Ieprol – Matrículas Abertas – Desktop Mobile
AACRRI – Reconstrução PIX – Desktop/Mobile
Buerarema – Fevereiro Roxo e Laranja – Desktop/Mobile
Plansul – 31 anos – Desktop/Mobile
Itajuípe – Dengue Novo – Desktop/Mobile

VISITA DE GOVERNADOR E DE SECRETÁRIOS REPRESENTA AVANÇOS NO PROJETO DO HOSPITAL MATERNO-INFANTIL DE ILHÉUS, AFIRMA DIRETORA

A enfermeira Domilene Borges, diretora-geral do Hospital Materno-Infantil Dr. Joaquim Sampaio, unidade situada em Ilhéus, destacou nesta segunda-feira (06), a importância da visita que a comitiva de secretários e o governador Jerônimo Rodrigues fizeram ao sul da Bahia, no ultimo final de semana, especialmente pelos compromissos que foram assumidos pelas autoridades baianas e que representarão avanços significativos no atendimento hospitalar às gestantes, puérperas, bebês e crianças da região. Estes encontros com a equipe de governo contaram com o apoio e participação dos diretores da Fundação Estatal Saúde da Família (FESF SUS), Ricardo Mendonça (Geral) e Uelber Calixto (de Gestão Interna). A fundação é quem administra a unidade desde a sua inauguração, em dezembro de 2021.

Da secretária estadual da Saúde, Roberta Santana, os representantes da FESF SUS receberam a promessa de imediatos estudos para inclusão de novos procedimentos no Materno-Infantil a exemplo de cirurgias ortopédicas e pediátricas. Outra reivindicação feita é pela construção de mais uma sala cirúrgica na unidade hospitalar que, hoje, conta com duas, com grande procura. Roberta Santana visitou pela primeira vez a unidade. Foi recebida por uma equipe de diretores e conheceu de perto as principais necessidades de ampliação dos serviços. Em 2022, o hospital registrou o nascimento de 3.117 bebês, 5.032 internações e 7.065 atendimentos ginecológicos e obstétricos e 230 recém-nascidos internados na UTI Neonatal.

Parcerias com a Educação

Outro encontro destacado pelos dirigentes da FESF SUS foi com a secretária de Educação do estado, Adélia Pinheiro. A secretária anunciou parceria com o Hospital Materno-Infantil para fortalecer a unidade que já desponta como campo de prática para os estudantes da região. Hoje, o Materno-Infantil recebe e acolhe para internato estudantes do quinto e sexto anos de Medicina, da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC). A ideia é chegar, em breve, à condição de residência médica.

Agora em março, o HMIJS passará a receber, também, graduandos de Enfermagem da UESC e estudantes do curso técnico do Centro Educacional de Ensino Profissionalizante (CEEP), para estágios curriculares. Paralelo à estas iniciativas, está em andamento uma parceria com a Escola de Saúde Pública da Bahia para, no próximo ano, disponibilizar vagas para residências multiprofissionais.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.