Ieprol
Ubaitaba Inst novo
Buerarema
URUÇUCA
Vidro Tech
Navegação na tag

Jequié

MP RECOMENDA MEDIDAS DE COMBATE À EVASÃO ESCOLAR EM JEQUIÉ

O Ministério Público estadual recomendou a adoção de um fluxo de comunicação e formulário padrão de controle dos casos de evasão escolar e de reiteração de faltas injustificadas no município de Jequié. Segundo a recomendação expedida ontem, dia 10, pelo promotor de Justiça Lucas Ramos de Vasconcelos, o formulário deve ser elaborado pela Secretaria Municipal de Educação e adotado pelos professores, unidades escolares da rede pública e Conselho Tutelar, como também o fluxo sugerido.

Na recomendação, o promotor propõe que a comunicação deve ser realizada via Ficha de Comunicação de Aluno Infrequente (Ficai) a partir dos professores, que devem comunicar à direção da escola a ausência reiterada de uma semana ou sete dias alternados em um mês. A unidade escolar deve entrar em contato os pais ou responsáveis dos alunos ausentes para fazer retorná-los à sala de aula, no prazo de uma semana. Segundo Lucas Vasconcelos, “constantemente chega ao conhecimento da Promotoria informação de evasão escolar ou de reiteração de faltas injustificadas por alunos da rede pública”. Ele destaca que a Lei de Diretrizes e Bases da Educação estabelece frequência mínima de 75% do total de horas letivas para aprovação do estudante.

Caso não haja retorno do aluno, o fluxo segue da escola para o Conselho Tutelar, que terá duas semanas para, por meio de medida protetiva, tentar que o aluno volte a frequentar a escola. Se houver novo fracasso, o Conselho deve encaminhar o relatório das ações adotadas para o Centro de Referência de Assistência Social (Cras) ou Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), que deverá elaborar um plano de trabalho. Em última instância, e fracassadas todas as tentativas de retorno do aluno à escola, o fluxo termina com o envio de todos os documentos elaborados por equipe multidisciplinar do Cras ou Creas para o MP, que ouvirá os responsáveis e aluno sobre os motivos da evasão, para adoção das medidas cabíveis, como a responsabilização dos pais.

Leia mais...

JEQUIÉ: ZÉ COCÁ E ALEXANDRE POLARIZAM INTENÇÕES DE VOTOS, APONTA PESQUISA

O cenário para as eleições municipais de 2020 em Jequié tem como principais nomes o deputado estadual Zé Cocá (PP) e Alexandre Iossef ( PSD) que conta com o apoio do deputado federal Antônio brito (PSD). Apuração recente da Sócio Estatística revelou que Cocá possui, atualmente, 28,02%, enquanto Alexandre aparece com 17,55% das intenções de voto. Apesar da provável polarização, 69,73% da população local ainda não possui candidato definido.

A consulta da Sócio Estatística do Sociólogo Agenor Gasparetto, avaliou ainda a insatisfação com a atual gestão, considerada ruim e péssima por 70,69% dos munícipes; a conquista de benefícios para a cidade, categoria em que lidera Antônio Brito, com mais de 34% de reconhecimento, seguido por Zé Cocá (15,94%), Euclides Fernandes (4,51%) e Leur Lomanto (1,93).

Realizada nos dias 4 e 5 de dezembro, a pesquisa ouviu 621 pessoas e apresenta como margem de erro o percentual de 4,5%, segundo informações do site Políticos do Sul da Bahia.

Leia mais...

PESQUISADORES BAIANOS DESENVOLVEM PRÓTESE PARA PACIENTES AMPUTADOS

A curiosidade de um estudante na busca por melhorar a qualidade de vida de pacientes amputados que conheceu durante o estágio no departamento de enfermagem levou à criação de próteses automáticas de baixo custo. Tulio Calil, que cursa sistemas de informação na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), em Jequié, e Mitale Barbosa, enfermeira, estão à frente do projeto que foi inspirado no gosto por filmes, séries e animes. O protótipo funciona através de um leitor de impulso nervoso conectado no antebraço da pessoa, que interpreta, comandos e converte em posição para a prótese.

De acordo com o estudante, a iniciativa é voltada para ajudar as pessoas que não tem condições de pagar pelas próteses disponíveis no mercado atualmente. “Nosso produto é feito de sucatas como PVC, nylon e correntes de bike. O diferencial no material permite a possibilidade de utilizar tecnologia acessível e itens reciclados ou de menor custo para construir as próteses e vender por um preço mais acessível”, explicou.

O protótipo tem um viés social e através da tecnologia busca desenvolver soluções acessíveis em programação. “Para um indivíduo com membro amputado ter a mínima chance de realizar ações cotidianas como segurar um copo, caneta ou abrir uma porta, esse projeto é um divisor de águas entre a desesperança e a esperança. Isso melhora a autoestima, dá novas chances e consequentemente gera impactos psicológicos positivos”, destacou.

Atualmente, o trabalho está em fase de desenvolvimento e aprimoramento, com o apoio do Centro de Pesquisa e Desenvolvimento de Software (CPDS) e do grupo de Pesquisa em Análise Cognitiva, Modelagem Computacional e Difusão do Conhecimento. “Tivemos a chance de expor o trabalho na Campus Party, que aconteceu em 2018, onde muitas pessoas puderam testar. Agora, esperamos poder remontar e encontrar materiais mais leves e resistentes, além de melhorar a estética. Outro item a ser trabalhado diz respeito à parte bioeletrônica, já que o membro precisa alcançar melhores níveis de calibração do impulso para torná-lo cada vez mais responsivo e exato”, concluiu.

Para dar andamento ao projeto, o estudante fez uma vaquinha entre os professores do curso de enfermagem da UESB. “Nossa professora Mariana Lacerda nos ajudou com a arrecadação e conseguimos comprar os materiais. O apoio do CPDS também foi decisivo na continuidade, permitindo desenvolver a segunda etapa da elaboração com a impressão da mão em 3D, motores mais fortes e peças mais adequadas ao uso”, ressaltou o jovem, que é orientado pela professora Claudia Lopes.

Bahia Faz Ciência

A Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e a Fundação de Amparo à Pesquisa da Bahia (Fapesb) estrearam, no dia 8 de julho, o Bahia Faz Ciência, uma série de reportagens sobre como pesquisadores e cientistas baianos desenvolvem trabalhos em ciência, tecnologia e inovação de forma a contribuir com a melhoria de vida da população em temas importantes como saúde, educação, segurança, dentre outros. As matérias serão divulgadas semanalmente, sempre às segundas-feiras, para a mídia baiana, e estarão disponíveis no site e redes sociais da Secretaria. Se você conhece algum assunto que poderia virar pauta deste projeto, as recomendações podem ser feitas através do e-mail comunicacao.secti@secti.ba.gov.br

Leia mais...

SINEBAHIA ANUNCIA VAGAS DE EMPREGO EM JEQUIÉ NESTA TERÇA-FEIRA

O SineBahia está oferecendo vagas de emprego para esta terça-feira, 12, em Jequié.

É Imprescindível portar número do PIS, PASEP ou NIS; Carteira de Trabalho, RG, CPF, currículo, comprovante de residência e certificado de escolaridade.

Confira as Vagas:

VAGAS EXCLUSIVAS PARA JEQUIÉ (12/11)

VENDEDOR PRACISTA
Ensino Médio completo
Experiência mínima de 06 meses na função
Obrigatório possuir CNH ‘A’
01 VAGA

ATENDENTE BALCONISTA
Ensino Médio incompleto
Experiência mínima de 06 meses na função
Obrigatório possuir CNH ‘AB’
01 VAGA

VENDEDOR PRACISTA
Ensino Médio completo
Experiência mínima de 06 meses na função
Obrigatório possuir CNH ‘AB’
01 VAGA

SUPERVISOR DE LOGÍSTICA
Ensino Superior completo
Experiência mínima de 06 meses na função
Obrigatório possuir CNH ‘AB’
01 VAGA

MANICURE
Ensino Fundamental completo
Experiência mínima de 06 meses na função
01 VAGA

SOLDADOR
Ensino Médio completo
Experiência mínima de 06 meses na função
01 VAGA

Leia mais...

JEQUIÉ: PRF APREENDE 3,2 TONELADAS DE MACONHA NA BR-116

Em fiscalização de rotina com foco na Lei de Descanso neste domingo, 10, policias rodoviários federais abordaram um caminhão M.Benz/L 1313, no km 677 da BR 116, região do município baiano de Jequié, e observaram que o compartimento de carga do veículo estava repleto de caixas de verdura vazias. Ao perguntar ao motorista sobre os detalhes da viagem e solicitar os documentos obrigatórios para fiscalização, este informou que fora contratado para buscar castanhas em Feira de Santana(BA) e que, em seguida, retornaria para seu local de origem, a cidade paranaense de Paranavaí.

Diante da situação, os agentes federais realizaram uma busca minuciosa no caminhão e no compartimento de carga, para melhor averiguação dos fatos, quando flagraram 160 pacotes de substância análoga à maconha escondidos abaixo das caixas vazias. A quantidade de droga, posteriormente pesada, chegou a 3.250 quilos.

Ao ser questionado sobre a maconha encontrada, o homem, de 39 anos, revelou que havia sido contratado para levar o caminhão até o município baiano de Feira de Santana que, ao retornar para a sua cidade, receberia o valor correspondente a 30 mil reais. Diante do flagrante, os policiais deram voz de prisão ao condutor.

O condutor, o caminhão, a quantia de 364 reais em espécie, 03 aparelhos celulares da marca Samsung, uma sacola de cor preta com roupas de uso pessoal e as 3,2 toneladas de maconha apreendidas foram encaminhadas, com o apoio da Polícia Militar – CIPE Central, para a Polícia Civil local.

Com essa apreensão, a Polícia Rodoviária Federal se aproxima da marca de 15 toneladas de apreensão, considerando apenas a droga do tipo maconha, na Bahia neste ano de 2019. É a PRF no combate ao narcotráfico, promovendo segurança pública e protegendo a vida.

Leia mais...

JEQUIÉ: MP ACIONA EX-PREFEITA TÂNIA BRITO POR FALTA DE REPASSE DE VERBAS AO INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS

O Ministério Público estadual ajuizou ação civil pública por ato de improbidade administrativa contra a ex-prefeita de Jequié Tânia Diniz Correia Leite de Brito por conta de irregularidades nos repasses ao Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de Jequié (Iprej). Os promotores de Justiça Rafael de Castro Matias e Saulo Rezende Moreira, autores da ação, pedem que a Justiça decrete a indisponibilidade de bens de Tânia Diniz até o limite mínimo de cerca de R$ 2 milhões, equivalente ao dano sofrido pelo erário.

Além disso, o MP requer como pedido final que a Justiça condene a acionada pela prática de ato de improbidade administrativa previsto no artigo 10 da Lei 8.429/92, determinando à ex-prefeita o ressarcimento integral do dano e perda dos bens ou valores acrescidos ilicitamente ao patrimônio; perda da função pública; suspensão dos direitos políticos de cinco a oito anos; e proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais e creditícios, pelo prazo de cinco anos. “A ex-prefeita violou princípios basilares da administração pública e causou grave prejuízo ao erário, na medida em que deixou de realizar repasses das contribuições previdenciárias do Município de Jequié e do Fundo Municipal de Saúde ao Iprej, tornando inviável o pagamento dos benefícios previdenciários aos segurados e seus dependentes”, afirmaram os promotores de Justiça.

Leia mais...