Movimenta Bahia
CVR
diabetes
Buerarema
Plansul
COLÉGIO JORGE AMADO
Pref ilheus junho
Ieprol
Navegação na tag

Portugal

UESC ASSINA CONVÊNIO COM O INSTITUTO POLITÉCNICO DE VISEU EM PORTUGAL

A Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) segue avançando com sua política de internacionalização e cooperação com universidades internacionais. A partir de esforços da Assessoria de Relações Internacionais da Uesc (Arint), a Uesc celebrou um convênio de cooperação acadêmica, científica e cultural, em Portugal, com o Instituto Politécnico de Viseu (IPV).

O acordo foi estabelecido entre as duas Instituições com os objetivos de realizar pesquisas em conjunto; intercâmbio de estudantes e de docentes das duas instituições,visando as suas qualificações acadêmicas e profissionais. Visa também: promover a participação em candidaturas a programas de caráter internacional com vista à intensificação das relações de cooperação; promover, executar e divulgar estudos, projetos, pesquisas e outras atividades afins; organizar e realizar seminários, encontros, reuniões, painéis e outros eventos; facilitar condições para permuta de periódicos, de trabalhos e resultados científicos, necessários ao desenvolvimento das pesquisas que em conjunto venham a se desenvolver.

IPV – O Instituto Politécnico de Viseu é uma instituição de ensino superior de Portugal, que tem como objetivos a qualificação de alto nível, a produção e difusão do conhecimento, bem como a formação cultural, artística, tecnológica e científica dos seus estudantes, num quadro de referência internacional.

O IPV reune cinco escolas superiores: Escola Superior de Educação, Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Viseu, Escola Superior Agrária, Escola Superior de Saúde e Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Lamego. Com uma rede formativa abrangente, o instituto agrega a excelência da sua formação, ministrada por um corpo docente altamente qualificado, a ótimas condições de estudo e investigação.

Leia mais...

BAHIA E PORTUGAL ASSINAM ACORDO PARA RECUPERAR PATRIMÔNIO ARQUITETÔNICO E FORTALECER TURISMO

A recuperação de imóveis de valor arquitetônico, histórico e cultural da Bahia, a fim de torná-los equipamentos com finalidade turística, é o objetivo do protocolo de entendimento assinado, nesta sexta-feira (21), em Lisboa, pelo secretário estadual do Turismo, Fausto Franco, e a secretária do Turismo de Portugal, Ana Mendes Godinho. O plano está baseado no bem sucedido programa Revive, em execução naquele país.

Com a assinatura do documento, Portugal se compromete a apoiar o governo baiano com a experiência técnica acumulada pelo Revive, conjunto de ações previstas num movimento internacional de recuperação do patrimônio arquitetônico, histórico e cultural, ao qual a Bahia se integra oficialmente, nesta data. A iniciativa contribui para geração de emprego e ativação da economia.

Lançado no ano passado, o Revive já está identificou 33 imóveis – conventos, fortes e castelos, entre outros – em Lisboa e no interior de Portugal, em condições de abrigarem atividades econômicas ligadas ao turismo, por meio de investimentos privados, autorizados mediante concessão em concurso público, informou a secretária Ana Godinho.

Desses, nove já estão em processo de restauração. O primeiro será inaugurado neste sábado (dia 22). Trata-se do hotel Vila Galé Collection Elvas, resultado da reabilitação do Convento de São Paulo, imóvel inserido no programa Revive. O Convento, localizado no centro de Elvas, está classificado como Património da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco).

“Mesmo concedendo à iniciativa privada a administração desses imóveis, esse mecanismo mantém a propriedade pública dos mesmos, preservando-se igualmente os elementos que marcam os valores históricos e culturais de cada um deles”, disse Fausto Franco.

A proposta de cooperação entre Bahia e Portugal surgiu durante reunião do vice-governador e secretário do Desenvolvimento Econômico, João Leão, com a secretária do Turismo de Portugal, Ana Mendes Godinho. Contribui para fortalecer as intervenções do governo Rui Costa no Centro Antigo de Salvador.

“Estamos mapeando imóveis que podem ser incluídos numa primeira etapa, a fim de impulsionar a instalação de novos restaurantes, hotéis, cafeterias, lojas de artesanato e outros equipamentos que ativem o mercado turístico, com desenvolvimento econômico”, sintetizou o secretário Fausto Franco.

Leia mais...