CVR
diabetes
Buerarema
Plansul
COLÉGIO JORGE AMADO
Pref ilheus junho
Ieprol
Navegação na tag

ORCRIM

OPERAÇÃO DESBARATA ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA NO PRESÍDIO DE ITABUNA

A Policia Civil de Itabuna deflagrou na madrugada desta quarta-feira, 29, a Operação Canária que investigou e desbaratou uma organização criminosa destinada ao tráfico de drogas, roubos e homicídios em Itabuna. De acordo com informações, o líder, Adomair Carvalho do Vale, vulgo “Bita”, estava preso no conjunto penal de Itabuna, de onde comandava a ORCRIM, juntamente com Orleans Silva da Luz, vulgo “VL”, também preso.

A operação contou com mais de 40 servidores da Policia Civil de Itabuna e a participação da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária – SEAP através da Coordenação de Inteligência Prisional – Coordip, e contou com apoio da Policia Militar na incursão no interior do Conjunto Penal onde foram realizadas buscas nas celas dos alvos.

Foram expedidos 17 mandados de prisão preventiva e 17 buscas, tendo sido presos Adomair Carvalho do Vale, o “Bita”, Orleans Silva da Luz, o “VL”, Renan Caldas Igreja, Girlane Santos, Lilian Santos Dias, Luandison Silva de Jesus, Alaelson Junior Costa Lima, Paulo Roberto Rocha Santos e Paulo Libório. Foram apreendidos 20 tabletes de maconha prensada, 10 pedaços de maconha, oito munições calibre 380, cinco munições calibre 40, cinco aparelhos de celulares, embalagens para acondicionamento de drogas.

Na revista ao conjunto penal de Itabuna, foram apreendidos na Cela 00, dois aparelhos de celular, um carregador, uma tesoura e uma corrente de prata. Na cela 23, diversas anotações, uma corrente de prata, três isqueiros e dois cartões de memória. Na cela 29, foram encontrados uma bateria de celular, um relógio de pulso dourado, uma corrente dourada, três cartões de memória, três chips de celular, um fone de ouvido, um carregador, diversas anotações de dívidas e vendas de drogas e 33 gramas de substância análoga a maconha.

A Policia Civil vai realizar o recambiamento de Bita e VL, para o presídio de segurança máxima de Serrinha, conforme autorização judicial, atendendo solicitação do delegado geral.

Leia mais...

PGR APONTA PREJUÍZO DE R$ 5,5 BILHÕES CAUSADO POR ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA DO PMDB

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, denunciou ao Supremo Tribunal Federal sete membros do PMDB por integrarem organização criminosa que desviou recursos públicos e obteve vantagens indevidas, sobretudo no âmbito da administração pública e do Senado Federal. Os denunciados Edison Lobão, Jader Barbalho, Renan Calheiros, José Sarney, Sérgio Machado, Romero Jucá e Valdir Raupp são acusados de receberem propina de R$ 864 milhões e gerarem prejuízo de R$ 5,5 bilhões aos cofres da Petrobras e de R$ 113 milhões aos da Transpetro. Esta é a 34ª denúncia oferecida pela PGR no âmbito da Operação Lava Jato no STF.

A organização criminosa denunciada foi inicialmente constituída e estruturada em 2002, por ocasião da eleição de Lula à Presidência da República. Iniciado o seu governo, em 2003, Lula buscou compor uma base aliada mais robusta. Para tanto, negociou o apoio do PMDB e do PP, respectivamente a segunda e quinta maiores bancadas da Câmara dos Deputados. “Em comum, os integrantes do PT, do PMDB e do PP queriam arrecadar recursos ilícitos para financiar seus projetos próprios. Assim, decidiram se juntar e dividir os cargos públicos mais relevantes, de forma que todos pudessem de alguma maneira ter asseguradas fontes de vantagens indevidas”, diz.

(mais…) Leia mais...