Ieprol – Matrículas Abertas – Desktop Mobile
Plansul – 31 anos – Desktop/Mobile
AACRRI – Reconstrução PIX – Desktop/Mobile

ITABUNA: CONFUSÃO ENTRE ARTISTAS E APOIADORES DE BOLSONARO VAI PARAR NO COMPLEXO POLICIAL

Uma confusão foi criada nesta terça-feira, 18, no Centro de Cultura Adonias Filho (CCAF), em Itabuna. Segundo informações, tudo começou quando um grupo de artistas, atores, músicos e capoeiristas, tocavam violão no espaço e um grupo de apoiadores do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) se sentiu incomodado com o barulho e foi tirar satisfação. Discussão, empurrões, até a chegada da polícia, que levou os envolvidos para a complexo policial.

Segundo foi apurado pelo ipolitica, o coordenador do equipamento cultural havia negado a solicitação do espaço feita por uma pessoa chamada Gregory, que tinha como finalidade organizar a próxima carreata de Bolsonaro em Itabuna. Na mensagem enviada pelo aplicativo Whatsapp, o coordenador ainda informa que “não é permitida reunião política partidária, não pautamos esse tipo de atividade.” No entanto, os próprios apoiadores de Bolsonaro admitiram que outras reuniões já haviam sido feitas no local. O iPolítica tentou contato com o presidente do PSL, partido de Jair Bolsonaro, no município, mas não recebeu resposta em relação ao fato.

Veja o Vídeo:
5 Comentários
  1. Anônimo Diz

    Para início de conversa, o artigo 73 da lei 9504 PROÍBE o uso de espaços públicos para fins POLÍTICOS, ou o Bolsobolso não é político??? Então, a turma do PSL já está sem razão aí nesse ponto, andando fora da lei… se eles estavam fazendo uso de drogas ilícitas, bastava comunicar a polícia militar (mas aí vocês poderiam se complicar também)… o que me estranha ainda, é alguns contestarem mesmo estando errado, reunião política é feita em comitê ou em local previamente combinado pela equipe, e não em espaço PÚBLICO!! #EleNão

  2. Saulo Diz

    A lei n° 9.504 de 30 de setembro de 97 proíbe que instalações públicas sejam utilizadas com fins partidários.
    A coordenação do Centro de Cultura Adonias Filho(CCAF), não autorizou a reunião dos apoiadores do #EleNão no espaço.
    Mas, mesmo com tudo isto estes elementos, em desacordo com a lei e com as decisões da coordenação do CCAF, realizaram sua reunião. O vídeo abaixo mostra as lideranças do PSL discutindo suas estratégias para as eleições, antes dos artistas presentes começarem a se manifestarem contra isso, tocaram e cantaram para incomodar mesmo, para mostrar que aquele é um espaço de cultura, de criação e execução, e não de conspiração para eleger fascista que quer acabar com a cultura. Vejam o vídeo, vejam as pessoas de bem e os defensores da família e dos bons costumes INFRINGIDO A LEI, DESACATANDO A ORDEM DE UM SERVIDOR PÚBLICO QUE NÃO AUTORIZOU A REUNIÃO. Estas pessoas, por terem em seu meio policiais acreditam que estão acima da lei, e ontem deram uma verdadeira demonstração do que é um estado policialesco.

    Áudio do policial apoiador do #EleNão onde ele afirma que

    “Um viadinho começou a cantar músicas de cunho ofensivo para gente, chamando a gente de misognio, fascista, racista, sexista, homofobico[…]
    Daqui a pouco foi chegando gente, foi chegando gente perto dele, e fazendo coro com ele e tava me atrapalhando, eu tava bem falando, chegou um momento que tava tão alto que eu não aguentei, eu tenho pavio curto mesmo, não adianta, não consigo conviver em harmonia com pessoas que desrespeitam o meu direito, a minha liberdade de expressar-me. Não consigo.
    Então o cara foi invasivo comigo, ele já tomou no cú, já se fudeu, ai eu levantei e fui quebrar ele, e ai começou toda a putaria[…]”.

    Ouça o aúdio completo aqui: https://vocaroo.com/i/s0i1rkssrRBe

    Vídeo da agressão: https://www.youtube.com/watch?v=OGz5ddfhvDI

    Peço a todos e todas, que compartilhem esse post, não só aqui no facebook, mas no whatsapp e em todas redes sociais, precisamos mostrar quem são essas pessoas, o que elas fazem e até onde podem chegar. Vai ser necessário alguém morrer para gente se juntar e enfrentar esse povo?
    #ELENÃO #ELENUNCA

  3. Ferraz Diz

    A sua percepção de política tá longe, bem deslocada dos moldes atuais. Chego a dizer que beira a o expurgo da tendência.
    Olhe nos vídeos e observe q os ditos “culturais” estava fazendo uso de entorpecente assim como eles mesmos alegam no vídeo.
    Então deixe de ser apartidário e aja como uma imprensa informativa e exponha os verdadeiros fatos e completos. Na publique fatos ideológicos, distorcidos.

  4. João Diz

    Era pra ter colocado o outro vídeo que tá rolando nos grupos de WhatsApp, onde esses mesmos que se intitula “artistas” falam que ali é local de Maconheiros.
    O título dessa matéria não condiz com a verdade. Desde quando maconheiro virou sinônimo de artistas.
    Essa é uma página de jornalismo e tem que esclarece os fatos com isenção.

  5. Anônimo Diz

    bem tendencioso sua matéria… faltou o inicio da confusão, onde mostra quem de fato começou com showzinho e intolerância.

    https://www.facebook.com/100009643667811/videos/vb.100009643667811/754370191561096/?type=2&theater

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.