Ieprol – Matrículas Abertas – Desktop Mobile
Buerarema – Fevereiro Roxo e Laranja – Desktop/Mobile
Itajuípe – Dengue Novo – Desktop/Mobile
AACRRI – Reconstrução PIX – Desktop/Mobile
Plansul – 31 anos – Desktop/Mobile

BAHIA É O PRIMEIRO ESTADO COM UMA LEI DO MAGISTÉRIO INDÍGENA

Bento reconhece e parabeniza o Governo da Bahia por valorizar a comunidade indígena

O Dia dos Povos Indígenas se torna mais especial na Bahia, já que é o primeiro estado brasileiro que terá uma lei que reestrutura a carreira do professor e da professora indígena, no quadro do magistério público do Estado. A iniciativa partiu do Governo do Estado que apresentou o Projeto de Lei à ALBA (Assembleia Legislativa da Bahia), com a promessa de ser aprovada o mais rápido possível pelos deputados estaduais.

Para Bento, pré-candidato à Prefeitura de Ilhéus, terra de uma grande comunidade Tupinambá, a iniciativa vem para valorizar os povos indígenas e é uma grande vitória para a cidadania. “A lei busca reestruturar a carreira dos povos indígenas, destacando a importância de políticas públicas inclusivas para os povos originários da região. Ilhéus é terra Tupinambá e temos que reconhecer e valorizar a herança cultural dos povos indígenas na cidade. Aproveito para felicitar todos os povos indígenas e agradecer vocês pela cultura e sabedoria que nos compartilha”, destaca Bento.

O projeto, que abrange diversos aspectos da carreira docente indígena, é fruto de uma construção coletiva e representa um passo significativo na promoção da inclusão e no respeito aos direitos dos povos indígenas na Bahia. “Continuaremos apoiando e lutando por políticas que promovam a inclusão, o respeito e a valorização da diversidade étnica e cultural de nosso povo. Juntos, construiremos um futuro mais justo e igualitário para todos”, conclui o pré-candidato.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.