Shopping
CVR
diabetes
Buerarema
Plansul
COLÉGIO JORGE AMADO
Pref ilheus junho
Ieprol
Navegação na tag

Nova variante

SESAU ALERTA PARA RISCO DE NOVA VARIANTE E BAIXA PROCURA DO REFORÇO DA VACINA EM ILHÉUS

A campanha de vacinação contra a Covid-19 segue em Ilhéus, contudo muitas pessoas deixaram de completar o esquema vacinal. Conforme a Secretaria de Saúde (Sesau), 57,92% do público com idade igual ou acima de 12 anos procurou os postos para receber o primeiro reforço (terceira dose – D3).

Em relação à quarta dose (segundo reforço – D4), o número é ainda menor, apenas 23,77% da população com 18 anos ou mais recebeu o imunizante. A Sesau também registrou queda na vacinação infantil. Segundo os dados da pasta, 63,81% das crianças com idade entre 5 e 11 anos receberam a primeira dose da vacina.

Todavia, somente 38,76% do público esperado para essa faixa etária está imunizado com a segunda dose. Da mesma forma, a secretaria informa que a primeira dose da vacina foi aplicada em 13,31% do público de 3 e 4 anos de idade.

A procura pelas doses de reforço da vacina pediátrica apresenta percentual extremamente preocupante, visto que até o momento 124 crianças entre 3 e 4 anos receberam a segunda dose, o que representa 2,99% do público, estimado em 4.157 crianças. O intervalo deve ser de quatro meses após a primeira dose de reforço, independentemente do imunizante utilizado.

Embora o quadro atual da pandemia seja de estabilidade na cidade, graças à vacinação, o surgimento de novas variantes pode ocasionar um aumento no número de casos positivos. Recentemente, o Brasil registrou casos da variante da Ômicron e a possibilidade de nova onda da Covid-19.

O imunizante é a forma mais eficaz para elevar o número de anticorpos. A Sesau destaca que o esquema vacinal completo reduz o risco de contaminação e agravamento da doença.

“É importante que as pessoas compareçam aos postos de saúde para atualizar o esquema vacinal com as doses de reforço. A vacinação infantil também é fundamental para interromper a cadeia de transmissão, casos graves e óbitos em decorrência da doença”, ressaltou André Cezário, titular da Sesau.

O serviço continua sendo ofertado nas unidades previamente informadas, conforme o horário de funcionamento das salas de imunização. É indispensável a apresentação do CPF, cartão do SUS e cartão de vacinação.

Leia mais...