faculdade de ilheus
Plansul
Cerveja Je assunção
Buerarema
Ieprol
Navegação na tag

Teatro

JOVENS DA CIDADE ALTA E CIDADE BAIXA DE SALVADOR, EXIBEM CURTAS NESTE SÁBADO NO YOUTUBE

Trinta jovens de bairros periféricos de Salvador que tiveram a oportunidade de participar de uma Formação Gratuita em Cinema através do Programa de Formação Cidade Alta – Cidade Baixa: A Gente Faz Cinema, irão exibir dois curtas metragens neste sábado durante a cerimônia de encerramento do projeto que foram beneficiados e que foi produzido pela Tenda Filmes.

Os curtas A Realidade não tiram férias e ISIS serão exibidos a partir de seis horas da tarde deste sábado, 10, no canal da Tenda Filmes no Youtube, https://www.youtube.com/channel/UCnXCacvPtkl4V0zC5WbJk7A, e foram totalmente elaborados pelos jovens que participaram da formação iniciada em fevereiro deste ano com um curso online de introdução às principais funções do audiovisual, 4 encontros virtuais sobre oportunidades do mercado para iniciantes e um workshop de imersão com realização de dois curtas no gênero documentário.

(mais…)

Leia mais...

PROPONENTES DE PROJETO APROVADO PELA ALDIR BLANC REALIZAM OFICINAS VIRTUAIS EM ITAJUÍPE

Passado o período das audições, a Companhia de Teatro Pedra e Espinho, inicia nos próximos dias (02 a 16 de fevereiro), a fase das oficinas virtuais; atividade componente do projeto contemplado pelo edital da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc; ideação cujo apoio financeiro é do Estado da Bahia, através da Secretaria de Cultura e da Fundação Cultural do Estado da Bahia –Funceb, direcionada pela Secretaria Especial da Cultural do Ministério do Turismo, Governo Federal.

ITAHUIPE – antes das pedras e dos espinhos, concerne o resgate da memória e herança indígena presente e marcada no jeito de ser da comunidade de Itajuípe. O texto surge a partir da pesquisa cênica KAREUÓKA desenvolvida pelo autor baiano Luiz Guimarães, com contribuição da diretora Onisajé (Fernanda Júlia).

Devido a pandemia da COVID-19, que levou ao isolamento social e suspensão das atividades artísticas e culturais em espaços públicos, a companhia realizará 05 (cinco) oficinas virtuais, com duração de 8h, cujas aulas práticas serão de: Eletricidade Básica/Iluminação Para Teatro e Dança; Maquiagem Artística Para Teatro e Dança; Cenografia, Teatro de Bonecos e Formas Animadas; Tecnologias para as Artes Cênicas e, Produção/Gestão/Captação de Recursos.

Paralelo a técnica de montagem de um espetáculo, o projeto proporcionará ainda, um espaço de pesquisa e discussão pública sobre a questão da formação identitária dos nativos sul baianos; contribuindo para a desmistificação negativa imposta à cultura dos povos indígenas e dos povos africanos e sua descendência no Brasil, ao intensificar a luta contra o racismo.

Leia mais...

ILHÉUS: TPI LANÇA VERSÃO ONLINE DE “TEODORICO MAJESTADE”

No ano em que o Teatro Popular de Ilhéus completa 25 anos, o espetáculo “Teodorico Majestade: as últimas horas de um Prefeito”, que está em cartaz há quase 14 anos – desde 26 de novembro de 2006 –, se adapta para uma versão inteiramente virtual. Nesta versão online, “Teodorico Majestade: a última Live de um Prefeito”, que estreia dia 24 de julho, o Teatro Popular de Ilhéus tenta contaminar o audiovisual com teatro, e o elenco do espetáculo abre suas casas para receber o público às sextas e sábados de julho e agosto, sempre às 21 horas.

Teodorico, Prefeito de Ilha bela, está prestes a perder seu mandato depois que uma onda de denúncias de corrupção tomou conta dos noticiários. Até um grupo de teatro resolveu fazer um espetáculo sobre ele. Agora, está acuado, pressionado a assinar seu pedido de renúncia. A montagem surgiu como um posicionamento do Teatro Popular de Ilhéus diante dos escândalos ocorridos na cidade, e sua repercussão contribuiu para a mobilização da população ilheense contra o então prefeito Valderico Reis, tendo histórica importância na cassação de seu mandato em 2007. O espetáculo é uma sátira política em formato de cordel sobre um prefeito prestes a perder seu mandato por conta de denúncias que vieram a público, construindo um protesto bem-humorado que mostra o lado ridículo dos bastidores da política corrupta e que, ao mesmo tempo, conclama o povo a exercer seus direitos de cidadão.

Após cada apresentação, o grupo abrirá um bate-papo com o público para conversar sobre esses 25 anos de história do TPI, tendo ainda convidados especiais nas sextas-feiras. No bate-papo da estreia, o convidado é Felipe de Paula, que já escreveu um artigo científico sobre o Teatro Popular de Ilhéus e o audiovisual.

Os ingressos são limitados, e estão à venda na plataforma Sympla por 10 e 20 reais, onde também será feita a transmissão. O público pode ainda ajudar o grupo com colaborações voluntárias de 50 e 100 reais, e dessa forma contribuir para a manutenção da Tenda TPI durante a pandemia. Para realizar a compra dos ingressos, basta acessar o site www.sympla.com.br/teatropopulardeilheus.

TPIFLIX

Para manter uma programação cultural para o seu público durante o período de isolamento social, o Teatro Popular de Ilhéus criou o projeto TPIFLIX, com conteúdo semanal em seu canal no YouTube, convidando a todos a assistirem teatro sem sair de casa. A página, que já possuía alguns vídeos de espetáculos na íntegra, documentários, trailers, entrevistas e cobertura de eventos, agora está disponibilizando materiais inéditos, produzidos pelo grupo de forma remota. Todo o conteúdo pode ser conferido e acompanhado através do link youtube.com/teatropopulardeilheus.

Na programação de julho do TPIFLIX, continua sendo postado o quadro “Letras de Nhoesembé: leituras de autores vivos de Ilhéus”, com Romualdo Lisboa, cujos vídeos vão ao ar todo domingo. Com curadoria de Fabrício Brandão, editor da revista literária “Diversos Afins”, trata-se de uma tentativa de dar voz a uma geração de contistas, poetas, romancistas, dramaturgos, escritores de diversos gêneros, que estão vivos, atuantes, escrevendo hoje, nesse contexto terrível de pandemia. Ilhéus possui uma cena muito produtiva no campo das letras. A Academia de Letras de Ilhéus é um espaço de grandes escritores do passado, mas essencialmente de escritores do presente. Uma geração de literatos que para além de dialogar com os legados de Adonias Filho, Jorge Amado, Telmo Padilha, Hélio Pólvora, dentre tantos, constroem um novo caminho, um novo universo da literatura Grapiúna.

Campanha de apoio contínuo

O grupo do TPI vem sofrendo os efeitos da pandemia ficou do novo Coronavirus desde o fechamento da sua sede, ocorrido em 15 de março. O funcionamento da Tenda TPI, assim como de qualquer espaço cultural, demanda grande investimento em manutenção física e de equipamentos. Como agravante, a estrutura de circo da Tenda é situada à beira-mar, sujeita a sol, chuvas e fortes ventos, e o efeito da maresia nos equipamentos de som, luz e projeção, nos mastros, mastareis e paus-de-roda é devastador. Normalmente o grupo contaria com o recurso de bilheteria para pequenos investimentos. Este recurso nunca foi suficiente, o que já vinha tornando o espaço bastante deteriorado. Agora, sem a arrecadação da venda de bilhetes, a companhia provavelmente não poderá abrir o espaço quando for possível.

Para tentar driblar essas dificuldades, o TPI lançou a campanha “Teatro Popular de Ilhéus + 25 anos”, de financiamento coletivo contínuo através da plataforma “Apoie.se”. O apoiador pode escolher um valor mensal a partir de 10 reais com o qual poderá ajudar o grupo. O recurso arrecadado a partir desta campanha será utilizado no custeio de manutenção, serviços e aquisição de equipamentos, tornando o espaço adequado para seu pleno funcionamento. Para todos os valores de contribuição existem recompensas para os apoiadores, que incluem desde menção do nome na página do TPI, acesso a meias-entradas e entradas gratuitas, acesso aos bastidores, e até mesmo divulgação da marca de apoiadores em pessoa jurídica. A contribuição pode ser feita no link da campanha: apoie.se/teatropopulardeilheus.

Fundado em 1995 por Équio Reis (in memorian), o grupo já produziu dezenas de espetáculos, tendo circulado em diversas cidades do Brasil, chegando também a se apresentar na Europa. A partir de pesquisas e criações, o TPI interfere positivamente no município de Ilhéus e região, promovendo debates, encontros e estudos que contribuem para a formação cultural de seu público. A longevidade do Teatro Popular de Ilhéus é um indicador de um projeto de empreendedorismo cultural exitoso que tem um planejamento à longo prazo bastante sólido e em constante avaliação. Em 2020 completa 25 anos de existência, cujas comemorações contarão com a publicação do livro “A vida é uma rima”, um ensaio biográfico do Teatro Popular de Ilhéus que está sendo escrito pelo crítico teatral e jornalista Valmir Santos. Além disso, antes da pandemia o grupo vinha se preparando para estrear o espetáculo “Sonho de uma noite de verão”, cuja montagem será retomada quando a programação da Tenda for normalizada.

O Teatro Popular de Ilhéus está localizado na Avenida Soares Lopes, em Ilhéus, e é uma instituição cultural independente, atualmente mantida pelo programa de Ações Continuadas de Instituições Culturais – uma iniciativa da Secretaria de Cultura da Bahia com recursos do Fundo de Cultura do Estado da Bahia, mecanismo que custeia, total ou parcialmente, projetos estritamente culturais de iniciativa de pessoas físicas ou jurídicas de direito público ou privado. Os projetos financiados pelo Fundo de Cultura são, preferencialmente, aqueles que apesar da importância do seu significado, sejam de baixo apelo mercadológico, o que dificulta a obtenção de patrocínio junto à iniciativa privada.

Leia mais...

REPRESENTANTES DO GOVERNO DO ESTADO REALIZAM VISITA TÉCNICA A OBRA DO TEATRO DE ITABUNA

Na manhã desta quinta-feira (16), representantes do Governo do Estado da Bahia estiveram em Itabuna para visitar as obras do Teatro Municipal Candinha Dória. Entre os integrantes, a Secretária Estadual de Cultura da Bahia, Arany Santana, e a chefe de gabinete, Cristiane Taquari, além de assessores e representantes da Bahiatursa. O vice-prefeito de Itabuna, Fernando Vita recepcionou o grupo e acompanhou a visita. As fontes de recursos para a obra do teatro são do governo, que por meio da Conder, firma e fiscaliza o convênio de repasse com a Prefeitura.

No Teatro Municipal, onde as obras também estão em estágio avançado de conclusão, os representantes do governo do estado foram recepcionados por uma série de apresentações culturais de artistas do município. Logo na chegada, os integrantes da Charanga da Alegria trouxeram música e animação para o momento. O investimento total no projeto é R$ 24 milhões.

No salão principal, o poeta Jailton Alves emocionou a todos com um belo recital de poesia. Em seguida o cantor Davidson Viana encantou os presentes acompanhado pela Orquestra Opus Music The Concept. Um corpo de bailarinos do município também participou. Ainda durante a visita, o artista Diovanni Tavares realizou apresentação de teatro de bonecos, representando toda a riqueza e diversidade da região.

A secretária estadual de Cultura da Bahia, Arany Santana destacou a estrutura do teatro, indicando ser um avanço importante para região e elogiou os envolvidos na ação. “Um teatro moderno, que está dentro das normas vigentes para uma casa de espetáculo desta magnitude e, neste momento, quero parabenizar o município, a população e todos os artistas regionais, que serão beneficiados com a obra”, ressaltou.

A obra do teatro de Itabuna está sendo realizada através de convênio do município com o Governo do Estado, após permanecer por cerca de 10 anos paralisada. A inauguração deve acontecer durante as comemorações dos 109 anos de emancipação política e administrativa de Itabuna. Para o prefeito Fernando Gomes, este importante empreendimento dará um novo conceito ao município no que diz respeito à valorização da cultura e do turismo de negócios.

O Teatro Municipal Candinha Dórea, com capacidade para cerca de 600 pessoas, contará com uma moderna estrutura de iluminação, sonorização, mecânica, cênica e acústica.

Leia mais...

ILHÉUS: TPI OFERECE OFICINA DE TEATRO E CANTO PARA CRIANÇAS E ADOLESCENTES

O Curso de Teatro e Canto do Teatro Popular de Ilhéus, ministrado por Tânia Barbosa (diretora teatral) e Antônio Melo (regente musical), tem o objetivo de ensinar a criança a se expressar e se desenvolver através da arte de forma divertida e construtiva. A partir de várias atividades, entre elas as práticas dramáticas, jogos teatrais, exercícios vocais e práticas musicais em grupo, vamos desenvolver e estimular as capacidades de expressão, socialização, espontaneidade, imaginação, observação e percepção.

A prática do teatro na infância é ideal para ajudar a criança a desenvolver a expressão verbal e corporal. Ela e também contribui para o desenvolvimento mental e emocional, estimula a memória, a atenção e a concentração, melhora a dicção e a coordenação motora, melhora a autoestima e combate a timidez, ensina a criança a relacionar-se melhor e a trabalhar em grupo, reforça o interesse pela leitura e literatura, ajuda a criança a controlar suas emoções e estimula a capacidade criativa.

A iniciação musical feita desde criança também traz diversos benefícios de ordens física, mental e emocional. Além da aquisição de uma nova habilidade lúdica, os benefícios da prática do canto incluem melhoria da respiração e da dicção, estimula habilidades mentais como memória e raciocínio lógico, colabora na socialização e desenvolvimento de disciplina e concentração e ajuda na diminuição da ansiedade e do stress.

As aulas do Curso de Teatro e Canto do TPI acontecerão durante um período de cinco meses a partir do dia 11 de março, às segundas e terças-feiras, sempre das 16:00 às 17:30 horas, no Teatro Popular de Ilhéus. O público-alvo são crianças e adolescentes de 8 a 14 anos que tenham interesse na prática do teatro e do canto. Serão apenas 20 vagas, e o investimento no curso é de R$ 120,00 mensais, que podem ainda ser pagas em uma única parcela com 10% de desconto. Haverá ainda matrícula social de 20% das vagas com bolsa integral destinadas a crianças matriculadas na rede pública de ensino e cujo responsável seja portador de CadÚnico atualizado. As inscrições estão abertas até o dia 08 de março, diretamente no Teatro Popular de Ilhéus, de segunda a sexta, das 14 às 18 horas. É necessário xerox do RG da criança e do RG do responsável.

Leia mais...

TEATRO POPULAR DE ILHÉUS LANÇA PROGRAMAÇÃO DO MÊS DE MAIO

No mês de maio o Teatro Popular de Ilhéus inicia as comemorações pelos 23 anos do grupo. A programação da Tenda TPI contará com espetáculos em valor promocional de meia entrada para todos.

A primeira atração é a peça TEODORICO MAJESTADE: As últimas horas de um prefeito, em cartaz nesta sexta-feira (04/05), às 19h. O espetáculo conta histórias do jogo político através das falcatruas praticadas em Ilha Bela, lugar fictício que pode representar qualquer cidade do Brasil. Com diálogo leve e bem humorado, escrito em cordel, o texto fala sobre a responsabilidade e exercício de cidadania de uma população que se revoltou contra Teodorco Majestade, um prefeito corrupto que entregou Ilha Bela ao caos.

Após o espetáculo haverá um bate-papo com o Prof. Dr. Josué Cândido da Silva, com o tema: O papel da ética numa sociedade em crise.

No dia 11 de maio (sexta-feira), às 19h, tem ENSAIO SOBRE UMA TAL DEMOCRACIA. O cantor e compositor Cabeça Isidoro traz, através da própria perspectiva, “o uso, desuso e o abuso da Democracia na atual conjuntura política do Brasil”. Um espetáculo musical produzido pel’O Criadouro Produção Cultural e com percussão de JahGGa.

Após o musical haverá um bate-papo com o Prof. Ramayana Vargens com o tema: Democracia e representação popular.

No sábado (12/05), às 18h, é a vez da criançada se divertir com o CLUBE DOS PALHAÇOS. Os atores Ed Paixão, Gilberto Moraes e Márcia Mascarenhas se juntam para criar, a cada encontro, números clássicos da palhaçaria universal, além de reprises montadas especialmente para o espetáculo. Diversão garantida para toda a família!

Na semana seguinte tem MEDIDA POR MEDIDA. Espetáculo inspirado na obra homônima do dramaturgo britânico William Shakespeare. A montagem é uma comédia onde a história se desdobra a partir das decisões de Ângelo, juiz implacável que substitui o Duque de Viena, cumprindo à risca as leis. A peça aborda ainda temas como poder, corrupção e os dilemas éticos e morais da vida pública e privada.

A apresentação acontece no dia 18 de maio, às 19h. Logo após o espetáculo tem um bate-papo com o Prof. Dr. Helvécio Giudice Argolo, com o tema “A (im)parcialidade do Judiciário e a (des)confiança do povo na justiça: mitos e verdades”.

No dia 25 deste mês, às 19h, tem o retorno de “OS FUZIS DA SENHORA CARRAR”. Da obra de Bertolt Brecht, o espetáculo conta a história de Teresa Carrar, uma mãe, viúva, que tenta manter a integridade dos filhos em meio à guerra civil espanhola. O texto, escrito em 1937, durante o conflito, provoca o público a pensar sobre a estupidez das guerras, a desumanização e impotência a que são submetidas as sociedades. Após o espetáculo haverá um bate-papo com o ativista político Shi Mário Schneider, com o tema “Mobilização popular: o caso Reúne Ilhéus”.

A Tenda TPI fica localizada na Avenida Soares Lopes e é administrada pelo Teatro Popular de ilhéus, instituição cultural mantida pelo programa de Ações Continuadas de Instituições Culturais – uma iniciativa da Secretaria de Cultura da Bahia com recursos do Fundo de Cultura do Estado da Bahia.

Teatro,

Leia mais...

CORAL DOS SERVIDORES DA CEPLAC COMEMORA 20 ANOS COM SHOW NO TMI

Cantando um repertório que passeia pela música popular brasileira e pela sua própria história, o Coral dos Servidores da Ceplac marca a comemoração dos seus 20 anos com um show que acontece na sexta-feira, 04 de maio, às 19h, Teatro Municipal de Ilhéus.

A seleção de músicas para esta noite contempla, também, trechos dos musicais “Festa de Arromba” e “Nordeste em Festa”, sucesso do grupo em 2015 e 2016. A apresentação ganha ainda mais brilho com os três corais convidados: Coral da UESC, Coral Dom Eduardo e o Coral Mokiti Okada, de Ilhéus.

“O show está sendo produzido com muito carinho para ser uma grande celebração, com coristas que nos acompanham desde o início e outros que entraram ao longo desses anos. O coral faz parte da nossa história pessoal e do nosso ambiente profissional”, conta Nylson Valença, cantor do coral e produtor do evento.

O ingresso custa R$10 e pode ser adquirido antecipadamente na Loja Etc e Tal e, no dia, na bilheteria do Teatro Municipal de Ilhéus.

Leia mais...

DESASTRE AMBIENTAL É TEMA DE ESPETÁCULO DE DANÇA EM ILHÉUS

Neste sábado (17/03) tem o retorno da montagem Mariana – A História que se perdeu, do grupo A-rrisca de dança. O espetáculo, em cartaz na Tenda Teatro Popular de Ilhéus, retrata o desastre ambiental ocorrido na barragem de Fundão (localizada em São Bento Rodrigues, distrito de Mariana/MG). Sucesso de público nas apresentações anteriores, a montagem é um excelente manifesto artístico contra a ganância dos homens e o descaso com o meio ambiente.

O pior acidente da mineração brasileira provocou uma enxurrada de lama que devastou o distrito de Bento Rodrigues, deixando um rastro de destruição à medida que avançava pelo Rio Doce.

O “tsunami” de lama deixou moradores desabrigados e matou 19 pessoas. No total 35 cidades no estado de Minas Gerais e 3 no Espírito Santo foram afetadas. As consequências para o meio ambiente também foram péssimas. O mar de areia, ferro e outras substâncias arrasou com a mata ciliar do Rio Doce (quinta maior bacia hidrográfica do país), contaminou suas águas e ainda provocou a morte de 11 toneladas de peixes e outros organismos

A apresentação é idealizada e produzida pelas alunas do primeiro Módulo do Curso Técnico Profissionalizante de Dança do grupo A-rrisca.

O quê: Mariana – a história que se perdeu

Quando: Sábado, dia 17 de março, às 19h

Onde: Tenda Teatro Popular de Ilhéus.

Ingressos: R$ 20,00 inteira / R$10,00 meia.

Leia mais...

ITABUNA: EBISA APRESENTOU PARECER COM EFEITO SUSPENSIVO

Por meio de nota de nota de esclarecimento, a prefeitura de Itabuna, informou nesta terça-feira, que a Ebisa Engenharia Brasileira Indústria e Saneamento Ltda., apresentou parecer com efeito suspensivo por meio de decisão judicial.Ainda segundo a nota, a empresa atendeu todas as exigências técnicas do edital e da lei de licitação e contratos.

A Ebisa foi a vencedora do processo licitatório para execução da segunda etapa da obra de construção do teatro municipal de Itabuna, no valor global de R$ 20.634.694,37.

As outras três empresas participantes foram desclassificadas e apresentaram recurso com a alegação de que a Ebisa estaria suspensa de licitar pelo Tribunal de Contas da União por fraudes em licitações nos Municípios de Itabuna e Prado, além de responder por processo de dano ao erário de Itabuna, no valor de R$ 4.400.000,00.

Leia mais...

ITABUNA: LICITAÇÃO DO TEATRO. QUEM GANHA?

Quatro empresas estão participando da licitação para as obras de conclusão do Teatro de Itabuna, segundo informações do blog Políticos do Sul da Bahia. A&S Construtora e Serviços, AXXO Construtora LTDA., Construtora Andrade Mendonça LTDA. , e EBISA Eng. Brasileira Industria e Saneamento. A expectativa é que provavelmente dentro de um mês seja publicado o resultado final do processo licitatório.

Chama a atenção porém, o fato de que contra uma destas empresas, mais precisamente contra a EBISA, como pode ser confirmado acessando-se o site do TJBA, já existir uma Ação Civil Pública movida pelo Ministério Público da Bahia, cujo assunto é: Dano ao erário, com o valor de R$ 4.400.000,00.

Nesta ação, além da EBISA, figura também como réu o Prefeito Fernando Gomes de Oliveira. A última movimentação deste processo aconteceu em 22.07.2016, com a seguinte descrição: Concluso para decisão interlocutória.

Fiquemos atentos para que o certame licitatório venha respeitar todas as normas legais. A Ação Civil Pública em questão tem a seguinte codificação: 0503189-07.2016.8.05.0113.

 

Leia mais...

TPI REALIZA ATO CONTRA CENSURA E INTOLERÂNCIA RELIGIOSA

O Teatro Popular de Ilhéus (TPI) realiza nessa sexta-feira, dia 27, às 19h30, um Ato contra censura e intolerância religiosa. O evento acontece na Tenda, espaço cultural localizado na Avenida Soares Lopes.

Entre as presenças confirmadas no ato está a Secretária de Cultura do Estado da Bahia, Arany Santana; Renata Dias, diretora geral da fundação cultural do estado da Bahia; Mãe Ilza Mukale, do Terreiro de Matamba Tombeci Neto; Lula Dantas, da Associação do Culto Afro Itabunense) e outros representantes da sociedade civil organizada da região.

De acordo com o TPI, o ato é “uma resposta aos abusos cometidos por uma minoria da sociedade brasileira que clama pela volta da censura e que acusa levianamente artistas e intelectuais de incitação à pedofilia, zoofilia, dentre outros absurdos, e também em face aos crimes cometidos às religiões de matriz africana”.

Após o ato, as 20h haverá apresentação do espetáculo musical “Ensaio sobre uma tal democracia”, de Cabeça Isidoro, com percussão de JahGGa, da banda O’Quadro.

O Teatro Popular de Ilhéus é uma das instituições apoiadas pelo programa Ações Continuadas de Instituições Culturais, iniciativa da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) através do Fundo de Cultura da Bahia (FCBA).

Leia mais...

ILHÉUS: ESTÁTUA DE JORGE AMADO PASSA POR REVITALIZAÇÃO

Um dos monumentos mais fotografados de Ilhéus, a estátua do escritor baiano Jorge Amado, está passando por uma revitalização na sua pintura. Iniciou hoje (27), pelas mãos do artista plástico ilheense Beto Shaolin, um trabalho cuidadoso de remoção dos fungos e detritos de sujeira que estão impregnados na estátua, devido ao desgaste da ação do tempo. O serviço está sendo realizado em parceria com o restaurante Vesúvio que desde ontem (26), abriu as portas para o público.

“Jorge Amado é nosso escritor maior. Foi por ele e com ele que Ilhéus foi apresentada ao mundo. Tudo que fizermos ainda é pouco para fortalecer sua obra”, reforça o gestor cultural, Pawlo Cidade.

A obra-prima material está localizada em frete a Casa de Cultura que leva seu nome e, homenageia o escritor que está usando um chapéu, gravata e bengala, retratando uma das últimas imagens de Jorge ainda em vida.

Leia mais...

‘QUE DROGA”: PEÇA TEATRAL DA PM ENCANTA MAIS DE 250 ALUNOS EM ILHÉUS

A Peça teatral “Que Droga” do Grupo PMBA de Teatro de Ilhéus “Arte Vida e Companhia”, foi exibida nesta quarta-feira, 30, para alunos de escola pública e convidados, no Teatro Municipal de Ilhéus, com entrada gratuita.

Aproximadamente 250 alunos do Instituto Municipal de Ensino (IME) e Colégio da Polícia Militar da Bahia (CPM/Ilhéus) estiveram presentes no Teatro e se encantaram com espetáculo, onde puderam interagir com os atores policiais na hora da apresentação.

A atividade se deu em continuidade a Campanha Nacional Contra o Uso de Drogas e Álcool nas Estradas que é promovida pelo Serviço Social do Transporte e Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (SEST/SENAT) em parceria com a Companhia Independente de Polícia Rodoviária de Itabuna (CIPRv/Itabuna), em prol de um trânsito mais seguro.

Nesta quinta-feira, 31, o espetáculo será apresentado para o público interno da CIPRv/Itabuna e do SEST/SENAT concluindo as ações da campanha educativa para o trânsito.

Leia mais...

PEÇA “QUE DROGA” SERÁ EXIBIDA PARA ESCOLAS PÚBLICAS DE ILHÉUS

Em continuidade a Campanha da Semana de Mobilização Contra o Uso de Drogas e Álcool nas Estradas, a Peça “Que Droga”, do Grupo PMBA de Teatro do Interior “Arte Vida e Companhia” será apresentada nesta quarta-feira, 30, para alunos de escolas públicas, a partir das 14h, no Teatro Municipal de Ilhéus, com entrada gratuita.

Além dos militares de várias Unidades Operacionais da região, cerca de 300 alunos do Instituto Municipal de Ensino (IME) e Colégio da Polícia Militar da Bahia (CPM/Ilhéus) assistirão ao espetáculo que tem como objetivo educar jovens e adultos através do lúdico.

A atividade também faz parte das quatro ações que integram a Semana de Mobilização que é uma Campanha Nacional promovida pelo Serviço Social do Transporte e Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (SEST/SENAT) em parceria com a Companhia Independente de Polícia Rodoviária de Itabuna (CIPRv/Itabuna), em prol de um trânsito mais seguro nas rodovias e estradas.

A Campanha termina na manhã da próxima quinta-feira (31), com a apresentação da peça para o público interno da CIPRv/Itabuna e SEST/SENAT.

Leia mais...