Jequitibá
Pref itabuna
Ieprol
Ubaitaba Inst novo
Buerarema
URUÇUCA
Navegação na tag

UESC

ESTUDOS CIENTÍFICOS DA UESC PARA COMBATER O CORONAVÍRUS É TEMA DO “BOM DIA BAHIA”

O “Bom Dia Bahia” deste sábado, dia 23, vai discutir o atual estágio dos estudos científicos que estão sendo desenvolvidos pela Uesc-Universidade Estadual de Santa Cruz, em conjunto com as Secretarias Municipais e iniciativa privada para a enfrentar a pandemia do coronavírus no sul da Bahia.

O programa, que vai ao ar às oito da manhã na Rádio Difusora de Itabuna AM-640, vai ouvir Gesil Sampaio Amarante Segundo, doutor em Física e professor do Departamento de Ciências Exatas e Tecnológicas da Uesc; Geraldo Magela, secretário de Saúde de Ilhéus, e Eduardo Eduardo Kolwolki, médico cancerologista, diretor clínico do Hospital de Base de Itabuna.

Geraldo Magela

No momento, inúmeros trabalhos científicos vêm sendo desenvolvidos por instituições como em Uesc, UFSB-Universidade Federal do Sul da Bahia, Amurc- Associação dos Municípios do Sul, Extremo-sul e Sudoeste da Bahia; Mesb-Movimento Empresarial Sul da Bahia, Forum Empresarial da Bahia, Prefeituras e Sintesi-Sindicato dos Trabalhadores da Saúde do Sul da Bahia.

Gesil Sampaio Amarante Segundo

A Uesc, por exemplo, está imprimindo, em parceria com o Cepedi-Centro de Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico em Informática e Eletroeletrônica de Ilhéus, protetores faciais em 3D que estão sendo distribuídos gratuitamente nos hospitais que atendem pacientes portadores do Covid-19. A iniciativa visa suprir a falta de equipamentos de proteção para os profissionais da Saúde.

A Uesc mantém também o PRMSF-Programa de Residência Multiprofissional em Saúde da Família. A iniciativa envolve profissionais da área de Saúde que estão mobilizados no auxílio às equipes multiprofissionais da Atenção Básica às Urgências e Emergências, relacionadas e não relacionadas à Covid-19, nas Secretarias da Saúde dos municípios de Ilhéus e Itabuna.

Leia mais...

ITABUNA: INTERNOS DO CONJUNTO PENAL ALCANÇAM NOTA NO SISU PARA INGRESSO NA UESC E UFSB

O sonho de 10 entre 10 estudantes que fazem o Exame Nacional do Ensino Médio, (Enem) é alcançar pontuação que permita cursar uma universidade pública. Com os internos do sistema prisional não é diferente, porém conquistas como essa, quando ocorrem, possuem talvez um significado a mais. Aqueles internos e egressos que se dedicam a prestar exames, seja vestibular ou mesmo o Enem, sonham não apenas em ingressar no ensino superior, mas também emitem um sinal de que pretendem refazer suas vidas por meio da educação.

Este ano, dois internos do Conjunto Penal de Itabuna lograram alcançar esses resultados. Um conseguiu pontuação para ingresso na Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), enquanto outra, para a Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc). Ambos fizeram o Enem nas dependências do presídio, orientados pelos professores do Ensino Médio que lecionam ali, no Colégio Estadual de Itabuna (CEI).

(mais…)

Leia mais...

SEMINÁRIO OFERECE PROGRAMAÇÃO GRATUITA PARA MULHERES DIA 26 DE MARÇO NA UESC

Cerca de 700 participantes devem ser reunir no I Seminário da Mulher, no dia 26 de março, das 08h às 18h, na Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc). O evento é promovido pelo Movimento Empresarial Sul da Bahia (Mesb) e visa estimular o público feminino a ocupar posições de destaque nos mais diversos segmentos sociais, inclusive participação efetiva na política. Os participantes recebem um certificado com carga horária de 8 horas.

Nessa primeira edição, o seminário tem como tema “Poder e Cidadania” e terá como uma das palestrante, Hannah Maruci Aflalo, coordenadora de projetos da Secretária Municipal de Direitos Humanos e Cidadania de São Paulo.

Hannah Maruci é mestra e doutoranda em ciência política pela Universidade de São Paulo (USP), pesquisadora do Grupo de Estudo de Gênero e Politica (Gepô) e da Fundação Getúlio Vargas (FGV). Ela irá apresentar dados de pesquisas sobre a participação da mulher na política, que irá evidenciar a quantidade de mulheres eleitas no pais e ações que possam ser implantadas para melhoria do ecossistema.

Inscrições

As inscrições estão sendo feitas no site: www.suldabahiaemacao.org.br Mais informações pelo telefone: (73) 99845-8183, através do e-mail: movimento@suldabahiaemacao.org.br ou no instagram: @suldabahiaemacao.

Leia mais...

COARACI: SARAU LITERÁRIO “TRIBUTO AO POETA AMARAL FERREIRA” ACONTECE NESTA QUARTA-FEIRA

O I Sarau literário no Colégio Municipal de Coaraci, intitulado “Tributo ao Poeta Amaral Ferreira”, para promover, divulgar e homenagear o grande literário da “Terra do Sol”, acontece nesta quarta-feira, 27. Discentes do Curso de Especialização em Gestão Cultural, turma de 2019, da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), elaboraram e executam o projeto como parte das atividades da disciplina do Prof. Dib.

Coloca-se na prática, em parceria com o colégio diversas oficinas sobre ilustrações, releitura, produção de poemas, coreografias e discussões sobre o trabalho do poeta e seu legado. O workshop é ministrado durante o mês de novembro pela professora de artes Telma Nunes. No dia 27 serão realizados os cumprimentos com a participação e premiação dos alunos participantes.

O Sarau além de prestar as honrarias, tem como intuito, incentivar e estimular nos jovens, o senso crítico, além da criatividade e a leitura. O evento conta com o apoio da UESC e as parcerias da Secretaria Municipal de Educação e Diretoria de Cultura, Gestão e Coordenação do CMC, além dos patrocínios da vereadora Graça Santana, Pizzaria Laurindão, da Emanar Cosméticos e dos filhos do escritor Andrews e Katiussia.

Leia mais...

ALUNOS DE GESTÃO CULTURAL DA UESC PROMOVEM CINEMA NAS ESCOLAS EM ILHÉUS

Nos próximos dia 22 e 25 de novembro, às 9h e às 14h, acontecerá nas escolas Darcy Ribeiro e Centro Educativo Fé e Alegria, em Ilhéus, o projeto Cinema nas Escolas – Cinema, Cultura e Diversão, criado pelos alunos do Curso de Especialização e Gestão Cultural, 2019 da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), sob a orientação do Professor e Doutor Dib, contando ainda com o apoio do professor e Doutor Fernando Oliveira, coordenador do curso.

O evento tem como intuito desenvolver nas crianças e adolescentes, o senso crítico através das películas, com temas que possam vir a despertar nos mesmos o exercício da cidadania cultural.

O programa que será realizado em dois dias, contemplará crianças nas faixas etárias de 06 a 14 anos e conta com o apoio das instituições escolares Darcy Ribeiro e Centro Educativo Fé e Alegria.

Contamos com o patrocínio de empresas como Projetrans – Transporte e logística, EMANAR Cosméticos, Casar (Janete Lainha), Stamp’Art Personalizados, Dika modas, Projetrans e Taluche Modas Supermercado Nenem, Cardoso Calçados.

Leia mais...

ALESSANDRO SANTANA: ”QUEREMOS UMA UESC CADA VEZ MAIS DEMOCRÁTICA, DIVERSA, INCLUSIVA, INOVADORA E EM BUSCA DA EXCELÊNCIA ACADÊMICA E TAMBÉM NA GESTÃO”

Consolidar os avanços e promover um choque de gestão, num modelo democrático e participativo que valorize a excelência no ensino, na pesquisa, na extensão na Universidade Estadual de Santa Cruz. Essa é a meta de Alessandro Fernandes de Santana, candidato a reitor, que tem como vice o professor Mauricio Moreau, pela chapa “Uesc in Altum”- #Diversidade#Integração#Excelência#Inovação

Graduado em Ciências Econômicas (UESC) e em Administração de Empresas (UESC), especialistas em Economia de Empresas e Mestre em Cultura e Turismo, pela UESC/UFBA; Doutor em Ciências Sociais, Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), Alessandro é Atualmente professor no Departamento de Ciências Econômicas e Pró-Reitor de Extensão da Uesc.

“A proposta partiu de um grupo formado por professores, técnicos administrativos e estudantes, que há alguns anos vislumbrou um projeto para a Uesc no sentido de avançarmos ainda mais”, afirma. Segundo ele, a universidade cresceu bastante nas últimas três gestões, da professora Renée Albagli, o professor Joaquim Bastos e a professora Adélia Pinheiro. “Nos preparamos para esse desafio e estamos colocando nosso nome à disposição da comunidade acadêmica”, afirma.

Alessandro Santana pretende consolidar e ampliar os avanços alcançados e promover um choque de gestão. Ele defende um modelo de gestão mais participativa e democrática, que valorize cada vez mais os servidores, tanto professores quanto os técnicos administrativos, sempre com foco na excelência da universidade. “Vivemos um momento muito difícil no país e precisamos de uma gestão eficiente dos recursos disponíveis e para isso temos que inovar. Nós temos a diversidade, a integração a excelência e a inovação como mote da nossa candidatura”, diz.

“A Uesc hoje é destaque em rankings nacionais e internacionais de avaliação, mas precisamos colocar o ensino de graduação e pós-graduação em um nível de excelência, avançar ainda mais na pesquisa e inovação, na extensão e impulsionar o processo de internacionalização da instituição. Temos que cada vez mais ir além dos muros da universidade, ter uma presença marcante na região, como instituição propulsora de desenvolvimento, mas com um foco ampliado, pois a universidade é uma instituição universal”, ressalta.

O candidato a reitor lembra que nas duas ultimas gestões, a UESC ampliou suas atividades em uma série de municípios da região, estabelecendo parcerias institucionais com prefeituras e movimentos sociais, o que é muito importante para a comunidade.

A região passa por um novo momento, após décadas dependendo do cacau. Atualmente, ampliam-se os investimentos na diversificação da produção, como por exemplo: chocolate, agroindústria, o turismo, o polo tecnológico. “Durante três décadas a UESC foi a única instituição pública de nível superior a contribuir com essas transformações através da educação, pesquisa, extensão”, afirma Alessandro, destacando que “hoje partilhamos essa responsabilidade com a Universidade Federal do Sul da Bahia, o IfBaiano, o Ifba, e com instituições privadas de ensino superior no eixo Itabuna-Ilhéus, além da CEPLAC”.

Ele defende um trabalho em rede, desenvolvendo ações conjuntas e a implantação do Parque Tecnológico, já que a UESC tem um papel fundamental nesse processo de impulsionar o desenvolvimento regional.

“Nós temos que produzir ciência, oferecer respostas para as demandas da sociedade. Quando você leva a UESC a uma comunidade, oferece conhecimento, mas também recebe conhecimento. Essa é uma via de mão dupla”, diz.

Alessandro Santana destaca ainda que a eleição é um processo pedagógico, um processo educativo. “Todos os candidatos querem o melhor para a Universidade, são colegas de trabalho que têm propostas a oferecer. O que eu e o professor Maurício estamos apresentando são nossos currículos, nossa história na UESC, nossa capacidade de realização e nosso compromisso para com a instituição. Não é hora de regredir e sim de corrigir o que for necessário e avançar muito mais”.

“Avaliem as propostas e o perfil de cada candidato, participe dos debates e compareça para votar. Isso é muito importante para os destinos da UESC. Vamos fazer uma campanha extremamente ética, propositiva e mostrar é que é possível fazer uma eleição baseada em idéias e ideologias diferentes, mas que convirjam no respeito, buscando os melhores caminhos para a UESC”, finaliza Alessandro Santana.

Leia mais...

GESTORES MUNICIPAIS ASSINAM CONVÊNIO PARA CURSO DE EXTENSÃO NA UESC

Prefeitos e secretários de Educação dos municípios associados a Amurc participaram nesta quarta-feira, 6, da assinatura do Termo de Adesão ao Curso de Extensão em Alfabetização e Letramento, destinado aos professores da Rede Municipal de Ensino. A ação é uma conquista para os gestores públicos municipais, que conta com a parceria da Amurc, Pró-reitoria de Extensão da Uesc e Consórcio Litoral Sul.

A assinatura do termo de cooperação técnica possibilita a capacitação de professores das séries iniciais e que serão agentes multiplicadores em seus municípios. A expectativa é melhorar os índices de educação dos municípios, o que segundo o prefeito de Itororó, Dr. Adauto Almeida deverá “colher frutos a médio e longo prazos, e serão fundamentais para a formação do nosso alunado e futuramente do nosso cidadão”.

De acordo com o Pró-reitor de Extensão da Uesc, Alessandro Santana, o curso consta o que há de melhor na universidade em relação a expertise dos professores do Departamento de Educação da Universidade. “Tenho certeza que esse curso surtirá efeitos extremamente positivos nos municípios. Assim, a universidade pode se fazer cada vez mais presente, assumindo a nossa função social, tanto no que diz respeito ao ensino como na extensão, mas levando também, frutos na área de pesquisa”, concluiu.

Já o prefeito de Barra do Rocha e vice-presidente da Amurc, Luis Sérgio Alves destacou que, investir na educação é acreditar no futuro do país. Segundo ele, “um professor bem formado e que amplia os seus conhecimentos, a tendência é que a educação dos municípios possam melhorar consideravelmente. Então, acredito que com a assinatura desse convênio nós teremos professores melhores e alunos cada vez mais avançando nos seus conhecimentos”.

A coordenadora da Câmara Técnica de Educação do CDS-LS e secretária de educação de Itapitanga, Cláudia Corrêa declarou que 68 professores do seu município serão contemplados com esses conhecimentos. “O curso está sendo fantástico para os municípios. O material é de extrema qualidade. Vai ser um impacto muito grande para o município. Teremos uma comissão composta pelo Conselho Municipal de Educação, Conselho do Fundeb, a Câmara Municipal de Educação, que vai acompanhar os multiplicadores nos municípios”.

Ainda estiveram presentes no ato de assinatura, os prefeitos de Itapé, Naeliton Pinto, de Itaju do Colônia, Djalma Orrico, de Itororó e de Jussari, Antonio Valete; as secretárias de educação de Firmino Alves, Andréa Morais, de Itajuípe, Maria de Lourdes e de Floresta Azul, Talita Silveira e o secretário executivo da Amurc e do CDS-LS, Luciano Veiga e a subgerente de Integração Comunitária da Proex/Uesc, Cintya Santos Nobre.

Leia mais...

UESC RECEBE CONFERÊNCIA REGIONAL DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INFORMAÇÃO

Com o objetivo de elaborar a nova política estadual do setor, o Governo da Bahia, através da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), realiza Conferências Macroterritoriais/Regionais de CT&I, entre os dias 21 e 31 de outubro, em onze cidades baianas. A etapa do evento que acontece em Ilhéus, na Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), no dia 29 de outubro, já está com inscrições abertas por meio do site da Secti.

A Conferência Estadual, que acontece nos dias 5 e 6 de dezembro, em Salvador, tem como tema “Bahia: Sociedade 5.0”. Nas Conferências Macroterritoriais/Regionais será possível discutir ideias, iniciar debates, entender as demandas locais, bem como eleger os delegados para o evento estadual.

Os municípios de Feira de Santana, Ilhéus, Eunápolis, Vitória da Conquista, Seabra, Irecê, Barreiras, Juazeiro, Senhor do Bonfim, Salvador e Serrinha vão receber as Conferências Regionais, a fim de eleger 20 delegados para cada macroterritório, representando os seguimentos empresarial, acadêmico, poder público, sociedade civil organizada e entidades de representação setorial.

Entre os temas que serão discutidos estão: integração do ecossistema estadual de CT&I; temas estratégicos para pesquisas cientificas e tecnológicas; infraestrutura de CT&I; formação de pessoal para a sociedade 5.0; inovação tecnológica; financiamento de CT&I; tecnologias sociais para o desenvolvimento sustentável; e difusão de conhecimento e popularização da ciência.

De acordo com a secretária da Secti, Adélia Pinheiro, a necessidade desta Conferência surge do impacto das mudanças tecnológicas que fazem parte da contemporaneidade. “A Conferência acontece em um momento de novo paradigma com a reestruturação das relações produtivas, tanto no âmbito do crescimento econômico como de vida social”, disse.

Inscrições através do link:

www.secti.ba.gov.br

Leia mais...

4º FESTIVAL UNIVERSITÁRIO DE MÚSICA DA RÁDIO UESC É NESTA QUINTA

Nesta quinta-feira, dia 10 de outubro, é a etapa final do 4º Festival Universitário de Música da Rádio UESC (4º FESUMU). O evento começa às duas da tarde, no Auditório Paulo Souto da universidade e tem entrada gratuita. Esse ano, com a temática indígena o Festival lembra a necessidade de protegermos as matas, as águas, as terras e os povos que dependem delas.

O objetivo do Festival da Rádio UESC é incentivar a integração cultural da região; valorizar e promover novos talentos; incentivar a criatividade e o intercambio cultural, além de divulgar a música regional produzida por professores, estudantes e funcionários das instituições regionais de ensino superior. E desde sua primeira edição, em 2016, o evento ocorre anualmente, com um público animado que comparece para torcer pelos doze artistas e bandas finalistas.

Este ano, representando várias universidades como a UESC, a UFSB, a UNIME, a Madre Thais e a UNOPAR, entre outras, os finalistas que prometem grandes apresentações são: Clarice Ravena; Débora Santti ; Duo Amiã; Eloah Monteiro; Emmer’C; Lab da Mata; Leonam Amaral e Mabel Salvador; Miguel Arcanjo; Moa Venus e DJ Tarsis; Mr Lagos; Projeto Embolo e Raiane Farias.

Além deles, o Festival tem também várias atrações convidadas e uma feira de artes, fotografias, artesanato e comidas orgânicas e indígenas, que funcionará na entrada do auditório. Entre as atrações convidadas estão o rapper Billyfat; Edivan Fulni-O; a Banda Insalobre; Juliana Amanayara Tupinambá; MC Pytuna e a banda Ziminino. Somando tudo isso, o que temos é uma grande festa da cultura e das artes, onde centenas de pessoas comparecem para se divertir e comemorar nossa diversidade.

Leia mais...

RANKING BRITÂNICO INCLUI UESC ENTRE AS MELHORES DO MUNDO

A Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), pela primeira vez, alcançou os critérios para entrar na lista mundial de universidades classificadas pelo ranking do THE “Times Higher Education”. A UESC está citada no ranking THE em 45º lugar entre as brasileiras, precedida na Bahia, somente pela UFBA.

O THE “Times Higher Education” é o provedor dos dados que sustenta a excelência universitária em todos os continentes do mundo. Situa-se como empresa por trás do ranking universitário e com quase cinco décadas de experiência como fonte de análise e insights sobre o ensino superior e uma experiência incomparável nas tendências que sustentam o desempenho da universidade em todo o mundo.

“Estou feliz pelo resultado. É um esforço de toda a comunidade acadêmica que está sendo reconhecido,” comemora o reitor da UESC Evandro Sena Freire.

“Estou muito orgulhosa do resultado alcançado! Reflete o trabalho dedicado e comprometido de toda a comunidade acadêmica, ao longo de todos os anos de existência da UESC, jovem e pujante! Políticas e escolhas acertadas! Orgulho-me de fazer parte dessa historia!” disse a professora Adélia Pinheiro (reitora no período de 2012 à 2019 e atual secretaria de Ciência Tecnologia e Inovação do Estado da Bahia)

O professor Joaquim Bastos, reitor no período 2004 à 2012 manifestou a “gratidão e satisfação por fazer parte dessa história. Tivemos reitores excelentes e tudo funciona.”

A UESC já havia sido incluída no Ranking comparativo de universidades latino-americanas divulgado pela THE (Times Higher Education), que é ligada ao jornal britânico The Times, em parceria com a empresa Elsevier. Também figura entre as universidades que têm ações em prol das metas do desenvolvimento sustentável da ONU.

Critérios de avaliação

O estudo analisa cinco critérios principais: qualidade de ensino (ambiente de aprendizagem, reputação, desempenho estudantil, número de professores com doutorado, docentes premiados e renda institucional); volume de publicações de pesquisa; citações em artigos científicos; projeção internacional (número de alunos e de professores estrangeiros); e troca de conhecimento com outras instituições.

Este ano o Brasil aumentou o número de universidades que entraram na lista do THE, liderada pela britânica Universidade de Oxford, a lista deste ano tem 46 universidades brasileiras, contra 35 no ano passado.

O salto fez o Brasil passar de nono para o sétimo país com maior número de universidades na lista, deixando para trás nações como Chile, Itália e Espanha. A USP (Universidade de São Paulo) se manteve como a melhor universidade do Brasil.

Para mais detalhes, consulte https://www.timeshighereducation.com/world-university-rankings/state-university-santa-cruz

Leia mais...

PARCERIA ENTRE COOPERATIVA E UESC BENEFICIA ALUNOS DO CURSO DE AGRONOMIA

Para concluir o curso de Agronomia da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), é obrigatório completar o estágio supervisionado, diante desta realidade a Cooperativa de Desenvolvimento Territorial – COOPERAST em parceira com a UESC, esta abrindo suas portas para a realização desta etapa em que o aluno exerce algumas atividades dentro da COOPERAST, ligada ao seu campo de estudo, tendo a supervisão da equipe técnica da Cooperativa e ainda a orientação de um professor da universidade.

O coordenador da COOPERAST, engenheiro Agrônomo Maicon Silva de Oliveira, destaca que, o principal objetivo do estágio supervisionado é oferecer uma situação da vida real para que cada estudante possa aplicar os conhecimentos adquiridos no curso. No estágio, o aluno tem que ter jogo de cintura para lidar com imprevistos e é indispensável para qualquer pessoa, além do aprendizado o estágio supervisionado também pode ser uma porta de entrada para o mercado de trabalho.

Neste semestre os formandos em Agronomia Allan da Silva, Mirella Brandão e Kaíque Ribeiro, foram contemplados com estágio na COOPERAST, podendo vivenciar o excelente trabalho que a cooperativa vem desenvolvendo em parceria com a coordenação da BAHIATER no Serviço Territorial da Agricultura Familiar-SETAF, que é uma estrutura organizacional para a gestão das Políticas Públicas de Agricultura Familiar, ligada à SDR (Secretaria de Desenvolvimento Regional) que esta instalada nos Territórios de Identidade da Bahia.

Leia mais...

ESTUDANTES BAIANOS DESENVOLVEM MÉTODO PARA TRATAMENTO DE ÁGUA

O trabalho de pesquisa de estudantes baianos da região de Ilhéus e Itabuna tem trazido resultados práticos quando o assunto é oferecer água de qualidade para a população. É o que revela o professor Franco Amado, da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), responsável pelo Laboratório de Materiais e Meio Ambiente (Lamma), que conta com pesquisas, como o Projeto Água Limpa Sempre. O projeto tem conseguido eliminar impurezas das águas baianas, como em casos nos municípios de Bom Jesus da Lapa, Ilhéus e Itabuna.

Responsável por iniciar as pesquisas entre os anos de 2000 e 2001, o professor Franco Amado explica que a máquina utilizada na Uesc pode tratar até dois mil litros por hora. “Se pensarmos que uma família de quatro pessoas utiliza 500 litros por dia, então uma máquina consegue tratar por hora o que quatro famílias consomem durante o dia”. Ele ressalta que atualmente não consegue tratar água de uma cidade inteira, mas de comunidades com 20 a 30 famílias.

Para maximizar o processo de tratamento da água, auxiliando, inclusive, a resolver problemas de contaminação em cidades baianas, o pesquisador afirma que é possível acoplar várias máquinas ou produzir uma maior. “Já existe sistema similar operando para tratamento de efluente, que é para tratar a água que sai das indústrias, como a de celulose. Podemos aumentar a escala da máquina para resolver esse tipo de problema”.

As pesquisas realizadas pelos estudantes da Uesc já tiveram resultados práticos no tratamento de água de poço no município de Bom Jesus da Lapa e na própria cidade de Ilhéus. “Em Bom Jesus da Lapa havia problema com excesso de flúor. Pegamos essa água e conseguimos tratar e remover o flúor da água. Outro problema que a gente resolveu foi na época da seca aqui na região, quando a água do mar estava invadindo o rio e deixando salobra a água para consumo”, lembra.

Pesquisas de ponta trazem resultados de qualidade.

O investimento em pesquisas, como a desenvolvida pelos estudantes da Uesc, pode, segundo o professor Franco Amado, auxiliar a resolver um problema comum nas águas distribuídas para diversas cidades baianas, que é o acúmulo de agrotóxico. “Na Bahia, nós conseguimos desenvolver pesquisa de ponta, com pouco de recurso, sem precisar importar soluções. O agrotóxico pode ser totalmente cancerígeno, então é um risco grande para a população. Teríamos que conhecer melhor cada caso, mas podemos tratar esse problema sim”.

Método água limpa

A máquina utilizada no Projeto Água Limpa Sempre funciona pelo método de separação por membranas (PSM) através de eletrodiálise. São alternativas de tratamento para remover contaminantes críticos e permitir a produção de água potável e para tratar efluentes (industriais e domésticos) e produzir água com qualidade para reuso. Entre os PSM, as membranas de filtração com diferentes tamanhos de poros, permitem remover desde sólidos e sais dissolvidos até metais, microrganismos e vírus, pela aplicação de um gradiente de pressão, de forma a produzir uma corrente de permeado (tratada) e outra de rejeito (concentrada). A eletrodiálise é uma alternativa que utiliza membranas íon-seletivas ao invés de porosas, que são capazes de separar os contaminantes quando se aplica corrente elétrica, resultando em um grande volume de água tratada (diluído), e um volume menor, concentrado de contaminantes.

Leia mais...

UESC: SETOR DE PESQUISA VISA PRODUÇÃO DE PIMENTA

A crescente procura por pimentas no mercado interno e externo trouxe expansão das áreas de cultivo em vários estados brasileiros, principalmente na agricultura familiar. Devido a esse aumento da demanda de produção, a Cooperativa de Desenvolvimento Territorial – COOPERAST, por meio de sua equipe técnica, se uniu a Universidade Estadual de Santa Cruz – UESC com objetivo realizar pesquisas para o cultivo de pimenta em áreas assistidas pela cooperativa.

A parceria entre a COOPERAST e UESC consististe no auxilio prestado pela Universidade em fornecer bancos de dados de sementes de pesquisas desenvolvidas em pimenta, e o trabalho pratico da cooperativa em buscar áreas experimentais em comunidades selecionadas, para posteriormente multiplicar os resultados positivos em áreas assistidas pela COOPERAST. Essa iniciativa é muito importante, pois cria laços entre os produtores do campo e a pesquisa na universidade.

Existem várias formas de utilização da pimenta: podem ser consumidas ao natural, ou processadas e utilizadas em várias linhas de produtos, e abastecem a agroindústria. Seus frutos podem ser desidratados e vendidos inteiros, em flocos (pimenta calabresa), em pó (páprica picante) ou ainda preparados como conservas, molhos, geleias, e doces.

O diretor executivo COOPERAST, Marcello Layandys destaca a importância da busca por novas alternativas de renda para o produtor, como SAFS e MANDALAS, que é um modelo agroecológico que já vem sendo implantado. Em um futuro próximo, a cooperativa pretende processar estes produtos, agregando ainda mais valor à produção da agricultura familiar no interior da Bahia.

Leia mais...

UESC: ADÉLIA PINHEIRO ENCERRARÁ SUA GESTÃO EM ABRIL

A reitora Adélia Maria Carvalho de Melo Pinheiro permanecerá à frente da gestão da Universidade Estadual de Santa Cruz  – UESC até o mês de Abril. Em seguida, assumirá a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação da Bahia (SECTI), seguindo a indicação feita pelo governador Rui Costa (PT) durante o programa Papo Correria, transmitido ao vivo nas redes sociais na segunda-feira (18).

Conforme apurou o Ipolítica, a professora Adélia Pinheiro afirmou (via site da UESC) que “durante os meses de Março e Abril estarei me dedicando, como reitora, ao processo de transição para que o vice-reitor, o professor Evandro Sena Freire assuma a Reitoria, dando continuidade a gestão da universidade.” A indicação foi uma escolha pessoal do governador Rui Costa, obedecendo aos critérios estabelecidos por ele para a formação de uma equipe “de perfil técnico e habilidade política”.

A professora Adélia Pinheiro é reitora da UESC em seu segundo mandato. Graduada em Medicina pela Universidade Federal da Bahia(1987), tem especialização em Medicina Social, Mestrado em Saúde Coletiva pela Universidade Federal da Bahia  (1993) e Doutorado em Saúde Pública pela Universidade de São Paulo (2003). Adélia também foi presidente e vice-presidente da Associação Brasileira dos Reitores das Universidades Estaduais e Municipais- ABRUEM.

Leia mais...

ITABUNA: ESTUDANTES DO FÉLIX MENDONÇA SE DESTACAM NO ENEM E CONQUISTAM VAGAS NA UESC

Estudantes da rede estadual estão comemorando o ingresso em universidades em toda Bahia. Com o ótimo desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), em 2018, os alunos conquistaram vagas pelo Sistema de Seleção Unificada (SISU) em cursos dos mais concorridos, como Medicina e Direito, em universidades públicas da Bahia. As matrículas, que devem ser realizadas nas próprias instituições, iniciam nesta quarta-feira (30/01), e seguem até 4 de janeiro. Mas informações no endereço http://sisu.mec.gov.br/.

A festa foi em dobro para os irmãos Dandara Cezar e Pablo Cezar, estudantes do Colégio Estadual Felix Mendonça, em Itabuna, que conquistaram vagas no curso de Comunicação Social, com ênfase em Rádio e TV, e em Ciência da Computação, respectivamente, na Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC). Para a futura universitária, a possibilidade de cursar o Ensino Superior perto de casa será gratificante. “A minha família está muito feliz com as nossas conquistas e mais ainda porque temos uma universidade de qualidade perto de onde moramos e isso ajuda bastante. O meu conselho para os colegas é que busquem seus objetivos enfrentando todos os desafios”, disse.

Para Filippe Richard, também concluinte do Colégio Estadual Felix Mendonça, a conquista de uma vaga no curso de Direito na UESC, mostra a capacidade dos alunos da rede pública. “Somos estigmatizados, mas existe muita qualidade no ensino da escola pública e o Félix Mendonça é um ótimo exemplo. Na escola fui incentivado a participar de diversos concursos de Redação, onde tive muito destaque, além dos projetos desenvolvidos na unidade. E tudo isso me ajudou muito na minha preparação para a conquista desta vaga. Então, além da estrutura, tenho a consciência que o aluno também é responsável pela busca do conhecimento e formação intelectual”, enfatizou.

Leia mais...