COLÉGIO JORGE AMADO
Buerarema
Pref ilheus junho
Plansul
Ieprol
Navegação na tag

Vane do Renascer

ITABUNA: “FALTOU TESÃO A VANE PARA GOVERNAR”, DECLARA WENCESLAU JÚNIOR

O ex-vice-prefeito de Itabuna, Wenceslau Júnior (PC do B), participou nesta terça-feira (21) do Podcast Política com Endereço apresentado ao vivo pelo canal do IPodcasTV no YouTube.

Durante o bate papo, Wenceslau comentou sobre o ex-prefeito Vane e disse que ele se desitimulou logo após a eleição, sendo esse um dos maiores problemas da gestão.

“Logo na primeira reunião Vane disse que não era candidato à reeleição, isso já causou tumulto entre os secretários. Faltou tesão a Vane, essa é a palavra para ficar fácil de entender”, disse.

Veja o corte da fala de Wenceslau:  (mais…)

Leia mais...

ITABUNA: VANE ANUNCIA PRÉ-CANDIDATURA A PREFEITO, ADMITE ERROS EM SUA GESTÃO E GARANTE ESTAR MAIS PREPARADO

O Ex-prefeito de Itabuna, Claudevane Leite (PROS), ao que parece, pretende mesmo disputar as eleições com objetivo de retornar ao comando do Centro Administrativo Firmino Alves. Nesta segunda-feira, 27, Vane foi enfático em seu propósito, apesar de admitir que tem sido incentivado por vários setores da sociedade Itabunense para tentar o retorno e deixar claro que não tem dificuldade em apoiar outro pré-candidato desde quando siga uma agenda de desenvolvimento para o Município.

Em entrevista ao jornalista Oziel Aragão, na Rádio Interativa, Vane elencou alguns avanços que ele comandou em seu governo de 2013/2016, como a melhoria nos índices da saúde e da educação, o resgate da cultura e ações efetivas de redução da vulnerabilidade social e combate às drogas.. “A cidade me conhece, eu entrei e saí da prefeitura com o que tinha. Sei da dificuldade de gerir Itabuna, fiz muito por Itabuna e vou mostrar isso, mas sei que posso fazer muito mais, estou mais experiente, mais preparado.”, disse. Ele adiantou que vai continuar fazendo o trabalho missionário que já prática há muitos anos e apontou a falta de comunicação com a população, através da imprensa, como principal erro do seu governo. “Tivemos erros, é claro, mas tivemos muito mais acertos e avanços, fizemos muito e não consegui mostrar isso a população de Itabuna.”, disse.

Vane argumentou que apesar de colocar seu nome para análise da população, pode apoiar outro candidato que se comprometa a cumprir uma agenda que ele considera essencial para iniciar uma gestão: “Cumprir a licitação do transporte público, feita no meu governo, discutir e implementar o plano de cargos e salários, que iniciei e consegui fazer no Hospital de Base, e reduzir o valor exorbitante do contrato de lixo, o que eu também fiz na minha gestão.”, disse. Ele adiantou os nomes do Vereador Júnior Brandão (Rede) e do médico Isaac Nery (Avante), como pré-candidatos que poderão contar com seu apoio.

Leia mais...

ITABUNA: JUSTIÇA DETERMINA BLOQUEIO DE CONTAS DO EX-PREFEITO VANE

O juiz Ulysses Maynard, da Fazenda Pública de Itabuna, determinou bloqueio de contas do ex-prefeito Claudevane Leite (PRB) e do ex-secretário de assistência social, José Carlos Trindade.

Segundo informações do Políticos do Sul da Bahia, o bloqueio se deu por conta de uma ação civil impetrada pelo Ministério Público Estadual, onde consta que foi feita uma licitação para compras de lixeiras em aço inox, mas as mesmas nunca foram entregues. No local foram colocadas lixeiras cujo o valor é bem mais baixo do que as licitadas. Também foi bloqueado as contas dos sócios da Solução Inox Comércio e Manutenção e Lotação de Equipamentos Industriais, empresa na qual ganhou a licitação.

Leia mais...

TCM REJEITA CONTAS DA PREFEITURA DE ITABUNA DE 2016.

Na sessão desta quinta-feir, 16, o Tribunal de Contas dos Municípios rejeitou as contas da Prefeitura de Itabuna, na gestão de Claudevane Leite, referentes ao exercício de 2016. A decisão foi tomada em razão da abertura de créditos adicionais suplementares sem autorização legislativa e do descumprimento do artigo 42 da Lei de Responsabilidade Fiscal, que trata da ausência de recursos em caixa para pagamento de despesas realizadas no último ano do mandato. O relator do parecer, conselheiro Plínio Carneiro Filho, determinou a formulação de representação ao Ministério Público Estadual contra o gestor, para seja apurada a prática de crime contra as finanças públicas.

O ex-prefeito foi multado em R$12 mil pelas irregularidades apuradas durante a análise técnica das contas e terá que restituir aos cofres municipais a quantia de R$181.018,10, com recursos pessoais. Deste total, R$168.518,30 pela ausência de planilha de medição de obras e serviços e nota fiscal nos processos de pagamento relativos aos credores K R Carvalho & Cia e Modclima Pesquisa e Desenvolvimento. E R$12.499,80 provenientes do pagamento indevido de juros e multas por atraso no adimplemento das obrigações assumidas junto a EMASA.

O saldo deixado em caixa, de R$35.086.588,54, não foi suficiente para cobrir as despesas dos “restos a pagar” do exercício, revelando uma ausência de recursos na ordem de R$157.868.499,22 para pagamento dos débitos, o que comprometeu o disposto no artigo 42 da LRF. Esta ilegalidade, por si só, compromete o mérito das contas, impondo o voto pela rejeição. Isto porque é vedado por lei ao gestor, nos dois últimos quadrimestres do último ano do mandato, assumir despesas que não possam ser pagas no mesmo exercício financeiro ou, caso restem parcelas a serem pagas no exercício seguinte, é obrigatório que haja disponibilidade financeira em caixa. Tal irregularidades também é tipificada como crime contra as finanças públicas, nos termos do art. 359-C do Código Penal brasileiro.

Sobre os créditos adicionais, a relatoria apurou que o primeiro ato de abertura de crédito adicional suplementar, através do Decreto nº 4, de R$16.552.041,05, aconteceu em 04/01/2016, ou seja, em data anterior à publicação da Lei Orçamentária Anual – LOA. Isto porque a lei foi publicada quinze dias depois, autorizando a abertura dos créditos adicionais suplementares até o limite de 30% por anulação de dotações. As datas não deixam dúvida quanto a irregularidade do ato.

Cabe recurso da decisão.

Leia mais...

CIDADE DIGITAL ?

Mais uma ação virtual do vice-prefeito e secretário de planejamento e tecnologia do governo Vane, hoje conhecido como o “homem da moita”.

A cidade soube e sabe que existe, mais ninguém consegue acessar. Alguém precisa explicar o porque dessa dificuldade antes que o MPF seja acessado.

Leia mais...