Plansul
COLÉGIO JORGE AMADO
Buerarema
Pref ilheus junho
Ieprol
Navegação na tag

Pronunciamento

EM NOTA, UPB REPUDIA PRONUNCIAMENTO DE BOLSONARO

A União do Prefeitos da Bahia – UPB, emitiu nesta quarta-feira, 25, um nota de repúdio ao pronunciamento do Presidente da República, Jair Bolsonaro.

Veja a nota, na íntegra: NOTA DE REPÚDIO

A União dos Municípios da Bahia (UPB) assistiu com grande preocupação o pronunciamento do Presidente Jair Bolsonaro na noite desta terça-feira (24). Após esforços concentrados em ações locais de conscientização da população para manter o distanciamento social, fechar escolas, rodoviárias e estabelecimentos comerciais, os prefeitos foram descredibilizados em rede nacional pelo presidente da República, em um ato contraditório das orientações dadas pelo seu próprio governo, através do Ministério da Saúde.

Aos prefeitos baianos, o pronunciamento do presidente passou a sensação de que o Brasil está desgovernado, sem uma liderança coerente e responsável, que respalde as decisões dos gestores locais nesse momento de crise. Deixa a certeza de que, ao seguir seus delírios de que trata-se de uma “gripezinha”, serão as lideranças municipais criminalizadas pelas mortes diante da total falta de estrutura para atender casos graves como veem sendo registrados em diversos países.

A União dos Municípios da Bahia (UPB) orienta que os prefeitos sigam tendo responsabilidade com seus munícipes, garantindo o direito fundamental à vida, implementando as medidas necessárias já orientadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Governo do Estado da Bahia na contenção do vírus que deixa um rastro de morte por onde passa.

Leia mais...

BOLSONARO CRITICA FECHAMENTO DE ESCOLAS E ATACA A IMPRENSA

O presidente Jair Bolsonaro, em pronunciamento, criticou o fechamento de escolas para combater a epidemia, fez ataques a governadores e culpou a imprensa pelo que considera clima de histeria instalado no país. “Grande parte dos meios de comunicação foram na contramão. Espalharam a sensação de pavor, tendo como carro-chefe o grande número de vítimas na Itália”, declarou Bolsonaro.

“O que se passa no mundo mostra que o grupo de risco é de pessoas acima de 60 anos. Então, por que fechar escolas?”, questionou Bolsonaro, que voltou a comparar a Covid-19 a uma “gripezinha” ou “resfriadinho”. Davi Alcolumbre (DEM-AP), presidente do Senado, criticou o pronunciamento e pediu seriedade e responsabilidade a Bolsonaro, que durante a transmissão foi alvo de panelaços pelo oitavo dia seguido. Com informações da Folha.

Leia mais...