COLÉGIO JORGE AMADO
Buerarema
Pref ilheus junho
Plansul
Ieprol

VEREADORES SUGEREM UNIÃO PARA RESGATAR DESENVOLVIMENTO DE ITABUNA

Na primeira sessão ordinária de 2021 do Legislativo itabunense, na quarta-feira, 03, o resgate do desenvolvimento socioeconômico de Itabuna deu a tônica nos discursos dos vereadores. O líder do Governo, Manoel Porfírio (PT), pediu união das lideranças políticas. Na mesma de raciocínio, Wilma Oliveira (PCdoB) declarou que é necessário “unir esforços para solucionar demandas da coletividade”.

Sem Ordem do Dia – pela ausência de projetos de lei – a sessão foi marcada por agradecimentos dos vereadores aos eleitores. Além disso, mais de 80 pedidos de providências foram lidos em Plenário; três moções de aplausos do 1º Secretário, Israel Cardoso (PTC), aprovadas a igrejas Batistas e um requerimento de Piçarra (Solidariedade) cobrando informações sobre funcionamentos das unidades de saúde.

Cosme Resolve e Pancadinha (ambos PMN) e Gilson da Oficina (PL) rebateram o preconceito citando a trajetória pessoal. Eles argumentaram que o trabalho parlamentar também passa por “saber cuidar de gente”.

Cosme e Gilson referiam-se às críticas pela falta de formação acadêmica deles; Pancadinha, que é negro, citou a luta contra o preconceito racial usando uma experiência vivida na infância.

Também houve momentos de cobranças ao Executivo, a maioria delas na saúde. O 2º vice-presidente, Francisco (PSD), solicitou a reabertura do posto de saúde do bairro Santo Antônio e ampliação da testagem da covid; Danilo da Nova Itabuna (PSL) propôs visita à unidade de saúde do Jorge Amado e cobertura do SAMU nos condomínios Jubiabá e Gabriela; Solon Pinheiro (Solidariedade) reivindicou a divulgação dos vacinados; Nem Bahia (PP) cobrou ações de acessibilidade urbana na comunidade da Bananeira, no bairro Lomanto Júnior.

O presidente da Câmara, Erasmo Ávila (PSD), encerrou a primeira sessão ordinária do Ano Legislativo anunciando que a Casa do povo itabunense planeja sessões itinerantes nos bairros. “Nós vamos mostrar as necessidades de Itabuna”, salientou.

O dirigente reafirmou a independência da Casa, pregou harmonia refutando qualquer divisão, e prometeu que os itabunenses irão contar com uma Câmara empenhada “em resgatar [o desenvolvimento] de Itabuna.”

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.