COLÉGIO JORGE AMADO
Buerarema
Pref ilheus junho
Plansul
Ieprol
Navegação na tag

Palestra

CAPACITAÇÃO MOSTRA COMO IMPLANTAR SISTEMA DE GESTÃO EM LABORATÓRIOS DE ANÁLISES CLÍNICAS 

Nesta quinta-feira (26), a regional do Sebrae em Ilhéus promove a palestra online e gratuita Como Implantar uma Gestão Inovadora para Otimizar os Resultados do seu Laboratório, com Albano Falcão Moura.

A capacitação, que acontece de 18h30 às 20h, é voltada para laboratórios de análises clínicas que desejam desenvolver e implantar sistemas de gestão, utilizando os conceitos previstos, principalmente, nas Normas ISO. Para participar basta fazer a inscrição no link: https://bit.ly/gestaosaudeIOS.

A palestra acontecerá no ambiente online, totalmente gratuita e visa auxiliar na melhoria da gestão das empresas. Apesar do foco ser voltado para laboratórios, segundo a coordenação, a palestra é aberta a todas os segmentos que buscam adotar metodologias de gestão adequadas às demandas dos seus clientes, com parcerias que agreguem valor a esta relação.

(mais…) Leia mais...

COLÉGIO POLIEDRO OFERECE PALESTRA ONLINE COM SOBREVIVENTES DA EXPLOSÃO NUCLEAR DE HIROSHIMA

No dia 2 de setembro, o Colégio Poliedro promoverá uma palestra virtual com três sobreviventes da explosão nuclear em Hiroshima, episódio que completou 75 anos neste mês. A palestra será transmitida ao vivo, das 18h30 às 20h, no canal do Poliedro no YouTube: http://youtube.com/tvpoliedro. O objetivo é proporcionar aos alunos, e ao público em geral, um maior entendimento desse marcante fato histórico.

A explosão da bomba nuclear em Hiroshima aconteceu no dia 6 de agosto de 1945, durante a 2ª Guerra Mundial, e as ocorrências em Hiroshima e Nagasaki compõe o primeiro e único momento na história em que armas nucleares foram usadas em guerra e contra alvos civis. Mais de 130 mil pessoas morreram em decorrência da explosão. Junko Watanabe, Kunihiko Bonkohara e Takashi Morita são alguns dos sobreviventes dessa tragédia e, atualmente, moram em São Paulo. O encontro será mediado pelo professor de Física do Colégio e Curso Poliedro, Alexandre Sasaki, e pelo professor André Lopes Loula, representante da Associação Hibakusha Brasil pela Paz, da qual os sobreviventes fazem parte.

Os sobreviventes vivenciaram momentos terríveis e perderam familiares e amigos. Mesmo assim, mantiveram a perseverança, a vontade de viver e a vontade de ajudar outras pessoas. Eles irão compartilhar suas experiências na época do acontecimento e contar como tudo isso impactou suas formas de pensar e lidar com a vida.

O coordenador do Colégio Poliedro de São Paulo, Luiz Otávio Ciurcio Neto, explica que o evento também tem como propósito estimular o senso de empatia e de perseverança nas pessoas.

“No momento atual, a mensagem de pessoas que superaram uma situação tão difícil pode ser um estímulo importante para o sentimento de perseverança. A comunidade escolar e outros públicos terão contato com sobreviventes da terrível explosão nuclear de Hiroshima, sendo que um deles possui 96 anos. Certamente será um momento muito rico para todos”.

Leia mais...

OS RISCOS DO CIBERBULLYING NAS ESCOLAS FOI TEMA DE PALESTRA

Primeira Roda de Conversa “Banzar”: Direitos humanos e Era Digital, realizada pela Universidade Federal do Sul da Bahia, realizado na manhã desta sexta-feira (26-04-2019), no auditório do SIMPI, Sindicato do Magistério Municipal Público de Itabuna, com os alunos do ensino médio do Complexo Escolar Estadual, que envolve os colégios Estadual de Itabuna e Amélia Amado, teve como palestrantes Roberto José (Professor e Policial Civil, ex-secretário de Trânsito e da FICC em Itabuna), a Professora Fabiana Lima da UFSB e o Estudante Arilson de Oliveira.

O tema é de extrema importância na formação dos estudantes de ensino médio em Itabuna, assim a Professora Fabiana Lima desenvolveu sua palestra sobre as faces da discriminação racial no Brasil, aspectos tratados em sua tese de doutoramento. Por sua vez o Estudante da UFSB Arilson Oliveira, falou de sua experiência como militante estudantil.

Era digital

Roberto José falou sobre Ciberbullying e os riscos no ambiente escolar, palestra que foi acompanhada com bastante atenção e participação dos estudantes, assim o palestrante estabeleceu conceitos e situações, pontuou que “a convivência, no trabalho, no mundo estudantil, vivemos com pessoas que são capazes de praticar grandes e pequenas perversões. Debocham uns dos outros, reparam nas mínimas imperfeições, implicam, discriminam, praticam agressões verbais e físicas”, isso é chamado de Bullying, se ocorre no ambiente digital (Facebook, Instagram e WhatsApp) é chamado de Ciberbullying.

Para Roberto José, o Ciberbullying é mais cruel que o bullying. Antes o constrangimento ficava restrito no convívio escolar, agora é via tecnologia. Os jovens utilizam cada vez mais as ferramentas da internet, para denigrir uma pessoa. A tecnologia permite que a agressão se repita indefinidamente. O bullying, ganhou ainda maior alcance com o advento de redes sociais. Entretanto, enfatizou o palestrante, toda atividade em rede social deixa rastro, por isso a Polícia pode chegar com facilidade ao autor ou autores de crimes dessa espécie, que podem estar tipificados como crime contra a honra praticado em meio virtual, dentre eles a calúnia, injúria, ameaça ou difamação.

Um sucesso!
Leia mais...

ITAJUÍPE: ADOLESCENTES PARTICIPAM DE PALESTRA SOBRE JUVENTUDE E POLÍTICA

Em comemoração ao dia do jovem, cerca de 500 alunos, entre 13 e 17 anos, da escola Luiz Viana Filho, em Itajuípe, participaram nesta sexta-feira, de uma palestra sobre juventude e drogas, ministrada pelo geógrafo e policial civil Roberto José da Silva. De acordo com o Roberto José, a palestra foi um estudo e análise das relações entre educação, juventude e política, que remetem, necessariamente, à interrogação, de um lado, sobre o que há de específico no modo como os jovens se relacionam com a política e, de outro, sobre quais seriam os efeitos das diversas instâncias formativas e socializadoras (família, escola, igreja, redes associativas, trabalho) sobre o desenvolvimento das posições e ações políticas dos jovens. Ainda segundo o palestrante, há um consenso nas áreas de sociologia da juventude, sociologia das gerações e de socialização política de que a idade constitui uma “variável chave” para a compreensão dos fenômenos políticos, visto que por meio dela é possível introduzir o parâmetro do tempo nos estudos e, portanto, das transformações da experiência individual e coletiva ao longo da existência humana. A palestra foi organizada pelo vereador Mateus Mattos, que tem buscado desenvolver esse trabalho constante entre jovens e adolescentes. “precisamos estimular a participação de novos atores na política, para que alcancem uma transformação ética e estica”, concluiu. Leia mais...

ITABUNA: JOVENS PARTICIPAM DE PALESTRA SOBRE USO INDEVIDO DE DROGAS

O Centro Brasileiro de Cursos – Cebrac vem oferecendo diversos cursos de capacitação visando o mercado de trabalho. São cursos em sete áreas diferentes com metodologia própria e foco em empreendedorismo, Sustentabilidade e responsabilidade social.

Nesta sexta-feira, 16, cerca de 200 jovens do CEBRAC Itabuna participaram de uma palestra sobre o USO INDEVIDO DE DROGAS, SEUS EFEITOS BIOLÓGICOS E SOCIAIS ministrada pelo geógrafo e mestre com ênfase em criminologia de ambientes Roberto José.

De acordo com Roberto José os jovens necessitam aprimorar seus conhecimentos sobre as drogas e o quão prejudiciais são e como podem destruir lares, famílias e sonhos. Assim, o uso de drogas pode expor uma pessoa a vários riscos, pois o primeiro passo para qualquer tipo de dependência, seja ela às drogas ou ao álcool, é o ato de experimentar a sensação que esses produtos podem oferecer para o organismo, mesmo que o jovem não tenha uma tendência genética para o desenvolvimento do vício, o risco de vivenciar situações de abuso no consumo desses compostos se torna cada vez maior. Assim, a única maneira de evitar o problema com consumo de drogas na vida adulta é atuar com a PREVENÇÃO, o que na prática é a proposta dessa palestra, a prevenção através do empoderamento e do protagonismo juvenil.

Enfatiza Roberto José que desenvolver a habilidade de dizer “NÃO”, é o primeiro cuidado que um jovem deve ter para se manter distante do consumo de drogas, é saber negar seu consumo, sem se preocupar com o julgamento de outras pessoas. Dizer a alguém que lhe oferece drogas que você não tem interesse em consumir aquele produto pode ser feito de maneira tranquila e cordial, sem precisar ofender ou agredir quando se sentir pressionado para aceitar a oferta.

Além disso, o jovem deve contar com uma estrutura familiar sadia e de diálogo, pois a harmonia em ambientes familiares é uma ótima estratégia para contribuir para a prevenção do uso de drogas na adolescência, mas também na vida adulta.

Para finalizar, aponta o palestrante que a pratica de atividades esportivas e culturais geralmente se mantêm distantes do uso de drogas. Como o exercício físico e a pratica de qualquer atividade cultural estimula a produção de endorfina, que é um hormônio relacionado com a sensação de prazer, esses indivíduos procuram com menor frequência o uso de drogas para se sentirem melhores.

Leia mais...