Ieprol – Matrículas Abertas – Desktop Mobile
Itajuípe – Dengue Novo – Desktop/Mobile
Plansul – 31 anos – Desktop/Mobile
Buerarema – Fevereiro Roxo e Laranja – Desktop/Mobile
AACRRI – Reconstrução PIX – Desktop/Mobile

“THE BATE PAPO DE BOTECO”: “MT DA CORONEL” ABRE O CORAÇÃO E CONTA O PORQUÊ DESSE NOME TÃO DIFERENTE PARA UM ARTISTA MUSICAL

Ele tem só 21 anos de idade, mas já está na cena musical desde os 15, quando ainda o chamavam pelo seu nome, “Mateus”, de onde surgiram as letras “MT” para consagrar o surgimento do então DJ “MT”. Da pegada da música eletrônica, passando pela sua capacidade de criar e produzir shows, acabou ele saindo da parte de trás da mesa de som para adentrar os palcos da região. Foi assim que surgiu “MT da Coronel”, hoje cantor de brega funk cujos hits já somam mais de 220 mil execuções.

Na edição dessa sexta-feira, 20/10, do podcast “The Bate Papo de Boteco”, comandado por Júnior Paim e Jéssica Brito, a única coisa que faltava, era ele explicar de onde surgiu o “da Coronel” que aparece como marca registrada de sua carreira artística e explicação não poderia ser melhor. (Tem que assistir ao vídeo abaixo, para saber).

Júnior Paim, MT da Coronel e Jéssica Brito (Foto: Eric Souza)

Natural de Irecê, a música entrou em sua vida através da igreja católica; e do sagrado para o profano, hoje revela-se um artista desinibido, num show em que ele garante que o que não falta é ousadia, apelo e muito swing.

Das situações mais inusitadas que já lhe aconteceram, contou que, falou de uma em Porto Seguro.

Atualmente, mora em Ubaitaba, mas ensaia em Itabuna, especialmente porque seu corpo de baile se divide, com um dançarino de Itabuna e outro de Buerarema). Sua equipe, hoje conta com pelo menos, 10 profissionais.

Podcast The Batepapo de Boteco (Foto: Eric Souza)

Ainda durante o podcast, “MT da Coronel” falou de suas influências, do momento ‘sofrência’ do seu show, que se inspira num jovem artista itabunense, e comenta sobre a separação dele com um dos seus dançarinos de início de carreira, o “Cego”.

Agora, para acompanhar de verdade tudo o que rolou de resenha, de sucessos como o “Aqui na Parma” (o primeiro que o estourou e chamou a atenção do empresariado do entretenimento), só assistindo a entrevista completa no canal iPodcasTV, no YouTube, onde o “The Bate Papo de Boteco” é transmitido ao vivo sempre as sextas, às 19h30min, com os apoios do Boteco Gaúcho, que traz o melhor e o mais gostoso café da manhã de Itabuna e Distribuidora e Fabricante “Coroa”, com os refrigerantes Coroa, água mineral com e sem gás Campinho e, principalmente, os energéticos “Bad Wolf”.

Acesse ao canal, se inscreva, clica no ‘legalzinho’, se inscreva e ative o sininho para não perder nenhum dos podcasts produzidos com muito carinho pelo Grupo iPolítica de Comunicação.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.