que não vislumbrou nenhum ataque à honra e à imagem do candidato. “Trata-se, na verdade, de um debate de questões econômicas e políticas, que devem ser debatidas e rebatidas nos próprios programas eleitorais, que no segundo turno, são em tempos exatamente iguais entre os candidatos”, explicou.

A decisão foi unânime.

Leia mais...

GUANAMBI E BARREIRAS SÃO OS DESTINOS DE BOLSONARO NA BAHIA NO PRÓXIMO DIA 25

Já estão definidas as cidades baianas onde o presidente Jair Bolsonaro estará na próxima terça-feira, dia 25. O deputado federal João Roma (PL) informa que Guanambi e Barreiras foram os locais escolhidos para a nova visita do presidente.

Embora a programação não esteja ainda fechada, a expectativa é que Bolsonaro desembarque às nove horas, no aeroporto de Guanambi. Depois seguirá do Sudoeste para o Oeste baiano, aterrissando em Barreiras.

Leia mais...

SUPREMO AUTORIZA TRANSPORTE GRATUITO PARA O SEGUNDO TURNO DAS ELEIÇÕES

O Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) confirmou a decisão do ministro Luís Roberto Barroso que autoriza prefeituras e empresas concessionárias de todo o país a oferecerem transporte público gratuito no próximo dia 30, quando haverá o segundo turno da eleição para presidente da república e para governador (em 12 estados). A sessão virtual extraordinária do colegiado terminou às 23h59 desta quarta.

Além do relator, votaram pelo referendo as ministras Rosa Weber (presidente) e Cármen Lúcia e os ministros Dias Toffoli, Luiz Fux, Ricardo Lewandowski, Edson Fachin, Alexandre de Moraes e Gilmar Mendes. O ministro Nunes Marques divergiu, ao votar por negar referendo à liminar. Já o ministro André Mendonça se pronunciou no sentido de confirmar parcialmente a decisão.

Garantia Constitucional

A decisão de Barroso foi tomada no âmbito da Arguição de Descumprimento Fundamental (ADPF) 1013, atendendo a pedido de esclarecimento feito pela Rede Sustentabilidade, partido que ajuizou a ação. O oferecimento do transporte gratuito não poderá motivar punições eleitorais ou por improbidade a agentes públicos e às concessionárias e, por se tratar da garantia constitucional do direito de voto, não pode haver nenhuma discriminação de posição política. No primeiro turno das eleições, o ministro Barroso já havia determinado que o transporte público no domingo da votação não sofresse redução.

O ministro, no entanto, não acolheu o pedido da Rede para que o fornecimento do serviço fosse obrigatório no segundo turno, mas confirmou o entendimento de que o transporte deve ser mantido nos níveis normais dos dias úteis, sem redução específica no domingo das eleições. No caso de descumprimento dessa determinação, os gestores podem responder por crime de responsabilidade. Os municípios que já forneciam transporte gratuito em domingos ou dias de eleição não podem interromper a prática no dia 30 de outubro.

Leia mais...

MINISTÉRIO PÚBLICO FAZ RECOMENDAÇÃO CONTRA AMEAÇAS DE PREFEITOS A FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS DURANTE AS ELEIÇÕES

O Ministério Público estadual, por meio da Promotoria de Justiça da Comarca de Saúde e das Promotorias Eleitorais com atuação na 115ª e na 149ª Zonas Eleitorais da Bahia, recomendou aos prefeitos dos Municípios de Caldeirão Grande e Ponto Novo que não ameacem e/ou demitam agentes públicos, inclusive terceirizados, por não votarem em candidatos apoiados pelos referidos prefeitos.

A recomendação conjunta expedida sexta-feira, dia 7, considerou dois inquéritos civis que apuram as condutas dos prefeitos após as eleições do último domingo. Os mandatários teriam afirmado que os funcionários que não votassem nos candidatos indicados seriam desligados de suas funções.

Na recomendação, o MP considerou, ainda, vídeos divulgados nas redes sociais que mostram as falas dos prefeitos. O MP está avaliando quais outras medidas serão tomadas.

Leia mais...

COOPERAST REAFIRMA APOIO A JERÔNIMO RODRIGUES NA BAHIA

Representantes da Cooperast reafirmam compromisso de apoio a Jerônimo Rodrigues, candidato a governador da Bahia pelo PT. No encontro que ocorreu nesta quinta-feira (6), em Itabuna, os diretores participaram ativamente, ao lado do deputado estadual Rosemberg Pinto.

Segundo o presidente da Cooperast Marcello Layandys: “É fundamental que a instituição apoie o candidato que trabalha em defesa de propostas políticas, que defenda a agricultura familiar, fortalecendo assim as ações da cooperativa”.

Leia mais...

LÍDICE CRITICA BOLSONARO POR CONFISCO DE R$ 2,4 BI DOS IFS E DISPARA: “QUER USAR DINHEIRO PÚBLICO NAS ELEIÇÕES, MAS VAI PERDER NAS URNAS”

A deputada federal Lídice da Mata disse, nesta quarta-feira (5), em vídeo nas redes sociais, que o Governo Bolsonaro contingenciou R$ 2,4 bilhões que seriam repassados aos Institutos Federais de Educação para apostar a sua última cartada para o projeto pessoal de reeleição.

“Os Institutos Federais poderão chegar a uma situação de não ter como pagar os seus servidores. Eles estão buscando fazer um derrame de dinheiro para as eleições e ameaçam a saúde, a educação e diversos setores, mas vamos responder mas urnas”, disse.

A parlamentar destacou ainda que Lula ganhará as eleições e o desespero já bate à porta do atual ocupante do Palácio do Planalto. Na Bahia, Lídice também se mostra confiante com a vitória de Jerônimo Rodrigues. “O povo baiano já deu seu recado e as urnas confirmarão o nosso candidato como próximo governador, finalizou.

Leia mais...

BAGO DE JACA– ESPECIAL ELEIÇÕES 2022

Os resultados do primeiro turno das Eleições Gerais de 2022 foram promulgados pela Justiça Eleitoral e, a julgar pelos números, o iPolítica não poderia deixar de analisá-los e produzir uma coluna “Bago de Jaca” especialmente para destacar os principais acontecimentos desta eleição.

A VERDADE DAS PESQUISAS

Quando se olha para o resultado em primeiro turno para as eleições presidenciais, muitos podem concluir que os principais institutos de pesquisa do país erraram quando apontavam o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva com 50% das intenções de voto e o atual presidente da República, Jair Bolsonaro, candidato à reeleição, em segundo lugar, na casa dos 37 pontos percentuais. No resultado, a diferença entre Lula e Jair foi bem menor do que o que se apontou pelas pesquisas e essa realidade é possível de se compreender quando ao se proceder as análises, todas elas tinhas margens de erros percentuais que variaram entre dois e três pontos para mais ou para menos, nível de confiabilidade na casa dos 95% e informações ainda mais curiosas que passavam despercebidas: quando perguntados, na média 6% dos entrevistados não sabiam ou não responderam às pesquisas, o que por si só explica a diferença menor de votos entre Lula e Bolsonaro do que aquela que aparecia nos números antes da eleição.

OS NÚMEROS PARA PRESIDENTE

Considerando, portanto, os números apresentados, colocando Lula com 50% e Bolsonaro com 37%, esses 6% que não sabiam ou que não responderam são os que fizessem com que Lula chegasse aos seus 48,43% (os dois pontos percentuais para baixo previstos) e Bolsonaro aos 43,20% (número maior do que os que foram apresentados), com detalhe que, sobre essa votação, embora num primeiro momento pareçam números irrisórios e insignificantes, sobre o seu resultado ainda aparecem, considerando todo o território nacional, 1,59% de votos brancos e 2,82% de votos nulos, o que totaliza quase 4,5% de eleitores que não votaram. O desafio dos dois postulantes, portanto, é conquistar esse eleitorado, que pode fazer muita diferença no resultado final do dia 30 de outubro, data do segundo turno.

JERÔNIMO SURPREENDEU

Na majoritária estadual, ainda que parecesse discurso ideológico puro e simples, o Partido dos Trabalhadores (PT) confirmou o que vinha apresentando nas campanhas, que foi o crescimento vertiginoso do candidato desconhecido professor Jerônimo Rodrigues, especialmente quando os principais institutos de pesquisas colocavam vitória em primeiro turno para o candidato do União Brasil (UB), ACM Neto, que sentiu o resultado como um soco no estômago do qual ele ainda está se recuperando, frente à diferença de quase dez pontos percentuais entre o primeiro e o segundo colocados.

ONDE BUSCAR OS VOTOS

Para o segundo turno da Bahia, portanto, quando Jerônimo não ganhou por um milímetro de possibilidade, Neto precisa dos 10 pontos percentuais para vencer a eleição e tenta arrebanhá-los no eleitorado do agora ex-candidato João Roma (PL), que conquistou exatos 9,08% do eleitorado. Jerônimo pretende ampliar o seu favoritismo buscando os 2,67% dos eleitores que votaram em branco e os 5,64% que anularam, totalizando-se aí pelo menos 8,31% de votos a mais. Aliado a isso, tem o eleitorado de Kleber Rosa do PSOL, que deve declarar ainda hoje apoio ao petista. Rosa teve 48.239 votos, equivalente a 0,59%, que seriam suficientes para liquidar a fatura no primeiro turno.

SEGUNDO TURNO ACIRRADO, TANTO LÁ QUANTO CÁ

Muita emoção, portanto, se espera para um segundo turno que promete ser disputadíssimo, tanto na majoritária presidencial, quanto na majoritária estadual.

LULA TERÁ DIFICULDADE, SE VENCER?

O retrato do novo Congresso Nacional pode sim colocar o presidente Lula na sua gestão mais difícil no que se refere à relação do presidente eleito com a nova composição do legislativo federal, tanto em nível de Senado, quanto de Câmara, já que uma ampla maioria de eleitos nos estados vieram da base de apoio do atual presidente.

E JERÔNIMO?

Já o candidato a governador Jerônimo Rodrigues, se confirmar em segundo turno a vitória que teve no primeiro, estará, em tese, com a faca e o queijo na mão, já que a maior parte dos eleitos para a Assembleia Legislativa da Bahia, destacando partidos como o próprio PT, PSD e PCdoB formam maioria naquela casa, a partir de 2023.

E POR FALAR EM ASSEMBLEIA…

O Sul da Bahia ganhou por um lado e perdeu por outro nesta eleição. Ganhou com a eleição de Fabrício Pancadinha (SD) para deputado estadual, com os seus 27.338 votos. Esse foi o gol que bateu na trave e entrou, pormenorizando Marcone Amaral (PSD), que conquistou 32.917 votos e Zé Alberto, do PSB (candidato do prefeito de Itabuna, Augusto Castro) que conquistou 41.110 votos. Pancadinha recoloca a cidade de Itabuna no mapa de representação na ALBA, depois de quatro anos em que a cidade ficou ociosa de representantes. Cabe comentar também a vitória de Soane Galvão (PSB), esposa do prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, com os seus 61.399 votos conquistados. Ela foi uma das sete mulheres eleitas para a próxima legislatura, reduzindo a bancada feminina em três vagas em relação a atual composição.

A VITÓRIA DAS MULHERES

Embora o número de candidaturas femininas em 2022 tenha sido maior do que as eleições de 2018 e, a partir dos resultados a Assembleia Legislativa da Bahia passe a contar, a partir de 2023, com três vagas a menos entre elas, foi significativa e histórica a Bahia ter tido pela primeira vez uma mulher como a candidata mais bem votada do estado, Ivana Bastos (PSD), que teve nada mais nada menos do que 118.417 votos. Se uma eleição feminina já aumenta em muito a responsabilidade daquela que foi eleita, essa responsabilidade ganha contornos ainda maiores quando uma das oito eleitas é a mais bem votada da Bahia.

QUEM É IVANA BASTOS?

Ivana Bastos é empresária, dona de uma emissora de rádio em Guanambi, de onde vem sua base política, somada principalmente com Caetité e Salvador, cidades por onde passou e estudou. É formada em Administração pela Universidade do Norte do Paraná.

PARA FEDERAL…

Itabuna perdeu. Ganhou, mas perdeu. A cidade conseguiu votações expressivas para alguns candidatos, mas não o suficiente para eleger qualquer um que fosse. Guinho (UB), conseguiu 15.218 votos; Dr. Isaac Nery (Republicanos), 15.155 votos; Capitão Azevedo (11.871 votos). Como a próxima eleição começa, assim que a atual termina, esses nomes poderão estar na lista dos possíveis prefeituráveis de 2024 de Itabuna.

AUGUSTO DE BEM COM PAULO MAGALHÃES

Embora o seu candidato a deputado estadual, Zé Alberto, tenha tido um bom número de votos, mas não tenha sido eleito, o prefeito de Itabuna Augusto Castro conseguiu fazer o dever de casa no que se refere à reeleição de Paulo Magalhães (PSD), que conseguiu 107.093 votos. Em Itabuna, Magalhães teve mais de 5 mil votos, aqueles que o prefeito considera advindos dos seus mais fiéis escudeiros. Na frente dele, somente os candidatos que são da cidade: Guinho, Dr. Isaac Nery e Capitão Azevedo.

Vice-prefeito de Itabuna Enderson Guinho

E GUINHO, COMO FICA?

Embora tenha sido o candidato federal mais bem votado da cidade, o fato de não ter sido eleito fez com que o vice-prefeito de Itabuna, Guinho, em tese, perdesse força política na cidade. É o que dizem alguns analistas políticos da região. “Ele apostou alto nesta eleição, rompeu com o prefeito Augusto Castro, entregou cargos na gestão que eram ocupados por seus apoiadores e, agora, terá de aguardar até 2024 para convencer o eleitor de que merece uma chance de eleger-se”, disse um deles à Coluna. Por enquanto, como ele mesmo anunciou ao romper com o chefe do executivo municipal, estará trabalhando como “fiscal da prefeitura”.

POR QUE ITABUNA NÃO ELEGEU NENHUM FEDERAL?

O candidato mais bem votado de Itabuna teve 11,54% dos votos na cidade. Os votos brancos e nulos somaram quase 8,5%. Se esses votos fossem para algum dos candidatos que melhor pontuaram no município, poderia ter feito a diferença para que a cidade tivesse um representante nato no Congresso Nacional. Ou seja: a culpa é dos que votaram em branco ou anularam os seus votos somado aos votos dos chamados forasteiros. Sem possibilidade de transferência de responsabilidades para quem quer que seja.

PEGOU MAL

O vídeo que viralizou de um cavalo passeando em plena Avenida do Cinquentenário em Itabuna, nesta segunda-feira (03), em pleno horário de rush, pegou mal para a Secretaria de Transporte e Trânsito (que, na verdade, nem chega a ser a responsável direta pelo fato) e para a Secretaria de Saúde, citando a Central de Zoonoses, que foi chamada para buscar o animal. Para a TV Santa Cruz, que exibiu o vídeo na edição de ontem do BA-TV, houve o famoso “Nós tentamos contato com a Central de Zoonoses de Itabuna, mas não obtivemos resposta”.

Leia mais...