Preto no Branco
Câmara de Vereadores
Ieprol
Ubaitaba Inst novo
Buerarema
URUÇUCA
Vidro Tech
Navegação na tag

Mangabeira

ITABUNA: MANGABEIRA E AZEVEDO APARECEM TECNICAMENTE EMPATADOS, APONTA SÓCIO ESTATÍSTICA

O médico Antônio Mangabeira e o ex-prefeito Capitão Azevedo, tecnicamente empatados, seguidos pelo ex-deputado estadual Augusto Castro, todos na casa dos dois dígitos, são os principais nomes presentes no momento, na corrida eleitoral de 2020 em Itabuna. É o que aponta a primeira rodada de pesquisas realizada pela empresa Sócio Estatística, contratada pelo programa “Bom Dia Bahia” da Rádio Difusora e a AM3-Assessoria & Consultoria em Comunicação, em parceria com o jornal Diário Bahia, os blogs Pimenta e iPolitica e a TV Itabuna.

O levantamento analítico, realizado no período de 28 de agosto a 01 de setembro, ouviu 802 eleitores – que corresponde a 4% de erro amostral – em oito zonas itabunenses: Califórnia, Centro, Fátima, Nova Itabuna, Santa Inês, Santo Antônio, São Caetano e São Pedro. Envolveu um universo de doze nomes de possíveis candidatos à disputa da Prefeitura: Capitão Azevedo, Augusto Castro, Antônio Mangabeira, Edmilton Carneiro, Eric Júnior, Fernando Gomes, Geraldo Simões, Maruse Dantas, Son Gomes, Babá Cearense, Jairo Araújo e Charliane Sousa.

Num cenário estimulado, quando são citados os nomes dos possíveis postulantes ao Centro Administrativo Firmino Alves – incluindo o prefeito Fernando Gomes – Antônio Mangabeira tem 20,6% das intenções de voto, Capitão Azevedo aparece em seguida com 17,2% e Augusto Castro com 12,4%. Geraldo Simões aparece com 5,8%; Fernando Gomes, 4,0%; Charliane Sousa, 1,9%; Edmilton Carneiro, 1,9%; Eric Júnior, 1,9%; Jairo Araújo, 1,2%; Babá Cearense, 0,7%; Maruse Dantas, 0,2%. Para 18% dos entrevistados, nenhum desses nomes merece o voto para prefeito de Itabuna, enquanto que 7,8% não souberam. 6,2% apontaram outros candidatos.

Num segundo cenário estimulado, sem a presença de Fernando Gomes, substituído pelo secretário de Administração Son Gomes, Mangabeira aparece com 20,9% das intenções de voto, enquanto que Capitão Azevedo cresce para 18,5% e Augusto Castro permanece com 12,4%. Geraldo Simões mantém os 5,8%; Edmilton Carneiro, 1,9%; Eric Júnior, 1,9%; Charliane Sousa, 1,7%; Jairo Araújo, 1,2%; Babá Cearense, 0,7%; Maruse Dantas, 0,2%. Son Gomes tem 1,7%. Nulo/branco, 18,3%; não responderam 8,2%, e 6,5% apontaram outros candidatos.

Quando o cenário é reduzido, com apenas cinco pré-candidatos – Antônio Mangabeira, Augusto Castro, Capitão Azevedo, Eric Junior e Geraldo Simões – Mangabeira mantém os 20,8%, Azevedo cresce para 19,2% e Augusto permanece com 12,9%. Geraldo tem 6,1% e Eric Júnior sobe para 2,7%. Nulo/branco, cresce para 24,3%, e não responderam e 14,1% não souberam.

Leia mais...

ITABUNA: FILHO DE MANGABEIRA VAI PRESIDIR O PODEMOS

O filho do médico e pré-candidato a prefeito de Itabuna, Antônio Mangabeira, Rafael Mangabeira, será o presidente do Diretório Municipal do Podemos. Mangabeira já é presidente do PDT, tendo a esposa, Célia Kalil, como Vice-presidente.

O anúncio foi feito pelo Presidente estadual do Podemos, Deputado Estadual, Bacelar, em reunião nesta segunda-feira, 2. O Parlamentar disse que a aliança com o PDT é importante para a cidade.”Queremos um futuro melhor para esse importante pólo regional”, disse Bacelar.

O Podemos em Itabuna era presidido pelo empresário Rafael Moreira, que disputou as eleições para Deputado Estadual em 2018. Ele afirmou ao iPolitica que foi avisado pela Direção da Estadual da aliança com o PDT e preferiu deixar o partido. “Não aceito nenhuma aliança com Mangabeira pois não comungo com os métodos e ideias utilizados por ele.”, cutucou Rafael.

Leia mais...

ITABUNA: RONALDÃO CHAMA MANGABEIRA DE IMORAL, INDECENTE E DESEQUILIBRADO

O vereador Ronaldão (PMN) teceu duras críticas ao presidente do PDT de Itabuna, Antônio Mangabeira. No plenário da Câmara de Vereadores, o parlamentar disse inicialmente que o ex-candidato a deputado federal é desequilibrado. Essa resposta um tanto, ríspida, é em função de Mangabeira ter distribuído panfletos pela cidade acusando os vereadores de estarem participando de um esquema para a venda da EMASA (relembre aqui).

Os comentários prosseguiram com Ronaldão afirmando que Mangabeira é “indecente e imoral (e não dá pra ser um político)”, pelo fato de que até o único vereador do PDT, Enderson Guinho, foi acusado irresponsavelmente pelo mesmo, atacando assim o próprio partido. Ronaldão seguiu afirmando que “pela ganância de ser prefeito, Mangabeira desrespeitou professores, policias, pastores e todos os demais integrantes da casa”.

Leia mais...

ITABUNA: ITABUNA: EM LITÍGIO COM O PDT, ENDERSON GUINHO PODE DEIXAR O PARTIDO

O clima no PDT itabunense não anda muito bom. Segundo informações, a relação entre o ex-candidato a Deputado Federal, Antônio Mangabeira, e o Vereador Enderson Guinho está cada dia mais estremecida. Fonte ligada ao partido informou que o médico, no período eleitoral irritou-se com o vereador, que foi candidato a deputado estadual, pelo fato de não ter tido apoio de grupos jovens da Igreja Católica, fato não confirmado, na época, pelas assessorias de ambos.

Agora, no período pós-eleitoral, o PDT realizou eleição para novo comando do diretório de Itabuna, sem nem ao menos consultar o parlamentar do partido. Mangabeira foi reeleito presidente, com a esposa, Célia Kalil, como vice e um filho também fazendo parte da diretoria. “É praticamente um partido familiar”, disse um filiado antigo.

Analistas políticos ouvidos pelo iPolítica, afirmaram que Mangabeira queria ter a mesma votação obtida por Fernando Gomes na eleição de 2016, cerca de 34 mil votos, e investiu pesado pra isso. Alcançou pouco mais de 19 mil, repetindo a mesma votação que teve para prefeito dois anos antes. Outra questão foi a votação considerada expressiva obtida por Guinho nas eleições de outubro, onde alcançoi mais de oito mil votos para a Assembleia Legislativa.

Segundo apurou o iPolítica, em virtude dessa “exclusão” do vereador, até mesmo das reuniões do partido, outras legendas tem feito sondagens constantes, inclusive oferecendo cabeça de chapa para eleição majoritária em 2020. Ouvido pelo Blog, Guinho se esquiva e diz que tem se dedicado a fiscalizar o que ele chama de “desmandos do prefeito Fernando Gomes”, mas não descarta a possibilidade de um candidatura a prefeito. “Meu pensamento e minhas ações estão voltados para a fiscalização do executivo e quanto a possível candidatura, se for da vontade de Deus, vamos avaliar.”. O blog também tentou contato com o médico Antônio Mangabeira, não obteve resposta.

Leia mais...

ITABUNA: MANGABEIRA ANUNCIA PRÉ-CANDIDATURA

O médico e ex-candidato a prefeito de Itabuna, Antônio Mangabeira, anunciou agora há pouco sua pré-candidatura a Deputado Federal pelo PDT. O comunicado oficial foi dado aos filiados na sede do partido.

Foram anunciados também os nomes do vereador Enderson Guinho, Celso Soares, Berimbau do Axé da Sorte e professor Marcos Vinicius como pré-candidatos a deputado estadual.

Leia mais...

ITABUNA: FERNANDO GOMES PROCESSA MANGABEIRA

O clima esquentou entre o prefeito de Itabuna Fernando Gomes e o médico e ex-candidato a prefeito Antônio Mangabeira (PDT). Irritado devido a uma nota pública emitida pelo PDT em meados de dezembro, Gomes ordenou que seu corpo jurídico processasse o médico. No documento, distribuído em toda cidade, inclusive no Centro Administrativo Firmino Alves, são feitas várias acusações e críticas ao prefeito. (Relembre),

Segundo apurou o Blog Ipolítica, Fernando Gomes disse que Mangabeira terá que provar quais são os contratos fantasmas e onde estão os roubos citados na nota. Procurado pelo Blog, o ex-prefeiturável ainda não se pronunciou sobre o assunto.

Leia mais...

EM NOTA, PDT DIZ QUE ITABUNA NÃO SUPORTA MAIS FERNANDO GOMES

O Diretório do Partido Democrático Trabalhista – PDT, de Itabuna, o partido do médico e novamente prefeiturável Antônio Mangabeira (isso, caso a cidade passe por um novo pleito), emitiu nota em que afirma aguardar posicionamento do Tribunal Superior Eleitoral – TSE, sobre o resultado da eleição ano passado, pois acredita na justiça brasileira e entende que políticos condenados no Tribunal de Contas União – TCU não podem concorrer a cargo de tamanha importância, em alusão ao que aconteceu em relação ao atual prefeito Fernando Gomes.

O partido criticou, também, setores da justiça eleitoral baiana, que, segundo a nota, parecem ter optado por ignorar a Lei da Ficha Limpa e os critérios para inscrição de candidatos expressos na legislação eleitoral.

A nota, assinada pelo próprio Antônio Mangabeira e demais membros, fala ainda sobre Itabuna não suportar mais sucessivos governos ruins e os prejuízos causados pela atual gestão em tão pouco tempo, como contratos milionários e fantasmas, ruas esburacadas e mal iluminadas, caos na saúde e na educação.

Por fim, o PDT reitera que terá candidatos do município para a Câmara Federal e Assembleia Legislativa e se solidariza com os servidores públicos, sobretudo os professores.

Leia mais...

MANGABEIRA E O DEM

Na semana em que o ex-candidato a prefeito de Itabuna pelo PDT, Antônio Mangabeira, admitiu que está dialogando com o Democratas e PSDB, do deputado Augusto Castro, o que já havíamos publicado. O objetivo é fazer oposição ao prefeito de Itabuna Fernando Gomes, em uma eventual nova eleição.

No entanto, nas redes sociais, o médico compartilhou uma charge vestindo uma camisa estampada o número 25. Uma simples coincidência ou o dotô não observou o sentido?

Leia mais...