COLÉGIO JORGE AMADO
Buerarema
Pref ilheus junho
Plansul
Ieprol
Navegação na tag

MEC

MINISTRA CÁRMEN LÚCIA ENVIA À PGR NOTÍCIA-CRIME CONTRA JAIR BOLSONARO

A ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal (STF), encaminhou ao procurador-geral da República, Augusto Aras, a notícia-crime (PET 10426) em que o deputado federal Reginaldo Lopes (PT-MG) pede a instauração de procedimento investigatório contra o presidente da República, Jair Bolsonaro.

Na Petição (PET 10426), o parlamentar pede que sejam apuradas condutas e responsabilidades de Bolsonaro nos fatos envolvendo a liberação de verbas do Ministério da Educação e do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) em favor de prefeitos com a suposta intermediação dos pastores Gilmar Santos e Arilton Moura.

Reginaldo Lopes ressalta que, em depoimento à Polícia Federal, o ex-ministro Milton Ribeiro confirmou que recebia os pastores a pedido do presidente da República, o que demonstraria que Bolsonaro “tinha total controle e dominava toda a empreitada delituosa, de modo que não pode ser excluído da investigação em curso e das punições que vierem, em tese, a ocorrer”.

Leia a íntegra do despacho.

Leia mais...

POLÍCIA FEDERAL APURA DESVIOS DE RECURSOS NO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quarta-feira (22), operação policial “Acesso Pago”, destinada a investigar a prática de tráfico de influência e corrupção para a liberação de recursos públicos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, vinculado ao Ministério da Educação.

Com base em documentos, depoimentos e Relatório Final da Investigação Preliminar Sumária da Controladoria-Geral da União, reunidos em inquérito policial, foram identificados possíveis indícios de prática criminosa para a liberação das verbas públicas.

As ordens judiciais foram emitidas pela 15ª Vara Federal Criminal da Seção Judiciária do Distrito Federal, após declínio de competência à Primeira Instância. A investigação corre sob sigilo.

Entre as prisões, estão o ex-ministro da Educação Milton Ribeiro e os pastores Gilmar Santos e Arilton Moura, investigados por atuar informalmente, numa espécie de gabinete paralelo, junto a prefeitos para a liberação de recursos do MEC.

Estão sendo cumpridos 13 mandados de busca e apreensão e 5 prisões nos Estados de Goiás, São Paulo, Pará, além do Distrito Federal. Outras medidas cautelares diversas, como proibição de contatos entre os investigados e envolvidos, também foram efetuadas.

O crime de tráfico de influência tem pena prevista de 2 a 5 anos de reclusão. São investigados também fatos tipificados como crime de corrupção passiva (2 a 12 anos de reclusão), prevaricação (3 meses a 1 ano de detenção) e advocacia administrativa (1 a 3 meses).

Leia mais...

SEC DISCUTE IMPLEMENTAÇÃO DO NOVO ENSINO MÉDIO COM REPRESENTANTE DO MEC

Com o objetivo de orientar e esclarecer dúvidas sobre a implementação do Novo Ensino Médio, a Secretaria da Educação do Estado (SEC) realizou, nesta terça-feira (31), no auditório do órgão, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador, um encontro com o coordenador geral de Ensino Médio do Ministério da Educação (MEC), Fernando Wirthmann Ferreira. A atividade contou com a participação de dirigentes e técnicos da SEC.

O superintendente de Políticas para a Educação Básica, Manoel Calazans, falou sobre a importância do encontro. “O nosso intuito foi alinhar as diretrizes nacionais em relação à implementação do Novo Ensino Médio. Já que é uma política nacional, é bom escutar o MEC para entender tecnicamente quais são os avanços dessa implementação que, inclusive, já começou na Bahia com as escolas do projeto piloto. O encontro também serviu para saber quais são as mudanças, o que tem sido processado pelo MEC e qual a orientação para os estados, que são responsáveis pela oferta do Ensino Médio”.

Fernando Wirthmann destacou os desafios da implementação do Novo Ensino Médio. “Um dos grandes desafios é fazer a ampliação da caga horária de 800 para mil horas anuais. Outro ponto muito importante é a reorganização curricular, pois o currículo passa a ser formado por dois blocos indissociáveis. O primeiro é a formação geral básica comum para todos os jovens do Brasil. O segundo refere aos itinerários formativos, que precisam estar alinhados com as expectativas e necessidade dos jovens. Esse desafio é muito grande, principalmente em uma implementação de forma equitativa para todas as escolas do país”.

Ainda estiveram presentes à reunião o superintendente da Educação Profissional e Tecnológica, Ezequiel Westphal; o coordenador Executivo de Programas e Projetos Estratégicos, Marcius Gomes; a diretora de Currículo, Avaliação e Tecnologias Educacionais, Jurema Brito; o diretor da Educação Integral, Astor Vieira; a diretora de Educação e suas Modalidades, Iara Icó; e o coordenador da Educação de Educação Ambiental e Saúde, Fábio Barbosa. (mais…)

Leia mais...

ITABUNA: REPRESENTANTES DA PREFEITURA PARTICIPAM DE ENCONTRO COM AVALIADORES DO MEC NA FASA

Representantes da Comissão Nacional de Avaliação dos Cursos de Medicina do Ministério da Educação (MEC) visitaram a Faculdade Santo Agostinho de Itabuna  (FASA) nesta quinta-feira, dia 26, para avaliação do curso de graduação da unidade. No evento, os secretários municipais de Saúde, Educação e Gestão e Inovação representaram a gestão do prefeito Augusto Castro (PSD).

A visita tem o objetivo de realizar o monitoramento do curso Medicina vinculado ao Programa Mais Médicos. Os secretários municipais Lívia Mendes Aguiar (Saúde), Moisés  Figueiredo de Carvalho (Gestão e Inovação) e Josué Brandão Júnior (Educação) tiveram a responsabilidade de relatar as ações de contrapartida da FASA no município. O MEC avalia também como anda a integração ensino-serviço e se a faculdade atende aos requisitos legais para atuação na cidade.

Por meio do convênio com a FASA Itabuna junto a gestão já foram realizadas inúmeras ações para melhoria na qualidade da saúde pública enquanto contrapartida, a exemplo da requalificação e aquisição de equipamentos para as unidades de saúde, implantação da sala de simulação realística no SAMU-192, dentre demais avanços.

Outro grande feito nesta gestão, foi a implantação do Contrato Organizativo de Ação Pública de Ensino-Saúde (COAPES), que tem por objetivo garantir a representação do acesso das instituições de ensino – a exemplo da FASA – a todos os estabelecimentos de saúde, o que tem favorecido por exemplo, a inserção de alunos nas unidades, atuando e ajudando as equipes, como também, contribuindo no processo de aprendizagem prática.

Estiveram presentes representando o MEC, os avaliadores doutora Maria Cristina Subtil e  Ademir Garcia Reberti. Representando a gestão a Prefeitura de Itabuna, além dos secretários, a subsecretária municipal de Saúde, Lânia Peixoto.

Além destes, as diretoras dos departamentos de Média e Alta Complexidade (MAC) e Atenção Primária (DAP), Roberta Fulgêncio e Alessandra Lopes, respectivamente, e as coordenadoras da urgência e emergência, do COAPES, e do NEP, Rafaela Caldas, Tatiane Reis e Luciana Brito. FASA Itabuna, representada pelo diretor-geral Dr. Luciano Tourinho, a coordenadora do curso de medicina, Dra. Mércia Margotto, dentre demais.

Leia mais...

ENEM 2022 TEM 1 MILHÃO DE INSCRITOS NO PRIMEIRO DIA, SEGUNDO MEC

O ministro da Educação, Victor Godoy Veiga, anunciou que o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2022 registrou 1 milhão de inscritos em apenas um dia. Os candidatos têm até o dia 21 de maio para fazerem a inscrição. Se esse ritmo for mantido, a previsão é de que o total supere o do ano passado, quando 3 milhões de estudantes se inscreveram para a prova.

Para a inscrição ser efetivada, é preciso pagar a taxa de R$ 85. O pagamento pode ser feito por PIX, cartão de crédito ou por boleto bancário até o dia 27 deste mês.

Os estudantes que obtiveram o direito à isenção desse valor (como os alunos da rede pública) também devem se inscrever ou não poderão prestar o Enem.

Como fazer a inscrição (mais…)

Leia mais...

MEC DIVULGA RESULTADO DA PRIMEIRA CHAMADA DO PROUNI 2022

O Ministério da Educação (MEC) divulgou nessa quarta-feira (2) o resultado da primeira chamada do Programa Universidade para Todos (Prouni). O resultado pode ser consultado no site do programa. O Prouni é um programa criado em 2004 e que, desde então, oferece bolsas de estudo integrais ou parciais em faculdades particulares a estudantes de baixa renda.

Os estudantes da primeira chamada terão os dias 3 e 4 de março para comprovação das informações prestadas na inscrição. O resultado da segunda chamada será divulgado no dia 21 de março e os estudantes selecionados terão entre os dias 21 e 29 de março para comprovar as informações. A lista de espera estará disponível para consulta em 4 e 5 de abril.

Para ter acesso à bolsa integral, o estudante deve comprovar renda familiar bruta mensal de até 1,5 salário mínimo por pessoa. Para a bolsa parcial, a renda familiar bruta mensal deve ser de até três salários mínimos por pessoa. É necessário também que o interessado tenha cursado o ensino médio completo em escola da rede pública ou da rede privada com bolsa integral ou parcial.

Na edição deste ano, o programa vai considerar as duas últimas edições do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para ingresso em cursos de graduação ou sequencial de formação específica. No Enem, o candidato deve ter alcançado, no mínimo, 450 pontos de média das notas e não pode ter tirado 0 na redação. Até então, a regra em vigor era de que apenas a nota da última edição do Enem, aquela imediatamente anterior ao processo seletivo do Prouni, poderia ser utilizada pelos candidatos para entrar no programa.

Leia mais...

ITABUNA: NOVA SEDE DA REITORIA DA UFSB É INAUGURADA NESTA QUARTA-FEIRA

A nova sede da reitoria da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB) foi inaugurada nesta quarta-feira (28) em Itabuna. O prédio da reitoria fica localizado na praça José Bastos, na antiga sede do fórum Ruy Barbosa. O ato foi presidido pelo secretário de Educação Superior do Ministério da Educação Wagner Vilas Boas, que representou o ministro Mílton Ribeiro.

Com um grande número de instituições de nível superior no município, o prefeito Augusto Castro, acompanhado de vereadores e deputados federais, solicitou ao secretário que o município possa sediar o curso de medicina da Universidade, reforçada pela lei municipal que declara Itabuna como uma ‘Cidade Universitária’.

(mais…) Leia mais...

PEDIDO DE ISENÇÃO PARA PROVA DO ENEM 2021 PODE SER FEITO NESTA SEGUNDA-FEIRA

Os participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021 podem solicitar a isenção da taxa de inscrição a partir desta segunda-feira (17), na página do participante.

Documentos internos obtidos pelo portal G1, apontou que a aplicação do exame possivelmente será feita em 16 e 23 de janeiro de 2022. O ministro da Educação Mauro Ribeiro disse que essas datas são conversas de bastidores e que a pasta ainda não tem uma data definida do exame.

No Enem 2021, os seguintes perfis poderão deixar de pagar a taxa de inscrição:

  • Matriculados no último ano do ensino médio na rede pública em 2021;
  • Alunos que cursaram o ensino médio inteiro em escolas públicas ou como bolsistas integrais em instituições privadas (desde que a renda mensal familiar per capita seja igual ou inferior a 1,5 salário mínimo);
  • Pessoas em vulnerabilidade econômica inscritas no CadÚnico.

Pelo cronograma, o resultado será divulgado em 9 de junho. Caso o pedido de isenção seja negado, o candidato poderá recorrer entre 14 e 16 de junho. A resposta ao recurso será enviada em 25 de junho.

Leia mais...

UESC SE CONSOLIDA ENTRE AS MELHORES UNIVERSIDADES ESTADUAIS NO RANKING DO MEC

A Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), mais uma vez, faz parte do grupo de instituições de ensino superior que recebeu nota 4 (em uma escala de 1 a 5) no Índice Geral de Cursos (IGC), avaliação realizada pelo Ministério da Educação (MEC).

Quanto mais próxima a nota for de 5, melhor deve ser a qualidade da instituição.  De acordo com o IGC de 2019, foram cerca de 24 mil cursos avaliados entre 2017 e 2019, em mais de duas mil instituições (públicas e privadas).

(mais…) Leia mais...

FIES OFERECERÁ 93 MIL VAGAS PARA FINANCIAMENTO ESTUDANTIL EM 2021

O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) vai oferecer 93 mil vagas em 2021. Com isso, o aporte financeiro do Ministério da Educação (MEC) será de R$ 500 milhões para viabilizar as vagas. Esses números estão no Plano Trienal do Fundo de Financiamento Estudantil, publicado no último dia de dezembro.

O plano traz a previsão para os próximos três anos. Nesse período, serão ofertadas, no total, 279 mil vagas. O Fies é o programa do governo federal que tem como meta facilitar o acesso ao crédito para financiamento de cursos de ensino superior oferecidos por instituições privadas. Criado em 1999, ele é ofertado em duas modalidades desde 2018, por meio do Fies e do Programa de Financiamento Estudantil (P-Fies).

O período de inscrições para o processo seletivo do Fies para o 1º semestre de 2021 é do dia 26 até as 23h59 de 29 de janeiro de 2021. O resultado será divulgado no dia 2 de fevereiro.

Para os pré-selecionados em chamada única, o prazo para complementar a inscrição é de 3 a 5 de fevereiro. Os candidatos não pré-selecionados na chamada única do Fies podem disputar uma das vagas ofertadas por meio da lista de espera.

Todos os não pré-selecionados na chamada única serão, automaticamente, incluídos na lista de espera. A convocação por meio da lista de espera ocorrerá de 3 de fevereiro até o dia 18 de março de 2021.

Leia mais...

SECRETARIA DA EDUCAÇÃO DA BAHIA SOLICITA AO MEC ADIAMENTO DAS PROVAS DO ENEM

A Secretaria da Educação do Estado da Bahia (SEC) encaminhou ofício ao Ministério da Educação (MEC) solicitando o adiamento das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) para o mês de maio de 2021. As provas, na versão impressa, estão marcadas para os dias 17 e 24 de janeiro de 2021 e, na versão digital, para 31 de janeiro e 7 de fevereiro. Esta é a segunda vez que a SEC envia ofício ao MEC e também ao Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), órgão responsável pela execução do ENEM, requerendo a prorrogação da aplicação do exame.

No ofício atual, o secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, aponta o aumento expressivo das taxas de contaminação pelo novo Coronavírus, que teve crescimento recente acentuado em todo território brasileiro. “Entendemos que não é razoável expor milhões de estudantes ao risco de aglomeração e contaminação quando o adiamento das provas – não falamos em cancelamento – terá impactos financeiros e logísticos administráveis e plenamente justificáveis face ao valor incalculável de tantas vidas”, afirmou o secretário.

Jerônimo lembrou também que o quadro de desigualdade econômica, ainda mais evidenciado pelo contexto de suspensão das aulas, coloca em situação de desvantagem os estudantes com menor acesso aos bens de consumo e de cultura e que precisam de mais tempo para a preparação. “Reiteramos todos os argumentos que apresentamos anteriormente ao INEP e ao MEC, notadamente, o incentivo que o ENEM representa para os estudantes concluintes da escola pública que sonham ingressar no Ensino Superior. Esta geração já vem sofrendo as consequências, no curto prazo, dessa tragédia mundial e não podemos, como gestores de políticas educacionais, comprometer também suas perspectivas de médio e longo prazos”, acrescentou.

Leia mais...

MEC AUTORIZA AULAS NÃO PRESENCIAIS ATÉ DEZEMBRO DE 2021

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, homologou o Parecer nº 19, do Conselho Nacional de Educação (CNE), que estende até 31 de dezembro de 2021 a permissão para atividades remotas no ensino básico e superior em todo o país. A validação da decisão do CNE foi publicada na edição desta quinta-feira (10) do Diário Oficial da União (DOU), em despacho assinado pelo próprio ministro.

De acordo com o parecer, aprovado pelo colegiado em outubro, os sistemas públicos municipais e estaduais de ensino, bem como as instituições privadas, possuem autonomia para normatizar a reorganização dos calendários e o replanejamento curricular ao longo do próximo ano, desde que observados alguns critérios, como assegurar formas de aprendizagem pelos estudantes e o registro detalhado das atividades não presenciais.

Outra regra definida no parecer é a que flexibiliza formas de avaliação dos estudantes durante a vigência do estado de calamidade pública. “Em face da situação emergencial, cabe aos sistemas de ensino, secretarias de educação e instituições escolares promover a redefinição de critérios de avaliação para promoção dos estudantes, no que tange a mudanças nos currículos e em carga horária, conforme normas e protocolos locais, sem comprometimento do alcance das metas constitucionais e legais quanto ao aproveitamento para a maioria dos estudantes, aos objetivos de aprendizagem e desenvolvimento, e à carga horária, na forma flexível permitida por lei e pelas peculiaridades locais”.

*Com informações da Agência Brasil – EBC Leia mais...

FACULDADE É ACIONADA POR OFERECER FALSOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO SEMIPRESENCIAIS

A Faculdade Paulo Neto, do Mato Grosso do Sul, e o grupo Claretin Internacional são acusados pelo Ministério Público estadual de enganar e prejudicar estudantes de Salvador que se matricularam em cursos de pós-graduação semipresenciais oferecidos pelas empresas. Segundo ação civil pública ajuizada ontem, dia 28, pela promotora de Justiça Joseane Suzart, as instituições não cumpriram o contrato firmado com os consumidores, já que as atividades do curso não foram realizadas – as aulas ministradas em hotel localizado na capital baiana não passaram de duas por curso. A promotora afirma que houve prática de oferta enganosa e que o contrato é abusivo, elaborado por meio de “uma engenharia forjada para evitar, ao máximo, a possibilidade de adimplemento das obrigações firmadas com os consumidores”.

Conforme a ação, as duas empresas não são Instituições de Ensino Superior (IES) reconhecidas pelo Ministério da Educação (MEC), pois não estão cadastradas e credenciadas no sistema, de acordo com informação da coordenadoria de Legislação e Normas de Regulação e Supervisão da Educação Superior do órgão. Joseane Suzart pede à Justiça que determine, por meio de liminar, a interrupção da oferta e formalização dos cursos até que haja o credenciamento da Faculdade no MEC como IES, e também a devolução dos valores pagos pelos estudantes. Segundo a ação, era cobrada mensalidade de R$ 550 pelo curso semipresencial. A promotora pede ainda, em caráter definitivo, a condenação das empresas para pagamento de indenização em razão do dano moral difuso causado à coletividade.

Leia mais...