Ieprol – Matrículas Abertas – Desktop Mobile
Buerarema – Fevereiro Roxo e Laranja – Desktop/Mobile
Itajuípe – Dengue Novo – Desktop/Mobile
AACRRI – Reconstrução PIX – Desktop/Mobile
Plansul – 31 anos – Desktop/Mobile

VEREADORA ANA RITA TAVARES ANUNCIA ROMPIMENTO COM ACM NETO E ADESÃO A BASE DE RUI COSTA

Presidente do Partido da Mulher Brasileira (PMB) na Bahia e vereadora de Salvador, Ana Rita Tavares anunciou, nesta quarta-feira (1), a saída da base do prefeito ACM Neto (DEM) e adesão ao time do governador Rui Costa (PT). Segundo a vereadora, o motivo para essa decisão está na insensibilidade da Prefeitura para com a causa animal e na falta de atenção aos seus pleitos nos últimos anos.

“Nesses cinco anos e meio de pertencimento a essa base política, não tive a reciprocidade devida para ver concretizados os avanços reclamados por nosso mandato. Desde novembro de 2015, o prefeito não me atende. Meus pleitos são ignorados. Por isso, a partir de hoje, não mais faço parte da base do prefeito ACM Neto. Sou fiel aos meus eleitores e à causa animal, razão da minha dedicação e empenho reconhecidos, na militância de mais de 27 anos”, desabafou a edil.

De acordo com Ana Rita, em 2012, ACM Neto, então candidato à prefeitura de Salvador, firmou com a vereadora o compromisso de fazer o Hospital Público Veterinário Gratuito, o Castramóvel e o calendário de vacinação antiviral. No entanto, desse pacto, apenas o Castramóvel foi implementado. A parlamentar citou ainda outros pleitos que não receberam a devida atenção por parte da Gestão Municipal…

“Foram vários os episódios em que percebi falta de vontade para os meus pleitos. O último foi quando solicitei que o Castramóvel fosse instalado próximo à colônia de gatos de Piatã para esterilizar aqueles animais. Em 2017, consegui aprovar, na câmara, um projeto de lei que proibia transporte movido à tração animal na cidade, mas o prefeito vetou o projeto, alegando que a gestão não teria verba para contratar fiscais. Não era preciso, os próprios agentes da Transalvador poderiam ser responsáveis por essa fiscalização. Pedi também o Hospital público Veterinário. Não precisava ser uma estrutura como do Hospital Geral, poderia ser algo como foi feito em São Paulo, em uma casa comum, com melhorias graduais. Também não obtive um retorno. Sugeri então que a prefeitura contratasse clínicas veterinárias particulares até que o hospital fosse implantado, o que também foi não foi respondido. Foram vários os meus pedidos ignorados”, listou a vereadora.

A pré-candidata a deputada federal enxerga na adesão à base do governador Rui Costa novos horizontes para a busca por avanços e dias melhores em prol a causa animal.

“Essa decisão traz uma perspectiva positiva em resposta aos nossos projetos até então negligenciados. Por essa razão, nutrida com a esperança renovada de dias melhores, passo a trilhar a partir de hoje junto à base do governador Rui Costa, no qual depositamos nossos votos de confiança para a concretização das ações governamentais que transformam a vida dos animais e das pessoas que esperam por isso”, finalizou Ana Rita.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.