COLÉGIO JORGE AMADO
Buerarema
Pref ilheus junho
Plansul
Ieprol
Navegação na tag

Vacina

CERCA DE 60% DOS BAIANOS VACINADOS CONTRA A COVID-19 NÃO REFORÇARAM A IMUNIZAÇÃO COM AS TERCEIRA E QUARTA DOSES

Do total de 11,6 milhões de baianos vacinados com as 1ª e 2ª doses de vacina contra a Covid-19, cerca de 6,1 milhões de pessoas simplesmente não voltaram aos postos para reforçar a imunização com as 3ª e 4ª doses. Ou seja, 60% das pessoas estão negligenciando a proteção adicional garantida pelo SUS.

“A imunidade cai após 5 meses da vacinação. Por isso é tão importante, neste momento pré-festejos juninos em que grande parte da população se aglomera para dançar, beber e comer, que a população reforce sua proteção a fim de evitar um novo boom de casos após o São João”, esclarece a secretária da Saúde do Estado da Bahia, Adélia Pinheiro.

A despeito do aumento do número de casos verificado nas duas últimas semanas, a titular da Sesab esclarece que, no momento, os indicadores avaliados não justificam uma suspensão de eventos ou adoção de alguma medida restritiva.

“Ainda que o número de casos ativos tenha crescido, os números de internações e de óbitos não sofreram alterações, o que permite que os eventos sejam mantidos ressaltando a importância da vacinação”, pontua Adélia.

A Sesab realiza a distribuição das vacinas para os 417 municípios do estado e os orienta a realizarem ações, junto às lideranças locais, destacando a importância da vacinação, envolvendo a atenção básica e os agentes de saúde da família para a busca ativa das pessoas com esquema vacinal incompleto. A Secretaria Estadual da Saúde também elabora e divulga notas técnicas e alertas epidemiológicos; material educativo com reforço às orientações de prevenção e controle da doença, além de reuniões periódicas com as equipes técnicas regionais de saúde.

Segundo a diretora da Vigilância Epidemiológica Estadual Márcia São Pedro, a adoção da dose de reforço das vacinas contra covid-19 é um importante avanço no enfrentamento do vírus.

“Ela garante proteção ao indivíduo e bloqueia a transmissão coletiva do vírus. Depois disso, a orientação para quem vai celebrar os festejos juninos é dar preferência a espaços abertos”, reforça a sanitarista.

Leia mais...

PRORROGADA CAMPANHA NACIONAL DE VACINAÇÃO CONTRA GRIPE E SARAMPO

O Ministério da Saúde prorrogou até o dia 24 de junho a Campanha Nacional de Vacinação contra Gripe e Sarampo para os grupos prioritários, com o objetivo de aumentar as coberturas vacinais para as duas doenças.

De acordo com a pasta, a partir do dia 25 de junho os estados e municípios poderão ampliar a vacinação contra a gripe para toda a população a partir de 6 meses de idade, enquanto tiverem doses disponíveis. Já foram distribuídas cerca de 80 milhões de doses para todo país.

Os grupos prioritários para a vacinação da Influenza são os idosos acima de 60 anos de idade; trabalhadores da saúde; crianças de 6 meses a 5 anos incompletos; gestantes e puérperas; povos indígenas; professores; pessoas com comorbidades ou com deficiência permanente; integrantes das forças de segurança, de salvamento e Forças Armadas; caminhoneiros e trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso; trabalhadores portuários; funcionários do sistema prisional; população privada de liberdade e adolescentes cumprindo medidas socioeducativas.

Os grupos prioritários somam quase 80 milhões de brasileiros e, até o momento, a cobertura vacinal chegou a 44% desse público.

Sarampo

O Ministério da Saúde ressalta que a imunização contra o sarampo faz parte do Calendário Nacional de Vacinação e as doses ficam disponíveis durante todo o ano. É utilizada a vacina tríplice viral, que também previne contra a caxumba e a rubéola.

Pelo Calendário Nacional de Vacinação, a vacina deve ser aplicada nos bebês ao completarem 1 ano de idade e reforço entre 4 e 6 anos de idade. Também se recomenda a aplicação de uma dose entre os 30 anos e 50 anos de idade, em pessoas não vacinadas na infância ou juventude.

A campanha de vacinação começou no dia 4 de abril e podem se vacinar os trabalhadores da saúde e as crianças de 6 meses a menores de 5 anos de idade.

O Brasil perdeu o selo de erradicação de sarampo em 2019, por causa da queda na cobertura vacinal. Segundo dados do Núcleo de Informação, Políticas Públicas e Inclusão (Nippis), em três anos foram registrados 26 óbitos de crianças abaixo de 5 anos de idade e mais de 1,6 mil internações por sarampo no país, número que não era alcançado desde o início dos anos 2000.

Leia mais...

MINISTÉRIO DA SAÚDE AMPLIA RECOMENDAÇÃO DA DOSE DE REFORÇO CONTRA COVID-19 PARA ADOLESCENTES

O Ministério da Saúde amplia a recomendação da dose de reforço contra a Covid-19 para adolescentes, entre 12 e 17 anos. A nova orientação foi publicada em nota técnica nesta sexta-feira (27).

A dose de reforço deve ser aplicada quatro meses após a segunda dose, preferencialmente com a vacina da Pfizer, independentemente da dose aplicada anteriormente. Se houver indisponibilidade da vacina, a Coronavac pode ser usada.

Os dois imunizantes são autorizados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para essa faixa etária. A recomendação também vale para adolescentes gestantes e puérperas. No caso dos adolescentes imunocomprometidos, apenas a vacina da Pfizer deve ser utilizada.

Leia mais...

ILHÉUS ATINGE MARCA DE 85% DA POPULAÇÃO VACINADA COM AS DUAS DOSES CONTRA A COVID-19

Ilhéus tem 134.313 pessoas imunizadas com as duas doses ou dose única contra a Covid-19, de acordo com os dados da Secretaria de Saúde (Sesau). Até o momento, a segunda dose já foi aplicada em 86,33% da população vacinável com idade igual ou acima de 12 anos.

Conforme a Sesau, no período compreendido entre 1º e 30 de abril foram ministradas 10.877 unidades do imunizante, das quais 616 correspondem ao primeiro ciclo (D1) e 1.267 referem-se ao segundo ciclo (D2), além de 6.106 doses de reforço (terceira dose), aplicação de 294 vacinas relativas à 4ª dose e 2.594 doses pediátricas. Os dados também são divulgados no painel de acompanhamento da cobertura vacinal Covid-19 da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab).

Balanço mensal da vacinação contra a Covid-19 em Ilhéus

Período

De 1º a 15 de abril

De 16 a 30 de abril

Dose

D1

D2

D3

D4

D1

D2

D3

D4

Total

Total 975 1.875 3.787 118 475 1.152 2.319 176 10.877
Fonte: Secretaria Municipal de Saúde (Sesau)
Leia mais...

ITABUNA: SECRETARIA DE SAÚDE DIVULGA CALENDÁRIO DE VACINAÇÃO CONTRA COVID-19 DOS ÚLTIMOS DIAS DE MARÇO

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Rede de Frio do Departamento de Vigilância em Saúde, divulgou o calendário de vacinação dos últimos dias de março em Itabuna. No período matutino e vespertino nas Unidades Básicas e de Saúde da Família, a imunização da primeira, segunda e terceira dose contra o Covid-19 será aplicada na segunda, quarta e na sexta-feira, 1º de abril, das 8 às 11 e das 13 às 16 horas.

PRIMEIRA DOSE

Para a primeira dose, o público são  maiores de 12 anos. A documentação é o RG, CPF ou cartão do SUS e comprovante de residência. Segunda dose.

Para a segunda dose nas UBS e USF, o público são pessoas que estão com data de retorno até o dia 1º/04 para uso das vacinas Coronavac, Oxford e Pfizer.

Vale destacar que está liberado para todos, a antecipação da 2ª dose (Pfizer) para 60 dias. A documentação é o RG, CPF ou cartão do SUS, comprovante de residência e cartão com registro da primeira dose.

TERCEIRA DOSE

Para a terceira dose nas Unidades Básicas de Saúde, serão imunizadas pessoas maiores de 18 anos com conclusão do esquema vacinal há mais de 4 meses (a partir da data da segunda dose).

DOSE DE REFORÇO JANSSEN

Nas UBS e USF, pessoas maiores de 18 anos que tenham um intervalo entre dois e seis meses após a primeira aplicação já podem receber sua dose de reforço da vacina Janssen.

A documentação necessária é o RG, CPF ou Cartão do SUS, Comprovante de Residência e cartão de vacina com registro das doses anteriores.

VACINAÇÃO INFANTIL – UBS e USF

Nesta semana, a vacinação infantil acontece nas UBS e USF, na terça-feira, dia 29, e na quinta-feira, dia 31, das 8 às 11 e das 13 às 16 horas.

São imunizadas crianças com comorbidade/deficiência permanente de 5 a 11 anos com a Pfizer Pediátrica. Já as crianças sem comorbidade são vacinadas aquelas de 5 a 11 anos com a vacina da Pfizer Pediátrica e de 6 a 11 anos com a vacina da Coronavac ou Pfizer Pediátrica.

SEGUNDA DOSE CRIANÇAS

Crianças de 6 a 11 anos sem comorbidade que foram imunizadas com a Coronavac e completaram os 28 dias da primeira dose, já poderão receber a segunda aplicação. E também, crianças de 5 a 11 anos que receberam a vacina Pfizer também já podem receber sua segunda dose após completar o prazo de 60 dias.

Algumas ressalvas precisam ser seguidas na imunização deste grupo infantil como: a apresentação de um documento da criança e do cartão de vacina infantil. Para crianças com comorbidade, deverá ser apresentado também o relatório médico que ficará retido.

Ademais, a criança deverá ser acompanhada pelos pais ou responsáveis (no caso de não ser os pais, o responsável deverá levar uma cópia do documento do pai ou da mãe e autorização por escrito assinada). Os pais ou responsáveis deverão apresentar documento pessoal com foto.

Outro ponto é que a criança não pode ter sido imunizada com qualquer outra vacina nos 15 dias anteriores. Os pais poderão optar qual a vacina para as crianças sem comorbidade de 6 a 11 anos (Coronavac ou Pfizer Pediátrica). Já para àquelas com 5 anos e àquelas com comorbidade, a orientação é a Pfizer Pediátrica.

As doenças que são consideradas comorbidades são Diabetes mellitus; Pneumopatias crônicas graves; Doenças Cardiovasculares; Doenças cerebrovasculares; Doença renal crônica; Imunossuprimidos; Hemoglobinopatias; Obesidade mórbida; Síndrome de Down e Cirrose hepática. Já as deficiências permanentes consideradas prioridades são a Auditiva, visual, física e intelectual (crianças autistas estão incluídas nesta última categoria).

AÇÃO DE VACINAÇÃO REDE DE FRIO

Nesta terça-feira, dia 29, acontece a vacinação noturna  para pessoas que trabalham em horário comercial. A ação que acontecerá no pátio da Rede de Frio, em anexo ao antigo F-SESP, das 17 às 20 horas.

O público são pessoas que estão em atraso no esquema vacinal para segunda dose da Coronavac, Oxford e Pfizer. Além disso, haverá também segunda dose da Pfizer para adolescentes de 12 a 17 anos que receberam sua primeira dose até 28/01.

Para a terceira dose, o público são pessoas maiores de 18 anos com conclusão do esquema vacinal há mais de 4 meses, com vacinas dos laboratórios Janssen, Oxford e Pfizer.

E também, aquelas pessoas maiores de 18 anos que vão receber dose de reforço da Janssen e que já tenham um intervalo entre 2 e 6 meses após a primeira aplicação. A documentação necessária é RG, CPF ou Cartão SUS e cartão de vacina com o registro vacinal.

Leia mais...

ITABUNA: SECRETARIA DE SAÚDE DIVULGA CALENDÁRIO DE VACINAÇÃO CONTRA O COVID-19

A Secretaria de Saúde, por meio da Rede de Frio do Departamento de Vigilância em Saúde, divulgou o calendário de vacinação contra Covid-19 nesta semana em Itabuna. A vacinação é realizada nas Unidades Básicas e de Saúde da Família. As doses serão aplicadas na segunda, quarta e sexta-feira, das 8h às 11h e das 13h às 16h.

Para a primeira dose o público é maior de 12 anos. Já a segunda dose, o público são pessoas que estão com data de retorno até o dia 11/03 para uso das vacinas Coronavac, Oxford e Pfizer. Vale destacar que está liberado para todos a antecipação da segunda dose a partir de 60 dias da aplicação da primeira.

A terceira dose é destinada para pessoas maiores de 18 anos com conclusão do esquema vacinal há mais de 4 meses (a partir da data da segunda dose). A documentação para ambas etapas é o RG, CPF ou cartão do SUS, comprovante de residência e cartão com registro das aplicações anteriores para quem for tomar a dose de reforço. (mais…)

Leia mais...

ITABUNA: SECRETARIA DE SAÚDE DIVULGA CALENDÁRIO DE VACINAÇÃO NESTA SEMANA

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Rede de Frio do Departamento de Vigilância em Saúde, divulga calendário de vacinação desta semana em Itabuna.

Para a vacinação da Covid-19, no período matutino e vespertino nas Unidades Básicas de Saúde, a vacinação da primeira, segunda e terceira dose contra o covid-19 será aplicada esta semana nesta quarta-feira, dia 2, das 12 às 16 horas, e na sexta-feira,  das 8 às 11 e das 13 às 16 horas.

Para a primeira dose contra a Covid-19, o público são maiores de 12 anos. A documentação é o RG, CPF ou cartão do SUS e comprovante de residência.

Segunda dose

Para a segunda dose nas Unidades Básicas de Saúde, nesta quarta-feira, das 12 às 16 horas, e na sexta-feira, nos turnos matutino e vespertino, o público são pessoas que estão com data de retorno até o dia 4 de março para uso das vacinas Coronavac, Oxford e Pfizer.

Vale destacar que está liberado para todos os serviços a antecipação da 2ª dose Pfizer para 60 dias. A documentação é o RG, CPF ou cartão do SUS, comprovante de residência e cartão com registro da primeira dose. (mais…)

Leia mais...

ITACARÉ AMPLIA POSTOS DE VACINAÇÃO PARA CRIANÇAS NOS BAIRROS E ZONA RURAL

Para imunizar cada vez mais crianças a partir de 05 anos contra a Covid-19, a Prefeitura de Itacaré, através da Secretaria de Saúde, ampliou os pontos de vacinação, com o atendimento nos bairros e também na zona rural. Em Itacaré, na sede, a vacinação para essa faixa etária acontece de segunda a sexta-feira, das 8 às 12 horas e das 13h30min às 16 horas, na Secretaria de Administração, ao lado da Casa Henrique.

Ainda na sede, a vacinação acontece nas unidades de saúde dos bairros, das 8h30min às 11 horas e das 13h30min às 15h45min, obedecendo a seguinte escala: na segunda-feira a vacinação será no PSF do Centro, na terça-feira a imunização será no PSF do bairro da Passagem, na quarta-feira no PSF da Rua da Linha, na quinta-feira no PSF da Marambaia e na sexta-feira no PSF do bairro Santo Antônio.

Já no distrito de Taboquinhas a imunização será sempre às terças e quintas, das 08 às 14 horas, no Posto de Saúde Maria de Lourdes, sempre às segundas, quartas, e sextas-feiras e na Central do Covid-19 nas terças e quintas-feiras. Nas unidades de atendimento da zona rural a vacinação será das 8 às 11 horas, obedecendo a seguinte escala: nas segundas-feiras será no PSF Lia Nascimento e também no PSF Jairo Carneiro. Já nas sextas-feiras, a vacinação será no distrito de Água Fria.

De acordo com a equipe da Secretaria Municipal de Saúde, para ter acesso a vacina, a criança e o responsável devem apresentar um documento com foto do responsável, comprovante de residência, documento da criança, cartão de vacina e cartão do SUS. Já as crianças de 05 a 11 anos que possuem deficiência permanente devem apresentar relatório médico. Caso os pais não possam comparecer para levar a criança deve encaminhar um termo de autorização para vacinação devidamente preenchido e assinado.

Leia mais...

ILHÉUS: CERCA DE 130 MIL PESSOAS RECEBERAM AS DUAS DOSES CONTRA A COVID-19

O balanço parcial da vacinação contra a Covid-19 em Ilhéus aponta que 127.404 pessoas já receberam as duas doses do imunizante até o momento, segundo informações da Secretaria de Saúde (Sesau). O número representa 81,88% da população com idade acima de 12 anos.

De acordo com a pasta, no período compreendido entre 1º e 31 de janeiro foram ministradas 21.624 unidades da vacina, das quais 2.158 correspondem ao primeiro ciclo (D1) e 4.993 referem-se ao segundo ciclo (D2), além da aplicação de 13.563 doses de reforço (terceira dose) e 910 doses pediátricas contra a Covid-19.

A estratégia mais recente contempla a aplicação da 1ª dose para crianças de 5 a 11 anos; adolescentes de 12 a 17 anos e repescagem para o público com idade igual ou superior a 18 anos, bem como oferta da 2ª dose, conforme data marcada para retorno. O serviço segue com aplicação da 3ª dose para pessoas com 18 anos ou mais que tomaram a 2ª dose há quatro meses e reforço da Janssen para as pessoas acima de 18 anos que completaram dois meses da dose única. (mais…)

Leia mais...

IBICARAÍ: SECRETARIA DE SAÚDE COMEÇA A VACINAR CRIANÇAS DE ONZE A CINCO ANOS CONTRA COVID-19

A prefeitura de Ibicaraí, através da Secretaria de Saúde (SMS), iniciou nesta segunda-feira, 17, a vacinação da primeira dose contra a Covid-19 para crianças de onze a cinco anos (ordem decrescente), nas unidades de saúde do centro, dos bairros e dos distritos da Salomeia, Vila Emílio Izabel (41) e dos Cajueiros.

A vacinação está acontecendo em ordem decrescente e segundo a secretária municipal de Saúde, Luna Tavares, a família que tem crianças nessa faixa etária terá a visita do Agente de Saúde da área para orientar quando a criança poderá receber a primeira dose.

“Começamos a vacinar crianças de onze anos e à medida que a vacinação concluir com as crianças de onze, nós, em ordem decrescente, passaremos para as crianças de dez anos, e seguiremos assim até atingirmos nossa meta, que é vacinar a criançada de cinco anos”, disse a secretária de Saúde, Luna Tavares.

Leia mais...

GOVERNO DO ESTADO AFASTA POLICIAIS MILITARES QUE NÃO SE VACINARAM CONTRA COVID-19

A medida assinada pelo governador Rui Costa (PT) publicada no Diário Oficial dessa quinta-feira (20), afastou policiais militares que não optaram por tomar a vacina contra a Covid-19.

O governo havia anunciado que, servidores e funcionários terceirizados que não haviam tomado a vacina, seriam afastados ou demitidos da função.

Os militares ficarão por 90 dias afastados, podendo ser prorrogada por mais 90 dias caso não tomem a dose do imunizante, e sem vencimentos. A medida do Governo é acompanhada de parecer técnico da Procuradoria Geral do Estado.

Leia mais...

BARRO PRETO: PREFEITURA PROSSEGUE VACINAÇÃO EM DOMICÍLIO PARA IDOSOS

Ciente de que as doses são fundamentais para reduzir risco de infecção, a Prefeitura de Barro Preto por meio da Secretaria de Saúde providenciou a aplicação das 1ª, 2ª e 3ª doses contra Covid-19 sem agendamento aos moradores impossibilitados de se deslocarem aos postos de saúde.

Barro Preto inicia o ano de 2022 com os postos de saúde abertos para aplicação das três doses da vacina contra a Covid-19, sem necessidade de agendamento, e com a Secretaria Municipal de Saúde reforçando a importância de a população tomar a dose de reforço (terceira dose) após intervalo de quatro meses da segunda dose. 

Através das equipes de vacinação da Secretaria Municipal de Saúde, vem dando segmento a vacinação contra a Covid-19  em idosos acamados em sua residências e busca ativa. 

“Vibramos com a chegada de cada lote de vacina contra o novo Coronavírus em nosso Município, sabemos da importância desse imunizante para toda população, por isso, seguimos com os protocolos do Ministério da Saúde de Imunização, Lembre-se, proteção completa é com a dose de reforço! Destacou o Prefeito Juraci da Saúde. 

Leia mais...

ILHÉUS: VACINAÇÃO INFANTIL CONTRA COVID-19 COMEÇA NESTA QUARTA-FEIRA

Há exato um ano, em 19 de janeiro de 2021, a Prefeitura de Ilhéus deu a largada para a imunização da população contra a Covid-19, começando pelos idosos, profissionais da saúde e indígenas. Passados 365 dias, o público infantil também receberá a vacina, responsável por reduzir os óbitos e casos da doença, principalmente entre os grupos mais vulneráveis. De acordo com a Secretaria de Saúde (Sesau), a estratégia terá início nesta quarta-feira (19), com aplicação da dose pediátrica da Pfizer.

O serviço atenderá neste primeiro momento o público assistido pelo Benefício de Prestação Continuada (BPC) e estudantes da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Ilhéus. As doses serão ofertadas nas unidades do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) e na APAE, das 9h às 13h, conforme dias específicos.

No ato da vacinação, a criança deverá estar acompanhada da mãe, do pai ou de um responsável legal e apresentar CPF, cartão do SUS, bem como caderneta de vacinação, caso possua. É necessário que o adulto apresente documento de identificação com foto. A estratégia adotada pela Prefeitura segue as recomendações da Comissão Intergestores Bipartite da Bahia (CIB-BA).

A Sesau informa que a primeira etapa da vacinação é destinada à cobertura de 100% da população indígena infantil e das crianças com deficiência permanente. A imunização do público de 5 a 11 anos em geral será realizada de forma escalonada e por ordem decrescente de faixa etária, começando pelas crianças de 11 anos. O cronograma será divulgado nos próximos comunicados.

Quarta-feira (19/01)

– Local: Cras Sul

Endereço: Avenida Dr Arnoldo Neves – Nossa Senhora da Vitória

Horário: Das 9h às 13h

– Local: APAE

Endereço: Caminho 1, nº 64 – Térreo, Hernani Sá (Urbis), próximo ao posto de saúde

Horário: Das 9h às 13h

Quinta-feira (20/01)

– Local: Cras Vilela

Endereço: Avenida Governador Paulo Souto (perto da Associação de Moradores), 625 – Teotônio Vilela

Horário: Das 9h às 13h

Sexta-feira (21/01)

– Local: CRAS Oeste

Endereço: Rua Duque de Caxias, 154 – Banco da Vitória

Horário: Das 9h às 13h

Seguda-feira (24/01)

– Local: CRAS Norte

Endereço: Avenida Raimundo Sá Barreto, 539 – Jardim Savoia

Horário: Das 9h às 13h

Terça-feira (25/01)

– Local: CRAS Olivença

Endereço: Rua Almerindo Sarmento, 8 – Olivença

Horário: Das 9h às 13h

Leia mais...

ITABUNA: SECRETARIA DE SAÚDE DIVULGA CALENDÁRIO DE VACINAÇÃO NESTA SEMANA

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Rede de Frio do Departamento de Vigilância em Saúde, divulga o calendário de vacinação nesta semana em Itabuna. Para a vacinação  contra a Covid-19, nas Unidades Básicas e de Saúde da Família, a primeira, segunda e terceira dose será aplicada a partir desta terça-feira até a quinta-feira, dia 20, das 8 às 11 e das 13 às 16 horas. 

Para a primeira dose, o público são crianças maiores de 12 anos. A documentação é o RG, CPF ou cartão do SUS e comprovante de residência.

Segunda dose 

Para a segunda dose, nos turnos matutino e vespertino, o público são pessoas que estão com data de retorno até o dia 21 de janeiro para uso das vacinas das Coronavac Oxford e Pfizer. Vale destacar que está liberado para todos, a antecipação da 2ª dose Pfizer para 60 dias. A documentação é o RG, CPF ou cartão do SUS, comprovante de residência e cartão com registro da primeira dose. 

Na quarta-feira, dia, haverá ação de segunda dose para pessoas maiores de 18 anos que estão em atraso no esquema vacinal. E também, para adolescentes de 12 a 17 anos que já tenham recebido a primeira dose da vacina Pfizer até 21/11. A ação será na UniFTC das 17 às 20 horas. A documentação necessária é o RG, CPF ou Cartão SUS, cartão de vacina com o registro da primeira dose e comprovante de residência. 

(mais…) Leia mais...

ITABUNA: CRIANÇAS COM COMORBIDADES SERÃO VACINADAS CONTRA COVID-19 NA QUINTA E SEXTA-FEIRA

A Prefeitura de Itabuna, por meio da Rede de Frio da Secretaria Municipal de Saúde, inicia nesta semana a vacinação de crianças, com idade entre 5 e 11 anos, com comorbidades ou deficiência permanente. A imunização ocorrerá na quinta e sexta-feira, dias 20 e 21, na UniFTC, centro da cidade, em horários alternados para facilitar o deslocamento dos pais ou responsáveis.

Na quinta-feira, dia 20, a imunização será das 16 às 20 horas, enquanto na sexta-feira, dia 21, das 10 às 16 horas. De acordo com o enfermeiro de imunização da Rede de Frio, José Victor Gomes, o atendimento será por meio de senha. Serão fornecidas 200 por dia.

Preferencialmente, os pais devem acompanhar o menor. No caso da ausência dos pais ou responsáveis, a vacinação deverá ser autorizada pelos pais em termo de consentimento por escrito, que deverá ser apresentado em duas vias (original e fotocópia). O documento estará disponível na UniFTC. Além disso, a criança deverá estar acompanhada por um adulto (tio, avós, padrinhos, etc.) com os documentos pessoais e do pai ou mãe da criança com foto.

“Como neste primeiro momento as crianças que serão vacinadas são as que têm comorbidades, também deverá ser apresentado o laudo com CID (Classificação Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde), com carimbo e assinatura do médico”, orienta o enfermeiro Victor Gomes. Ele ainda alerta os pais ou responsáveis que a criança não pode ter sido vacinada contra outra doença nos últimos 15 dias.

“Daí a importância de apresentar, além dos documentos pessoais, também o cartão de vacina e o cartão do SUS, para que nossa equipe possa avaliar o quadro de imunização da criança”, explica Victor Gomes.

Ele ainda informa que a criança deverá permanecer em repouso no local por pelo menos 20 minutos após a aplicação da vacina. “Este é um procedimento simples para que a criança possa ser observada”, acrescenta. Finaliza, lembrando que alguns sintomas podem se manifestar como: dor, inchaço e vermelhidão no braço, bem como febre e dor de cabeça.

Leia mais...