Plansul
COLÉGIO JORGE AMADO
Buerarema
Pref ilheus junho
Ieprol
Navegação na tag

OAB Brasil

OAB QUER PRISÃO DE POLICIAIS QUE SUFOCARAM GENIVALDO ATÉ A MORTE

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) cobrou neste sábado (28/5) a prisão dos policiais rodoviários federais que mataram Genivaldo de Jesus na quarta-feira (25/5). Segundo a Coluna do Jornalista Guilherme Amado no Portal Metrópoles, o comunicado divulgado pela OAB nacional e pela OAB em Sergipe apontou “fortes indícios de tortura” na morte de Genivaldo.

Genivaldo, que é negro, foi sufocado até a morte depois de ser trancado no porta-malas de uma viatura da PRF, onde foram jogados spray de pimenta e bombas de gás.

“O Conselho Federal e a Seccional de Sergipe da Ordem dos Advogados do Brasil manifestam indignação pelo assassinato de Genivaldo de Jesus Santos, praticado com fortes indícios de tortura, e atuarão diretamente no caso para cobrar das autoridades as providências cabíveis, inclusive prisão cautelar dos envolvidos”, afirmou a nota, assinada pelo presidente em exercício do Conselho Federal da OAB, Rafael Horn; o presidente da OAB-SE, Danniel Costa; e o procurador-geral do Conselho Federal da OAB, Ulisses Rabaneda.

Ainda de acordo com a coluna, a entidade afirmou que o assassinato de pessoas negras no Brasil não é um caso isolado. “As instituições lamentam o triste episódio, que não pode ser considerado isolado, pois o assassinato sistemático de pessoas negras é uma triste realidade de nosso país, que carece de ações específicas para ser superada”.

Leia mais...

PRESIDENTE DA OAB CRITICA VOTO SECRETO NO CASO DE AÉCIO NEVES

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Claudio Lamachia, considerou como “inadmissível” a articulação que se desenha no Senado para tornar secreta a votação na Casa que vai deliberar sobre o afastamento e as medidas cautelares aplicadas contra o senador Aécio Neves (PSDB-MG).

Em nota divulgada nesta sexta-feira, 13, Lamachia disse que a sociedade, “mais que nunca”, exige “transparência e honestidade na aplicação da justiça”. “Voto aberto, portanto”, defendeu o presidente da entidade. “A crise pela qual passa o país é, sobretudo, de ordem moral, que submete a classe política brasileira ao maior desgaste de sua história.

O resgate de sua credibilidade, essencial à preservação da democracia, exige por parte dela rigoroso senso de cumprimento do dever cívico, dentro das regras da ordem jurídica e constitucional”, afirmou. Com informações do Bahia Notícias.

Leia mais...