Sicoob
Plansul
CVR
Buerarema
COLÉGIO JORGE AMADO
Pref ilheus junho
Ieprol
Navegação na tag

Gaeco

OPERAÇÃO ‘THÉMIS’ CUMPRE MANDADO DE BUSCA E APREENSÃO EM VITÓRIA DA CONQUISTA

Uma operação com o objetivo de apurar a autoria do crime de ameaça de morte contra um(a) Juiz(a) de Direito de uma das Varas da Comarca de Vitória da Conquista foi realizada hoje, dia 24, pelo Ministério Público estadual, por meio dos Promotores de Justiça de Vitória da Conquista , em atuação conjunta com o Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco), contando ainda com o apoio do Núcleo de Combate aos Crimes Cibernéticos (Nucciber). A operação apreendeu tablets, celulares e comprovantes de transações bancárias.

Denominada de “Thémis”, a operação cumpre, em Vitória da Conquista, um mandado de busca e apreensão na residência do principal alvo das investigações, expedido pela 2ª Vara Criminal da Comarca do município. São apurados, nesta investigação ministerial, além do crime de ameaça, o cometimento dos delitos de denunciação caluniosa e fraude processual. O alvo da operação, principal suspeito do cometimento dos crimes sob investigação, foi identificado após um esforço investigativo, através de diligências de campo e, ainda, através de medidas judiciais e administrativas na seara cibernética.

(mais…) Leia mais...

GAECO CUMPRE MANDADOS DE BUSCA EM OPERAÇÃO QUE INVESTIGA GRUPO CRIMINOSO COM ATUAÇÃO NO DETRAN-BA

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público estadual, em conjunto com a Polícia Civil, cumpriu na manhã de hoje, dia 11, quatro mandados de busca e apreensão em continuidade à “Operação Cartel Forte”, que investiga um esquema criminoso montado na prestação de serviço de estampamento de placas veiculares junto ao Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran-Ba).

Os mandados foram cumpridos no Serviço de Atendimento ao Consumidor do Shopping Salvador (SAC-Shopping Salvador) e na sede do Detran, onde trabalham os novos investigados, e nas residências deles nesta cidade, situadas nos bairros Praia de Armação e São Caetano. Ao todo foram apreendidos quatro celulares, dois notebooks, três pendrives, além de documentos diversos e informações diretamente colhidas na base de dados do Detran.

Fotos: Humberto Filho (Cecom / MP-BA)

Provas colhidas na fase anterior da operação revelaram a existência de um novo modo de atuação para favorecer as empresas estampadoras de placas, que consistia na prática rotineira do vistoriador, em troca de propina, “condenar” (termo usado para reprovar) as placas automotivas no momento das vistorias, de forma premeditada, para obrigar os condutores a adquirirem um novo par de placas.

A corrupção foi comprovada após a análise preliminar feita no aparelho celular de Catiucia de Souza Dias, denunciada no dia 25 de fevereiro, apreendido por ocasião da deflagração da primeira fase da operação. Os investigadores identificaram diversos diálogos no aplicativo WhatsApp, que descortinaram todo o trâmite de uma parceria criminosa também no segmento de vistoria veicular.

O Gaeco reforçou ainda que não terminou de analisar todo o material apreendido e segue empenhado para verificar a participação de outros envolvidos e novos indícios de crimes praticados dentro do Detran.

Leia mais...

ITABUNA: OPERAÇÃO FORTUNA CUMPRE MANDADOS DE PRISÃO CONTRA POLICIAIS MILITARES

Uma operação desencadeada pelo Ministério Público da Bahia, com o apoio do Grupo Especial de Combate ao Crime Organizado – Gaeco e da Polícia Rodoviária Federal – PRF, cumpre nesta sexta-feira (25) diversos mandados de prisão temporária contra policiais militares. Segundo o site Bahia Notícias, a operação visa combater uma milícia que atua no interior do estado.

Batizada de Fortuna, a operação cumpre oito mandados de prisão contra militares nos municípios de Itabuna, Ilhéus, Ubatã, Uruçuca, Ipiaú e Vitória da Conquista e 18 de busca e apreensão. De acordo com o Ministério Público, essa organização criminosa teria praticado diversos crimes de homicídio, intimidação coletiva e possível recebimento de valores, ações que caracterizam atividade miliciana.

O iPolítica esta acompanhando o caso.

Leia mais...

BAHIA: OPERAÇÃO DIRTY WEB PRENDE 12 PESSOAS EM FLAGRANTE ACUSADAS DE PEDOFILIA

Computadores, tablets, aparelhos celulares, documentos e objetos usados para a prática de pedofilia foram apreendidos hoje, dia 31, pela “Operação Dirty Web”, voltada a reprimir delitos de armazenamento, troca, disponibilização, transmissão e comercialização de imagens e vídeos que contenham cenas de sexo explícito ou pornográficas envolvendo crianças e adolescentes. Realizada pelo Ministério Público do Estado da Bahia, por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas e Investigações Criminais (Gaeco) e da 1ª Promotoria de Justiça de Itamaraju, a operação cumpriu 19 mandados de busca e apreensão e prendeu, até agora, 12 pessoas em flagrante nos municípios de Salvador, Alagoinhas, Aratuípe, Baianópolis, Cruz das Almas, Feira de Santana e Simões Filho. A operação continua em cuirso. Uma coletiva será realizada às 11h na sede do MP, no bairro de Nazaré.

Os mandados foram expedidos pela 1ª Vara dos Feitos Relativos a Delitos Praticados contra Criança e Adolescente da Capital, pela 2ª Vara Criminal de Alagoinhas, pelas Varas Criminais de Nazaré, Baianópolis e Cruz das Almas e pelas 1ª Varas Criminais de Feira de Santana e Simões Filho. A investigação contou com o apoio técnico da Divisão de Capturas do Departamento de Capturas e Delegacias Especializadas (DECADE/PCSP), da Coordenadoria de Segurança Institucional e Inteligência do Ministério Público do Estado da Bahia (CSI) e do Departamento de Polícia Técnica do Estado da Bahia (DPT). Colaboraram, ainda, com a ação a Polícia Civil do Estado da Bahia, através do Departamento de Polícia do Interior (DEPIN), do Comando de Operações Especiais (COE), do Departamento de Polícia Metropolitano (DEPOM) e do Departamento de Crimes contra o Patrimônio (DCCP), além de diversos promotores de Justiça do Estado, que auxiliaram no cumprimento dos mandados.

Leia mais...