Preto no Branco
Câmara de Vereadores
Ieprol
Ubaitaba Inst novo
Buerarema
URUÇUCA
Vidro Tech
Navegação na tag

Ministério Público Estadual

JEQUIÉ: MINISTÉRIO PÚBLICO REALIZA AÇÃO DE COMBATE A SÍFILIS

Uma ação idealizada pelo Ministério Público estadual para combate à sífilis foi implementada hoje, dia 24, no município de Jequié. Testes rápidos para identificação da doença foram aplicados em colaboradores da indústria Total Flex, que aderiu à iniciativa do MP denominada ‘2020 sem sífilis congênita em Jequié’. Segundo a promotora de Justiça Juliana Sampaio, a iniciativa integra o ‘Projeto Cegonha: efetivando a dignidade’ e visa “a ampliação da testagem para atingir, sobretudo, o público masculino que geralmente acessa menos os serviços de saúde, principalmente para medidas de prevenção”. As atividades , que vão até amanhã, acontecem em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde e a Associação Comercial e Industrial de Jequié. Já na próxima semana, a ação será realizada na Petyan, indústria de alimentos. Um total de aproximadamente 800 pessoas serão atendidas nas duas empresas.

Juliana Sampaio explica que neste momento está sendo priorizado o público masculino, mas os testes também são aplicados em mulheres. A iniciativa do MP tem como foco principal erradicar a transmissão vertical da sífilis no serviço público de saúde do município de Jequié. Ela prevê ações de melhoria e monitoramento da qualidade do pré-natal, como a testagem de 90% das gestantes atendidas em pré-natal nas unidades de saúde pública, no primeiro e terceiro trimestres de gestação e o tratamento de 100% das soropositivas para sífilis; a difusão da informação sobre sífilis; as formas de prevenção; e a diminuição da prevalência da doença na população em geral, ampliando testagem e tratamento, interrompendo a cadeia de transmissão e diminuindo, por consequência, as chances de infecção das gestantes e fetos. A sífilis é uma doença infecciosa que pode ser transmitida ao feto pela gestante infectada e levá-lo à morte. Ela é a segunda principal causa de morte fetal evitável em todo o mundo, sendo que o diagnóstico e o tratamento podem ser realizados com baixo custo e pouca ou nenhuma dificuldade operacional, informa a promotora de Justiça.

Leia mais...

ITABUNA: MP ACUSA FERNANDO GOMES DE APROPRIAÇÃO E DESVIO DE VERBAS PÚBLICAS

O prefeito de Itabuna, Fernando Gomes, sem partido, vai responder a um processo de crime de responsabilidade quando também comandava o Executivo da cidade em gestão passada. A decisão, publicada nesta sexta-feira (13), é do relator do caso na Primeira Câmara Criminal do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), Lourival Almeida Trindade.

Gomes é acusado pelo Ministério Público do Estado (MP-BA) de apropriação e desvio de verbas públicas durante o mandato 1997/2000. Ao direcionar o processo para a Justiça de primeiro grau, o desembargador usou o posicionamento recente do Supremo Tribunal Federal (STF). Em maio do ano passado, a Suprema Corte decidiu que políticos só têm direito a foro especial [o foro privilegiado] quando os fatos em que são acusados se referem à gestão atual e tenham relação com ela. Com informações do Bahia Notícias.

Leia mais...

MP-BA EMITE NOTA SOBRE DENÚNCIAS DE VIOLAÇÃO DE GARANTIAS CONSTITUCIONAIS DE INVESTIGADOS NA OPERAÇÃO XAVIER

O Ministério Público do Estado da Bahia, em razão de informações sobre a “Operação Xavier” divulgadas recentemente para a imprensa, vem a público ratificar a ausência de qualquer violação a garantias constitucionais de investigados ou prerrogativas da advocacia no curso da referida operação.

O Parquet esclarece que todas as técnicas de investigação utilizadas na operação foram autorizadas judicialmente e que as interceptações telefônicas e outras medidas voltaram-se exclusivamente a investigar ilícitos contra a Administração Pública praticados por agentes públicos e por particulares que com ela se relacionavam, não tendo qualquer relação com a atividade privada de advocacia eventualmente exercida por quaisquer deles.

Confirmando este fato, a instituição, por meio dos promotores de Justiça que atuaram na operação, pontua ainda que não foi cumprido mandado de busca e apreensão contra quaisquer escritórios de advocacia, mas apenas nos endereços residenciais dos investigados.

(mais…)

Leia mais...

JUSTIÇA DETERMINA REFORMA DO PRESÍDIO DE ESPLANADA

O Presídio Ruy Penalva, localizado no município baiano de Esplanada, deverá passar por reformas ainda neste primeiro semestre de 2019. A determinação é do juiz Augusto Yuzo Jouti, que acolheu pedido liminar apresentado em ação civil pública movida pelos promotores de Justiça Paulo César de Azevedo, Gilber Oliveira e Dario José Kist. Na decisão, do dia 1º de fevereiro, o magistrado determina ao Estado que inicie as reformas nos próximos 45 dias e as conclua em até 180 dias.

Segundo os promotores de Justiça, o presídio foi desativado após uma rebelião ocorrida em novembro de 2013. A unidade abrigava detentos de várias cidades, que foram transferidos para a carceragem de Alagoinhas e para o Presídio de Feira de Santana. O desativamento, explicam eles, gerou uma carência e um déficit significativos no número de vagas para presos. Por isso, Paulo César, Gilber Oliveira e Dario Kist registram que a reforma imediata com a reativação do presídio é algo imprescindível para o sistema carcerário local. Os promotores de Justiça afirmam que, há mais de três anos, diversas discussões foram empreendidas com a Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap) no sentido de solucionar administrativamente a situação, sobretudo com vistas a reativar o Presídio de Esplanada, mas nenhuma medida efetiva foi adotada para reforma e reativação da unidade prisional até o momento.

Leia mais...

PRADO: PREFEITURA REVOGA CONCURSO APÓS DECISÃO JUDICIAL

O Município de Prado revogou o concurso público para preenchimento de cargos na Prefeitura Municipal realizado em março do ano passado. O decreto de cancelamento do certame foi publicado dia 25, no Diário Oficial, após o Ministério Público ter recomendado a anulação do processo seletivo e a Justiça, a pedido do MP, ter suspendido o concurso em decisão liminar. (Relembre)

Segundo o decreto, a Prefeitura cancelou a seleção pública em consideração também ao Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado junto ao MP para regularização de contratações de funcionários municipais que vinham sendo feitas supostamente de forma ilegal.

Leia mais...