Plansul
COLÉGIO JORGE AMADO
Buerarema
Pref ilheus junho
Ieprol
Navegação na tag

Evangélicos

ILHÉUS: CÂMARA APROVA PROJETO DE LEI PARA IMPLANTAÇÃO DA SEMANA MUNICIPAL DA CULTURA EVANGÉLICA

A iniciativa da criação deste Projeto de Lei partiu do vereador Alzimário Belmonte, o Gurita (PSD) e foi aprovada por no plenário da Câmara de Vereadores de Ilhéus. A Semana Municipal da Cultura Evangélica será comemorada na semana da bíblia que acontece sempre na segunda semana que antecede o segundo domingo do mês de dezembro.

O projeto entende como trabalho evangélico e manifestações artísticas a apresentação de coral com arranjos e hinos de louvor e adoração; peças de teatro de temas bíblicos; gincanas desportivas integrando os membros da igreja com a comunidade e feira de livros evangélicos.

De acordo com o propositor da Lei, a “Semana Municipal da Cultura Evangélica” destina-se ao congraçamento das igrejas evangélicas, independentemente da ordem denominacional protestante, sejam elas tradicionais luteranas, metodistas, batistas, presbiterianas, adventistas, pentecostais ou neopentecostais”, explicou Gurita.

Semana de valorização do patrimônio histórico e cultural

Outro projeto de Lei também do vereador Gurita (PSD) foi aprovado durante Sessão Ordinária que inclui a Semana de Valorização do Patrimônio Histórico e Cultural no calendário oficial de eventos e festas do município. A comemoração da data será realizada, anualmente, na semana que compreende o Dia Nacional do Patrimônio Histórico, em 17 de agosto. Os poderes executivo e legislativo em conjunto com o Conselho Municipal de Cultura, Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, poderão promover uma série de ações e atividades, juntamente com entidades ligadas ao setor e a sociedade civil, para debater a importância histórico-cultural dos Patrimônios Públicos.

Leia mais...

ALEXANDRE FROTA SE FILIA AO PEN E CONSTRANGE EVANGÉLICOS

O ex-ator pornô Alexandre Frota filiou-se ao PEN, que, em breve, deve mudar de nome para Patriota. De acordo com a coluna Estadão, membros evangélicos do partido em São Paulo ficaram constrangidos com a entrada dele.

Dizem que os filmes protagonizados pelo ator são aviltantes. O comando da legenda não deu importância, assim como o ex ator, que alega estar cursando sociologia.

A aposta é de que Frota será um bom puxador de votos e facilitará a eleição do presidente Adilson Barroso, também para a Câmara.

Leia mais...

ILHÉUS: AMEI OFERECE CAFÉ DE COMUNHÃO PARA LÍDERES E PASTORES

A Associação dos Ministros Evangélicos de Ilhéus – AMEI, oferecerá um café de comunhão para os Pastores(as) e Líderes da cidade. Na oportunidade, haverá a eleição da nova diretoria que terá exercício para o próximo biênio 2018/2019.

O evento será no sábado, 9, a partir dàs 08h30, na Comunidade Apostólica Efraim, localizada na Av. Ubaitaba, 2262 Barra (Prox. a Passarela do São Miguel).

Leia mais...

DEPUTADO DEFENDE A CRIMINALIZAÇÃO DA HOMOFOBIA

Antes da Caminhada do Orgulho LGBTI (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transexuais, Transgêneros e Intersexuais) de Salvador, domingo (10), no centro da cidade, o Grupo Gay da Bahia (GGB) homenageou personalidades e empresas que inovaram em ações voltadas à diversidade, em cerimônia no Teatro Castro Alves. O deputado federal Bacelar, líder do Podemos no estado recebeu o prêmio, na 16ª edição do evento.

Bacelar foi homenageado por ter apresentado a PEC 158, que reconhece como entidade familiar o núcleo social formado por duas ou mais pessoas unidas por laços sanguíneos ou afetivos. A iniciativa fez com que os cartórios passassem a validar nos documentos de crianças e jovens, a presença de duas mães ou dois pais. Ele é autor também do projeto que suspende a proibição de homossexuais doarem sangue. “ A atuação de Bacelar na Comissão do Estatuto da Família motivou a nossa escolha. O deputado luta em Brasília para acabar com o preconceito e criminalizar o extermínio de quem é diferente”, ressaltou o presidente do GGB da Bahia, Marcelo Cerqueira.

No discurso de agradecimento, Bacelar denunciou a pressão da bancada evangélica na Câmara dos Deputados para não transformar a homofobia em crime. “ Não vamos mais permitir a omissão das autoridades em adotar as providências para evitar que um homossexual seja assassinado a cada 23 horas, em algum ponto do Brasil. Precisamos mudar essa triste realidade”, defendeu.

Leia mais...