AACRRI
Plansul
Buerarema
Ieprol

ÚLTIMO CAFÉ IPOLÍTICA DE 2023 RESSALTOU A IMPORTÂNCIA DA MULHER NA SOCIEDADE E NA POLÍTICA

Um dos temas mais comentados do ano de 2023, seja pelos dados positivos apresentados pelo Ministério da Mulher, seja pelos números alarmantes que fizeram o poder público (re)planejar suas estratégias de proteção, a mulher esteve e está no centro das atenções das mudanças sobre as quais se discute pelos veículos de imprensa e pela sociedade civil organizada.

Nessa perspectiva, o programa Café iPolítica na Interativa FM transmitido em rede pela Cacau FM de Ibicaraí, apresentado por Ricky Mascarenhas e Naty Almeida, não poderia encerrar o ano de um outro modo que não fosse trazendo a expertise de uma das maiores estudiosas do assunto, que foi Célia Watanabe, ela que atua na Secretaria de Políticas Para as Mulheres do Ministério da Mulher, do Governo Federal.

Itabunense de coração, Célia, foi incisiva e cirúrgica. “Pauta da violência não se enfrenta sozinho, é preciso que se intensifique os trabalhos feitos com união e parceria, falando da importância de o Governo Federal promover ainda mais convênios com estados e municípios com vista ao fortalecimento da prevenção da violência contra as mulheres e principalmente dos feminicídios”, apontou.

Falou da importância do “empoderamento”, especialmente para que fique claro que essa expressão não pode perder força nos discursos que se repetem, mas para deixar claro que toda mulher é “dona” de sua vida, do seu corpo. Destacou que os casos de feminicídio e de violência permeiam cenários que o poder público ainda não conseguiu alcançar. “Temos leis eficientes, mas não temos o aparato para torná-las eficientes”, explicou citando a Casa da Mulher Brasileira como uma das ações mais importantes do Governo Federal na política de proteção de mulheres vítimas de ameaças.

“As casas são conhecidas e reúnem as instituições públicas da justiça, segurança pública, atendimento à saúde, psicológica entre outros. Acolhem as mulheres em situação de violência, seus filhos e fazem os encaminhamentos necessários para seus agressores”, citou.

Watanabe falou ainda da violência política e defendeu a política de cotas obrigatórias de 30% de candidaturas femininas, citando que, a partir delas, cresceu a quantidade de lideranças políticas trans e negras, principalmente, nos estados e no Congresso Nacional.

Exemplificou a questão da violência política destacando a história da vereadora Tereza Capra (PT), da cidade de São Miguel do Oeste, região Oeste de Santa Catarina, que teve o seu mandato cassado em rito sumário pela coragem de ter denunciado um ato político em 2022 que fazia apologia ao nazismo. Felizmente, o Tribunal de Justiça do estado anulou a cassação e a vereadora teve devolvido o seu mandato.

Encerrou a entrevista indicando que os números de mulheres eleitas em 2024, nas eleições, deverão ser ainda maiores e melhores que os da última eleição municipal de 2020.

O programa Café iPolítica na Interativa FM vai ao ar sempre todos os sábados, das 8h às 10h, com o apoio do Boteco Gaúcho, o melhor e mais gostoso café da manhã de Itabuna e região.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.