Buerarema
Plansul
COLÉGIO JORGE AMADO
Pref ilheus junho
Ieprol
Navegação na tag

Políticas Públicas

ITACARÉ DISCUTE PARCERIA COM O ESTADO PARA AMPLIAR POLÍTICAS PARA MULHERES

Representantes da Secretaria de Esportes, Mulher e Juventude de Itacaré e da diretoria de Políticas Públicas para as Mulheres se reuniram com a coordenadora de Enfrentamento à Violência da Secretaria Estadual de Políticas para as Mulheres, Lanai Santana, coordenadora do Programa Respeita as Minas, para discutir sobre a parceria visando o desenvolvimento de projetos no município. Na lista de ações que serão desenvolvidas em conjunto está a capacitação para a rede de apoio às mulheres para o combate à violência em Itacaré.

A ação envolverá equipes da secretaria de Desenvolvimento Social, Cras, Creas e Diretoria de Política Públicas para as mulheres, que farão um diagnóstico da violência e as medidas que deverão ser adotadas para o enfrentamento desse problema no município. Também está prevista a capacitação para os professores das redes municipal e estadual de ensino para orientar as estudantes sobre como agir e evitar os casos de violência contra a mulher.

Outra parceria importante será trazer para Itacaré a Unidade Móvel de Atendimento às Mulheres, um projeto que tem o intuito de conscientizar as mulheres sobre os tipos de agressão, prestar apoio e atender as vítimas de violência em situação de vulnerabilidade social, além de sensibilizar a comunidade para construir uma nova cultura de equidade de gênero. A unidade vai contar com uma equipe formada por advogadas, psicólogas e outras especialistas que estarão orientando as mulheres sobre como combater a violência.

A diretora de Políticas Públicas para as Mulheres de Itacaré, Liane Reis, falou sobre a importância dessa unidade móvel, que é destinada pelo projeto para as áreas mais afastadas no Estado da Bahia, garantindo todo esse amparo e assistência às mulheres. O projeto tem por objetivo fortalecer as redes locais de enfrentamento à violência, ampliar os serviços públicos e atender as mulheres rurais, marisqueiras, indígenas e quilombolas em situação de violência.

Leia mais...

“CAFÉ COM ELAS” DESTACA A IMPORTÂNCIA DAS MULHERES NO PODER E NAS POLÍTICAS PÚBLICAS

O programa Café com Elas, apresentado pela advogada Larissa Moitinho, vai destacar a importância das mulheres no poder e políticas públicas específicas para o gênero. O programa é nesta quinta-feira, 15, às 16 horas, no Canal iPolitica Bahia no YouTube.

O programa terá a participação da única vereadora de Itabuna, Wilmaci Oliveira do PCdoB, sindicalista e Presidente da Comissão de Direitos da Mulher, Negros e Minorias, e da Major Denice Santiago, da PM-BA, idealizadora da Ronda Maria da Penha e Superintendente de prevenção a violência da Secretaria de Segurança Pública da Bahia.

O Programa é apresentado pela advogada Larissa Moitinho

O internauta pode participar enviando perguntas pelo Chat do programa. Acesse o link abaixo e defina o lembrete para ser avisado na hora do programa. Compartilhe, deixe o like no vídeo e inscreva-se no Canal.

  Leia mais...

EM AUDIÊNCIA NA BAHIA CÂMARA FEDERAL DEBATE POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA AOS IDOSOS

A Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa da Câmara dos Deputados (Cidoso) promoveu, nesta segunda-feira (19), uma audiência na Bahia para discutir as políticas de assistência às pessoas com mais de 60 anos. O encontro, realizado na Assembleia Legislativa, reuniu parlamentares e representantes de conselhos e entidades que abordam o tema.

Presidente da Cidoso, a deputada federal Lídice da Mata coordenou o trabalho juntamente com os deputados estaduais Maria Del Carmen e José de Arimateia, que preside a Frente Parlamentar que cuida dos assuntos dos idosos na Alba.

Lídice apresentou os trabalhos feitos na comissão que preside e relembrou as discussões realizadas sobre a violência física e econômica contra os idosos. Também apresentou as políticas feitas no Uruguai, referência na América Latina no assunto. “Não devemos tratar das políticas dos idosos com propostas que signifiquem o fim de suas vidas, mas sim devemos debater a longevidade deles que é cada vez maior. Precisamos falar sobre a qualidade do envelhecimento no Brasil”, afirmou.

(mais…) Leia mais...