Buerarema
Plansul
COLÉGIO JORGE AMADO
Pref ilheus junho
Ieprol
Navegação na tag

Violência Doméstica

CANAVIEIRAS: ACUSADO DE ESTUPRO É PRESO NO RIO DE JANEIRO POR VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

O acusado de ser o autor do estupro de uma adolescente de 14 anos, com problemas neurológicos, ocorrido no município de Canavieiras, teve o mandado de prisão preventiva cumprido, nesta segunda-feira (31), no Presídio de São Gonçalo, no Rio de Janeiro. Ele estava preso desde o dia 12 deste mês, após cometer violência doméstica.

Equipes da Delegacia Territorial (DT), de Canavieiras, estavam monitorando o criminoso e trocaram informações com policiais da 52ª Delegacia de Polícia (DP) de Iguaçu e 50ª DP / Itaguaí acerca do mandado de prisão decorrente do estupro ocorrido em outubro de 2021, quando a adolescente também foi agredida e ameaçada pelo autor.

O acusado também responde pela tentativa de estupro contra uma mulher de 19 anos, ocorrida em 2018, também em Canavieiras. Ele segue custodiado na unidade prisional do Rio, à disposição do Poder Judiciário. Também terá o mandado de prisão preventiva cumprido pela tentativa de estupro.

Leia mais...

JEQUIÉ: POLÍCIA RESGATA ADOLESCENTE VÍTIMA DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA NA ZONA RURAL

Uma adolescente de 17 anos foi resgatada por policiais da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de Jequié, na tarde de terça-feira (20). A garota era vítima de violência doméstica e estava morando numa propriedade de difícil acesso, que pertence à família do companheiro, na zona rural do município.

Conforme explicou a titular da Deam/Jequié, delegada Grazziele Quaresma Pereira, a mãe da jovem registrou ocorrência na unidade especializada e as equipes iniciaram as diligências imediatamente. “Localizamos a vítima numa fazenda, distante 15 quilômetros da BR-116. Segundo o depoimento, ela sofria agressões físicas, psicológicas e era submetida a constrangimento”, detalhou a titular.

O agressor, que também impedia o contato da vítima com os familiares dela, não estava no local e já foi intimado pela autoridade policial. “Solicitamos medidas protetivas de urgência à Justiça, para resguardar a segurança dela”, completou a delegada. A menina também foi submetida aos exames periciais.

“A adolescente já foi reintegrada ao convívio familiar”, informou Grazielle. A garota deve ser atendida pela rede de apoio às mulheres vítimas de violência doméstica.

Leia mais...