Plansul
COLÉGIO JORGE AMADO
Buerarema
Pref ilheus junho
Ieprol
Navegação na tag

Remdesivir

SENADOR OTTO ALENCAR PEDE QUEBRA DE PATENTE DO MEDICAMENTO REMDESIVIR, USADO NO COMBATE À COVID-19

O senador Otto Alencar (PSD-BA) protocolou um projeto de lei para quebrar a patente do antiviral Remdesivir, usado em combate à Covid-19. Segundo Otto, a farmacêutica Gilead, responsável pelo medicamento, autorizou a quebra para outros países e não incluiu o Brasil.

Atualmente, o remédio é importado por R$ 19 mil a unidade, com a quebra da patente esse valor pode chegar a custar R$ 5 mil, o que vai permitir a compra por estados e municípios, segundo Otto.

A medição, que é usada desde o ano passado nos Estados Unidos, também vem sendo aplicada no estado da Bahia e apresentando ótimos resultados. “Em meu estado, por exemplo, o medicamento vem apresentando ótimos resultados e principalmente em casos mais graves da doença”, pontuou o senador.

Leia mais...

COVID-19: ANVISA APROVA USO DE ANTIVIRAL E CONCEDE REGISTRO DEFINITIVO PARA VACINA DA ASTRAZENECA

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária – Anvisa, aprovou nesta sexta-feira (12) o uso do antiviral Remdesivir, primeiro medicamento a ter recomendação em bula para pacientes da Covid-19, que é desenvolvido pela biofarmacêutica Gilead Sciences.

A Anvisa concedeu também o registro definitivo da vacina de Oxford, produzida em parceria com o laboratório AstraZeneca. Com essa decisão, o imunizante fica liberado para ser utilizado na população em geral.

Raphael Sanchez, que é especialista da gerência de qualidade de medicamentos da Anvisa, explicou que o medicamento Remdesivir será comercializado em forma de pó para solução injetável, onde deverá ser reconstituído no momento da aplicação. Aqui no país, o medicamento terá o nome comercial de Veklury e um prazo de validade de 36 meses.

Um frasco do medicamento remdesivir, fabricado pela Gilead / Ulrich Perrey/POOL/AFP

O uso do antiviral pode ser feito em pessoas com idade acima de 12 anos, com pelo menos 40 quilos, que estejam com pneumonia e precise do uso de oxigênio. A aplicação do remédio foi recomendada em dose única inicial de 200mg, administrado por infusão intravenosa. A partir do segundo dia, a Agência recomenda a aplicação de 100mg. O medicamento poderá ser usado por no mínimo 5 dias, chegando a 10 dias se necessário.

Leia mais...