Plansul
COLÉGIO JORGE AMADO
Buerarema
Pref ilheus junho
Ieprol
Navegação na tag

IFBaiano

AMURC E IFBAIANO FORTALECEM PARCERIA ENTRE MUNICÍPIOS DA REGIÃO

O presidente da Amurc e prefeito de Itajuípe, Marcone Amaral, recebeu o diretor Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano – Ifbaiano, Daniel Carlos Pereira e o professor Joaldo Luz, coordenador de cursos técnicos de Educação a Distância, nesta quinta-feira, 20, na Associação.

Representantes do Instituto apresentaram o projeto de núcleos de capacitação do Ifbaiano que poderão ser implantados nos municípios associados à Amurc. Foi marcada uma visita técnica presencial no Instituto Federal, em Uruçuca, com a intenção de conhecer as instalações que são destinadas para esse tipo de capacitação a distância. “Com isso, a Amurc segue abrindo o diálogo para o fortalecimento dos municípios”, destacou Marcone.

Leia mais...

UFSB E IFBAIANO CELEBRAM CONVÊNIO PARA COMPARTILHAR RECURSOS E LABORATÓRIOS

Um acordo de cooperação técnica assinado hoje (30) formalizou parceria entre a Universidade Federal do Sul da Bahia UFSB e o Instituto Federal Científico e Tecnológico Baiano (IFBaiano) para o compartilhamento da estrutura do Centro de Tecnologia de Alimentos do instituto federal. A cooperação vai permitir o compartilhamento de recursos e de espaços laboratoriais.

O acordo trata do compartilhamento da estrutura laboratorial do IF Baiano, transferência de recursos financeiros da UFSB e emprego compartilhado dos recursos humanos das duas instituições. Isso vai abrir caminho para projetos e programas de ensino, pesquisa e extensão. O IFBaiano e a UFSB já trabalham em parceria acadêmica desde 2015, e a negociação para a construção da proposta começou em abril de 2016.

A nova iniciativa visa aproveitar o espaço do Centro de Tecnologia de Alimentos do Campus Uruçuca do IFBaiano. O CTA possui quatro salas de aula; cinco laboratórios analíticos (microbiologia, bioprocessos, química, análise sensorial e análise de alimentos); uma sala de reuniões; quatro gabinetes para professores; quatro depósitos para insumos; depósito para produtos acabados, banheiros e vestiários; cinco laboratórios para processamento de alimentos (um para processamento de leite e derivados, um para processamento de carne e pescados, um para processamento de vegetais, um para panificação e tubérculos e um para processamento de cacau e chocolate); uma área de convivência e uma área de utilidades industriais (vapor, ar comprimido, água gelada).

A expectativa é de alavancar o desenvolvimento da região nos setores de biotecnologia e tecnologia de alimentos através dos diversos tipos de projetos que podem ser conduzidos a partir dessa parceria, e também por meio da formação de profissionais especializados nesses setores.

Leia mais...